apostila_completa_Silvia
272 pág.

apostila_completa_Silvia


DisciplinaParasitologia Veterinária2.035 materiais44.154 seguidores
Pré-visualização50 páginas
e 
percevejos 
alimentação, umidade relativa e espécie de 
barbeiro. Em média de 180 a 300 dias. 
 
IMPORTÂNCIA: 
Os gêneros dessa família servem de hospedeiro 
intermediário para o agente causador da doença 
de chagas (Trypanosoma cruzi que é transmitido 
pelas fezes do barbeiro). 
 
HABITAT: 
Habitam locais escondidos (toca de tatu, copa 
de árvores, frestas na casa) e possuem hábito 
noturno. 
 
GÊNEROS: 
Temos três gêneros de importância nessa 
família: Rhodnius, Triatoma e Panstrongylus. 
Eles são diferenciados principalmente pela 
inserção do tubérculo antenífero. 
O Triatoma possui o tubérculo na porção medial 
da cabeça. 
O Panstrongylus possui o tubérculo inserido 
bem próximo aos olhos compostos (omatídeos) . 
O Rhodnius possui o tubérculo inserido próximo 
ao rostro (aparelho bucal). 
 
GÊNERO Panstrongylus 
CARACTERÍSTICAS MORFOLÓGICAS: 
\u2022 Tamanho grande. 
\u2022 Cabeça curta e grossa. 
\u2022 Tubérculo antenal bem próximo ao olho. 
 
GÊNERO Triatoma 
CARACTERÍSTICAS MORFOLÓGICAS: 
\u2022 Conexivo (parte dorsal onde a asa não cobre) 
amarelado. 
\u2022 Tubérculo da antena entre o olho e a 
extremidade da cabeça. 
Figura 67. Cabeça de Panstrongylus 
sp. 
Figura 68. Cabeça de Triatoma sp. 
Figura 66 Inserção do tubérculo antenal 
dos triatomíneos de importância veterinária. 
78
______________________________________________________________________________________________ 
_____________________________________________________________________________________________ 
Livro didático de Parasitologia Veterinária da Universidade Federal de Santa Maria 
Profa Silvia Gonzalez Monteiro 
Hemípteras \u2013 Barbeiros e 
percevejos 
 
GÊNERO Rhodnius 
CARACTERÍSTICAS MORFOLÓGICAS: 
\u2022 Tubérculo antenal bem perto do ápice. 
\u2022 Cabeça muito longa e delgada, mais longa 
que o tórax. 
\u2022 Conexivo de cor amarelada com manchas 
oblongas negras. 
\u2022 Antenas com quatro segmentos. 
 
OBS: Barbeiro peridomiciliar - chega perto, mas 
não consegue ovopositar. 
Barbeiro domiciliar - capacidade de colonizar a 
habitação humana (principalmente casas mal 
construídas). 
**Um bom transmissor é aquele que tem 
capacidade de domicialização, susceptibilidade 
ao T. cruzi, tamanho da colônia, grau de 
antropofilia e outros. 
 
CONTROLE: 
Uso de inseticidas, condições decentes de 
moradia humana e animal, telas nas janelas, 
destruir ninhos dos barbeiros próximos as 
casas. 
 
FAMÍLIA CIMICIDAE - percevejos da cama 
CARACTERÍSTICAS: 
\u2022 Corpo bem menor que o dos barbeiros. 
\u2022 Asas atrofiadas. 
\u2022 Não transmitem doenças. 
\u2022 Fazem seus ninhos próximo de onde a 
pessoa dorme e saem a noite para se alimentar. 
 
GÊNERO Cimex 
HOSPEDEIROS: Morcego e homem. 
 
CARACTERÍSTICAS MORFOLÓGICAS: 
\u2022 Pronoto bem pronunciado e largo no 
Figura 69. Cabeça de Rhodnius sp. 
Figura 70. Lesão em homem provocada pelo 
percevejo Cimex. 
Figura 71. Cimex sp. conhecido como 
percevejo. 
Pronoto 
79
______________________________________________________________________________________________ 
_____________________________________________________________________________________________ 
Livro didático de Parasitologia Veterinária da Universidade Federal de Santa Maria 
Profa Silvia Gonzalez Monteiro 
Hemípteras \u2013 Barbeiros e 
percevejos 
comprimento (quatro vezes mais largo que alto). 
\u2022 Um par de cerdas no ângulo posterior do 
protórax. 
\u2022 Ápteros. 
\u2022 Muito peludos. 
 
CICLO BIOLÓGICO: 
A fêmea põe um a cinco ovos por dia. Ela pode 
pôr um total de 200 ovos quando bem 
alimentada e em temperaturas superiores a 28° 
C. Os ovos são pegajosos quando recém postos 
e aderem ao objeto no qual eles são colocados. 
Ovos chocam de seis a 17 dias. 
Ninfas recentemente eclodidas alimentam-se 
imediatamente quando há comida disponível. 
Elas mudam cinco vezes (trocam a pele externa 
ou exosqueleto para crescerem) antes de 
alcançarem a maturidade, alimentando-se entre 
cada muda. Pode haver três ou mais gerações 
por ano. Todas as fases são encontradas em 
uma população que está reproduzindo. 
Podem viver durante várias semanas sem 
alimentar-se se a temperatura está amena e 
durante vários meses se a temperatura está 
baixa. O hemíptera vive em média 10 meses 
com alimentação disponível. Em algumas 
condições, pode viver um ano ou mais sem 
comida. 
Um adulto ingurgita-se com sangue em 
aproximadamente 10 a 15 minutos, e um jovem 
(ninfa) em três a cinco minutos. Ele então 
retorna para o seu esconderijo para fazer a 
digestão do sangue. Faz alimentações 
repetidas. 
 
