apostila_completa_Silvia
272 pág.

apostila_completa_Silvia


DisciplinaParasitologia Veterinária1.859 materiais35.729 seguidores
Pré-visualização50 páginas
DISSEMINAÇÃO: 
Através de contato direto, fora do hospedeiro 
morrem em três a sete dias. 
 
LONGEVIDADE SOBRE O ANIMAL: 
20 a 40 dias 
 
ESPECIFICIDADE: 
Possuem alta especificidade. (Um mesmo 
hospedeiro pode ser parasitado por várias 
espécies de malófagos, mas dificilmente 1 sp. 
de malófago adapta-se a outro hospedeiro que 
não o seu). São mais ou menos adaptados a 
determinadas regiões do corpo. 
 
CONTROLE: 
 Tratar e manter os animais isolados e em 
boas condições de higiene. 
 A ocorrência de malófagos é bastante 
comum, principalmente, nos meses mais 
frios. 
 Deve-se tratar com inseticidas duas vezes 
por semana durante três a quatro semanas. 
 Os malófagos passam toda a sua vida entre 
as penas e os pêlos de seus hospedeiros, 
onde põem os seus ovos, em grandes 
massas, sempre colados ao substrato. 
 Tratar com inseticidas repetindo após 10 a 
14 dias. 
 
SUBORDEM AMBLYCERA 
CARACTERÍSTICAS: 
 Palpos maxilares presentes. 
66
______________________________________________________________________________________________ 
_____________________________________________________________________________________________ 
Livro didático de Parasitologia Veterinária da Universidade Federal de Santa Maria 
Profa Silvia Gonzalez Monteiro 
Phthiraptera-Piolhos 
 Antenas com quatro segmentos. 
 Fossetas antenais (depressão para guardar 
as antenas). 
 Piolhos mastigadores. 
 
FAMÍLIA MENOPONIDAE 
GÊNERO: Menopon 
ESPÉCIE Menopon gallinae 
HOSPEDEIROS: Aves. 
 
CARACTERÍSTICAS MORFOLÓGICAS: 
 Possui a cabeça mais larga que o tórax. 
 Apresenta dois tufos de cerdas no quinto 
segmento abdominal. 
 Menores que um centímetro. 
 Ápteros. 
 Abdômen com uma fileira de cerdas dorsal 
em cada segmento. 
 Espinhos gástricos visíveis. 
 Tarso com duas garras. 
 
GÊNERO: Menacanthus 
ESPÉCIE Menacanthus stramineus 
HOSPEDEIROS: Aves. Parasita de galinhas, 
perus, faisões e excepcionalmente pombos. 
 
CARACTERÍSTICAS MORFOLÓGICAS: 
 Duas fileiras de cerdas longas e curtas nos 
segmentos abdominais. 
 Fronte provida de processo espinhoso 
Figura 51. Menopon sp. piolho mastigador 
das aves. 
Figura 52. Menacanthus sp. piolho mastigador de 
aves. 
Tufos de 
cerdas 
Figura 50. Segmento abdominal de 
Menopon mostrando os tufos de cerdas 
Figura 49. Cabeça de um Amblycera. 
Palpo
Antena 
67
______________________________________________________________________________________________ 
_____________________________________________________________________________________________ 
Livro didático de Parasitologia Veterinária da Universidade Federal de Santa Maria 
Profa Silvia Gonzalez Monteiro 
Phthiraptera-Piolhos 
recurvo para trás e para baixo. 
 Antenas com quatro segmentos. 
 Possuem palpos. 
 
FAMÍLIA BOOPIDAE 
GÊNERO Heterodoxus 
ESPÉCIE Heterodoxus spiniger 
HOSPEDEIROS: Cão 
 
CARACTERÍSTICAS MORFOLÓGICAS: 
 Dois espinhos na região dorsal da cabeça 
 Cabeça subtriangular 
 Têmporas estreitas, não salientes. 
 Parte inferior da cabeça com 2 ganchos 
voltados para trás e implantados junto à 
base dos palpos maxilares 
 Palpos maxilares com 4 artículos 
 Protórax livre 
 Uma fileira de cerdas longas no abdômen 
com tergitos e pleuritos bem quitinizados 
 Duas garras nos tarsos 
 Parasito de cães 
 
SUBORDEM ISCHNOCERA 
 
CARACTERÍSTICAS 
 Palpos maxilares ausentes. 
 Antenas filiformes (três a cinco segmentos). 
 Sem fossetas antenais (antenas livres). 
 Piolhos mastigadores. 
 
FAMÍLIA TRICHODECTIDAE 
CARACTERÍSTICAS MORFOLÓGICAS: 
 Três segmentos antenais. 
 Uma garra ligada ao hospedeiro. 
 
GENERO Trichodectes 
ESPÉCIE Trichodectes canis 
HOSPEDEIROS: Cão 
 
CARACTERÍSTICAS MORFOLÓGICAS: 
 Cabeça hexagonal. 
 Uma só garra. 
 Antenas com três segmentos. 
 Têmporas sem lobos posteriores. 
 Fronte arredondada. 
 Todos segmentos abdominais com placas 
pleurais (pleuritos). 
 Estigmas respiratórios do segundo ao 
sétimo segmento (seis pares). 
 Cerdas abdominais longas. 
 Edeago grande. 
 Não tem palpos. 
 Vetor de Dipylidium caninum para cães. 
 
