apostila_completa_Silvia
272 pág.

apostila_completa_Silvia


DisciplinaParasitologia Veterinária2.050 materiais45.091 seguidores
Pré-visualização50 páginas
aumenta o nível de 
transmissão. 
 
6. Grande capacidade de vôo - procura vários 
hospedeiros para satisfazer a sua alimentação 
Pode voar até 20 km. 
 
7. Picada dolorosa 
 
PRINCIPAL FORMA DE TRANSMISSÃO DOS 
AGENTES PATÓGENOS: 
Figura 103. Cabeça de Tabanus sp. 
Figura 104. Mutuca do gênero Tabanus sp. 
105
______________________________________________________________________________________________ 
_____________________________________________________________________________________________ 
Livro didático de Parasitologia Veterinária da Universidade Federal de Santa Maria 
Profa Silvia Gonzalez Monteiro 
Brachycera Tabanomorpha 
Mutucas 
 
1. Mecânica (vetor mecânico) - aquele 
hospedeiro que leva ativamente o patógeno e 
inocula num outro, porém nesse tempo não há 
desenvolvimento do patógeno no inseto. 
 
PATOGENIA DOS TABANÍDEOS 
- Transmissão de anemia infecciosa eqüina e 
peste suína. 
- Transmissão de bacterioses. 
- Transmissão de protozoários como o 
Trypanosoma evansi para eqüinos, suínos e 
cães. 
- Efeito da picada (dor). 
 
CONTROLE: 
1)Deve-se eliminar o habitat de criação de 
larvas (como terrenos mal drenados), pois os 
adultos permanecem em regiões próximas ao 
desenvolvimento das larvas. 
 
2) O controle químico deve ser feito utilizando 
inseticida de contato com efeito residual nos 
estábulos e nos animais. 
 
3) Fitas escuras adesivas colocadas nos 
estábulos funcionam como armadilhas para 
capturar esses insetos. 
 
106
______________________________________________________________________________________________ 
_____________________________________________________________________________________________ 
Livro didático de Parasitologia Veterinária da Universidade Federal de Santa Maria 
Profa Silvia Gonzalez Monteiro 
Moscas 
SUBORDEM BRACHYCERA MUSCOMORPHA 
I. DIVISÃO ASCHYSA 
FAMÍLIA SYRPHIDAE 
CARACTERÍSTICAS: 
- Não têm sutura ptilineal (mancha entre os 
olhos, cicatriz de uma membrana que se rompe 
na hora de sair do pupário). 
- Sem importância na Medicina Veterinária. 
 
II. DIVISÃO SCHYZOPHORA 
- Com fissura ptilineal ou frontal 
 
1. SEÇÃO ACALIPTRATAE 
CARACTERÍSTICAS 
- Ausência de calíptera (estrutura que auxilia no 
vôo). 
- Sem importância em Medicina veterinária. 
- Ex: Drosophila. 
 
2. SEÇÃO CALIPTRATAE 
CARACTERÍSTICAS 
- Presença de calíptera 
- Com ou sem cerdas na hipopleura (região 
entre a pata II e a pata III). 
 
2.1 SEM CERDAS NA HIPOPLEURA 
2.1.1 COM APARELHO BUCAL FUNCIONAL 
 
FAMÍLIA MUSCIDAE 
- Quatro faixas negras no mesonoto. 
- Apresentam uma célula distal na asa. 
- Três estágios larvares, sendo que a larva é 
vermiforme e esbranquiçada. Na sua 
extremidade anterior possui ganchos (para 
capturar alimentos) e na posterior possui 
estigmas respiratórios com 1, 2 ou 3 aberturas, 
de acordo com a fase larval (L1, L2, L3). 
 
A) SUBFAMÍLIA MUSCINAE 
- Aparelho bucal lambedor. 
PARTE VIII 
 Moscas 
____________________________________________________________________________________ 
Figura 106. Calíptera da asa de 
muscídeo.
Escutelo 
Calíptera 
Figura 105. Fissura ptilineal. 
Fissura 
107
______________________________________________________________________________________________ 
_____________________________________________________________________________________________ 
Livro didático de Parasitologia Veterinária da Universidade Federal de Santa Maria 
Profa Silvia Gonzalez Monteiro 
Moscas 
 
GÊNERO Musca 
ESPÉCIE Musca doméstica 
 
CARACTERÍSTICAS MORFOLÒGICAS: 
- Tamanho: ± 9 mm. 
- Tórax é cinza com quatro listras longitudinais 
escuras e largas no dorso. 
- O abdômen possui os lados de cor amarelada 
na metade basal. A porção posterior é marrom 
escura e possui uma faixa longitudinal escura no 
meio do dorso. 
- Aparelho bucal com palpos maxilares médios, 
labela com pseudotraquéias (liquefaz o alimento 
sólido). 
- Antena com arista plumosa (cerdas dos dois 
lados). 
- Estigmas da larva têm abertura fora do centro. 
 