GÊNERO Ornithocoris 
HOSPEDEIROS: Aves. 
 
CARACTERÍSTICAS MORFOLÓGICAS: 
\u2022 Pronoto com a parte anterior mais estreita que 
a posterior parecendo uma figura trapezoidal. 
\u2022 Dois pares de cerdas nos ângulos posteriores 
do protórax. 
\u2022 Rostro atingindo a coxa um. 
\u2022 Antenas com terceiro e quarto artículo mais 
delgados que os dois primeiros. 
\u2022 Parasita de aves. 
 
Espécie Ornithocoris toledoi 
HOSPEDEIROS: Galinhas. 
 
Figura 73. Ornithocoris sp. vista dorsal e ventral. 
Figura 72. Cimex sp. visão ventral e dorsal. 
80
______________________________________________________________________________________________ 
_____________________________________________________________________________________________ 
Livro didático de Parasitologia Veterinária da Universidade Federal de Santa Maria 
Profa Silvia Gonzalez Monteiro 
Hemípteras \u2013 Barbeiros e 
percevejos 
CICLO BIOLÓGICO: 
Após a alimentação (hematófagos) que dura 5 
minutos, ocorre a cópula. Para cada postura a 
fêmea copula uma vez. O período de pré-
postura é em média de 7 dias. Entre duas 
posturas há um intervalo de 7 a 10 dias, após o 
qual, a fêmea copula outra vez. Em cada 
postura são postos em média até 50 ovos. Há 
também 5 estádios ninfais. Cada estádio ninfal 
realiza cerca de 3 repastos sangüíneos antes de 
nova ecdise. O ciclo completo varia entre 40 a 
90 dias, podendo os adultos viverem até 200 
dias. 
 
IMPORTÂNCIA MÉDICA VETERINÁRIA DOS 
HEMÍPTERAS: 
Através da picada causam irritação e 
incomodam o homem e os animais perturbando 
a sua tranqüilidade. Podem provocar anemia e 
os gêneros pertencentes à família Reduviidae 
são responsáveis pela transmissão do 
Trypanosoma cruzi. 
 
 
81
_____________________________________________________________________________________________ 
_____________________________________________________________________________________________ 
Livro didático de Parasitologia Veterinária da Universidade Federal de Santa Maria 
Profa Silvia Gonzalez Monteiro 
Siphonaptera - Pulgas 
ORDEM SIPHONAPTERA 
Siphon- sifão, a- ausência, pteros \u2013 asas 
 
CARACTERÍSTICAS: 
- Nome vulgar: Pulgas. 
- Não apresentam asas. 
- Achatadas lateralmente, o que facilita o andar 
pelos animais. 
-Corpo revestido de espessa quitina 
escorregadia e cerdas voltadas para trás que 
auxiliam a pulga a deslizar entre as penas e 
pêlos dos hospedeiros não permitindo que 
voltem (dêem ré). 
- Pernas longas, principalmente as posteriores, 
adaptadas para o salto. 
- Antena com três segmentos (escapo, pedicelo 
e clava) e sulco antenal que divide a cabeça em 
fronte (parte anterior) e occipício (atrás do sulco 
antenal). 
- Aparelho bucal picador-sugador: hematófago. 
-Abdômen formado por 10 segmentos 
(urômeros) imbricados. Os segmentos dois a 
sete possuem de cada lado um estigma. O nono 
metâmero apresenta em ambos os sexos uma 
placa sensorial chamada de sensila. 
- Três segmentos torácicos e 10 abdominais. 
-Podem apresentar ctenídeos (dentes 
quitinosos) que são cerdas espiniformes, 
dispostas como dentes de um pente, cuja 
localização, número, tamanho, forma e 
disposição são importantes na sistemática. 
-Algumas pulgas apresentam mesonoto 
rachado. 
- Holometábolos (metamorfose completa): ovo \u2013 
larva \u2013 pupa \u2013 imago ou adulto. 
- Ectoparasitos obrigatórios periódicos, somente 
os adultos permanecem transitoriamente no 
corpo do hospedeiro
Kiara
Kiara fez um comentário
alguem poderia me enviar por email, pfvr?? obrigada kiara-nc@hotmail.com
0 aprovações
Juliana
Juliana fez um comentário
Como faço download?
0 aprovações
Isabella
Isabella fez um comentário
teria como por gentileza me enviar este material por email ?
0 aprovações
Gianini
Gianini fez um comentário
Consegui fazer download e o material é de ótima qualidade
1 aprovações
Carregar mais