Figura 54. Trichodectes sp., piolho 
mastigador de cães. 
Placas pleurais 
Figura 53. Heterodoxus sp. piolho 
mastigador de cães. 
Tergitos 
Pleuritos 
68
______________________________________________________________________________________________ 
_____________________________________________________________________________________________ 
Livro didático de Parasitologia Veterinária da Universidade Federal de Santa Maria 
Profa Silvia Gonzalez Monteiro 
Phthiraptera-Piolhos 
GÊNERO Bovicola 
ESPÉCIE Bovicola sp. 
HOSPEDEIROS: Ruminantes 
CARACTERÍSTICAS MORFOLÓGICAS: 
 Cabeça arredondada com a \u201cbochecha\u201d 
repartida. 
 Cerdas abdominais curtas, iguais e em filas 
transversais. 
 Manchas nos tergitos. 
 Cabeça tão larga quanto longa 
 
GÊNERO Felicola 
ESPÉCIE Felicola subrostrata 
HOSPEDEIROS: Felinos 
 
CARACTERÍSTICAS MORFOLÓGICAS: 
 Cabeça com aspecto pentagonal, olhos 
atrás das antenas. 
 Três pares de estigmas respiratórios 
abdominais. 
 Cerdas abdominais muito curtas. 
 Abdômen do macho com pequena saliência 
posterior formada pelo último segmento. 
 Antenas sem dimorfismo sexual. 
 
FAMÍLIA PHILOPTERIDAE 
Cinco segmentos antenais com 2 garras ligadas 
ao hospedeiros. 
 
GÊNERO Goniodes 
ESPÉCIE Goniodes sp 
HOSPEDEIROS: Aves 
 
CARACTERÍSTICAS MORFOLÓGICAS: 
 Cabeça em forma de chapéu e com 2 
cerdas longas nas extremidades laterais. 
 Tarsos com duas garras. 
 Antenas com cinco segmentos imbricados 
nos dois sexos, o último segmento não 
Figura 56. Felicola, piolho 
mastigador de felinos. Figura 57. Goniodes sp., piolho 
mastigador de aves. 
Figura 55. Bovicola sp., piolho 
mastigador de ruminantes. 
Tergitos 
69
______________________________________________________________________________________________ 
_____________________________________________________________________________________________ 
Livro didático de Parasitologia Veterinária da Universidade Federal de Santa Maria 
Profa Silvia Gonzalez Monteiro 
Phthiraptera-Piolhos 
clavado. 
 Tem apêndices recurvos em gancho na 
frente 
 
GÊNERO Lipeurus 
ESPÉCIE Lipeurus sp 
HOSPEDEIROS: Aves. 
 
CARACTERÍSTICAS MORFOLÓGICAS 
-Corpo e cabeça alongados. 
-Fronte larga, arredondada no ápice. 
-Mancha mediana no tórax. 
 
SUBORDEM ANOPLURA 
CARACTERÍSTICAS 
 Piolhos picadores-sugadores (hematófagos). 
 Ausência de asas. 
 Garras grandes. 
 Passam toda a vida agarrados aos pêlos do 
hospedeiro. 
 Metamorfose incompleta (Hemimetábolos). 
 Transmissores de Rickettsia prowasekii 
causador da febre das trincheiras em 
situações de guerra, microorganismo que 
fica no piolho e através das fezes deste, 
penetra nas feridas. 
 
FAMÍLIA PEDICULIDAE 
GÊNERO Pediculus 
ESPÉCIE Pediculus humanus 
HOSPEDEIROS: Humanos 
LOCAL: Cabeça 
 
CARACTERÍSTICAS MORFOLÓGICAS: 
 Olhos grandes. 
 Corpo alongado, cabeça ovóide. 
 Tórax sem segmentos aparentes. 
 Cinco segmentos nas antenas. 
 Olhos simples. 
 Abdômen com sete segmentos. 
 Presença de um rostelo ou dentes pré-
estomais para cortar a pele. 
 Placas pleurais bem quitinizadas. 
 Presença de gonopódios nas fêmeas (duas 
saliências côncavas internamente e situadas 
uma de cada lado do orifício genital) com 
que se prende aos pêlos durante a 
ovipostura para o alinhamento dos ovos. 
 
Figura 58. Lipeurus sp. piolho 
mastigador de aves. 
Figura 59. Olhos de Pediculus sp. 
Olhos 
70
______________________________________________________________________________________________
Kiara
Kiara fez um comentário
alguem poderia me enviar por email, pfvr?? obrigada kiara-nc@hotmail.com
0 aprovações
Juliana
Juliana fez um comentário
Como faço download?
0 aprovações
Isabella
Isabella fez um comentário
teria como por gentileza me enviar este material por email ?
0 aprovações
Gianini
Gianini fez um comentário
Consegui fazer download e o material é de ótima qualidade
1 aprovações
Carregar mais