BIOLOGIA: 
- A Musca é atraída por comida humana, mas 
também é encontrada em excrementos e 
qualquer espécie de sujeira. Patógenos podem 
ser regurgitados na comida via gota de vômito. 
- Sob condições favoráveis as fêmeas tornam-se 
receptivas para cópula aproximadamente 36 
horas após a emergência da pupa. 
- Durante o processo de cópula as asas dos 
machos promíscuos rapidamente se desgastam 
pela ação vigorosa das fêmeas resistindo ao 
galanteio. 
- A postura é feita quatro dias após a cópula e 
são depositados 75 a 150 ovos por vez. A 
incubação é em média de 24 h, sendo que em 
temperatura de 25 a 35oC o período de 
incubação é de 8 a 12 h e em 23 a 26oc - 3 a 4 
dias. A postura é feita em fezes e material 
orgânico em decomposição, levando em torno 
de uma a três semanas para passar de L1 a L3 
dependendo do substrato e temperatura 
ambiente. 
- O período pupal é de 14 a 28 dias, mas no 
verão leva quatro a cinco dias. 
- A temperatura é fator limitante para a mosca, 
pois o tempo de vida dos adultos varia de 30 
dias no verão e mais do que isso no inverno. A 
30oC o tempo de ovo a adulto é de 10 dias e a 
16oC é de 46 dias. Além disso, só 10% dos ovos 
chegam a adulto, também devido à temperatura. 
- A umidade também é limitante, pois as larvas 
devem penetrar logo nas fezes se não morrem 
pela ação dos raios solares. 
- Número de ovos por fêmea: 350 - 900. 
Figura 108. Peritrema de Musca 
sp. 
Figura 107. Adulto de Musca domestica. 
108
______________________________________________________________________________________________ 
_____________________________________________________________________________________________ 
Livro didático de Parasitologia Veterinária da Universidade Federal de Santa Maria 
Profa Silvia Gonzalez Monteiro 
Moscas 
- Ciclo médio de vida (ovo à adulto em dias): 10 
dias em temperatura excelente. 
 
SUBSTRATOS: Alimentos açucarados, carne, 
excrementos, matéria orgânica em 
decomposição ou meios em fermentação. 
 
HABITAT: Lixo, estações de tratamento de 
efluentes, jardins que recebem adubação 
orgânica, resíduos de matérias primas 
açucaradas, meios fermentados. 
 
IMPORTÂNCIA: 
1) Transporte forético: de microorganismos que 
levam à febre tifóide, disenteria, cólera e mastite 
bovina, de protozoários como Entamoeba, 
Giardia e helmintos como Taenia sp., Dipylidium 
e nematóides espirurídeos. É também 
veiculadora de D. hominis. 
 
2) Hospedeiro intermediário: de endoparasitos 
como Habronema em cavalos e Raillietina em 
aves. 
 
GÊNERO Fannia 
ESPÉCIE Fannia sp. 
 CARACTERÍSTICAS MORFOLÓGICAS: 
- Antena com arista nua. 
- Tamanho bem pequeno (4 à 5 mm). 
- Pernas pretas, halteres amarelos. 
- Larva apresenta projeções com espinhos que 
funcionam como flutuadores que permitem 
sobreviver em meio semi-líquido. Antena com 
arista nua. 
- Parece uma pequena mosca doméstica. 
- Aparelho bucal lambedor. 
- Abdômen translúcido. 
- M1 paralela e acentuada. 
 
BIOLOGIA: 
- Desenvolve-se em fezes de aves. 
- Ocorre mais no meio rural. 
- O período de ovo a ovo leva 30 dias. 
 
IMPORTÂNCIA: 
Pode ser hospedeiro intermediário de Raillietina 
sp.,transmissor de vermes espirurídeos e produz 
irritação nas aves, provocando perda de peso e 
postura. 
 
B) SUBFAMÍLIA STOMOXYDINAE 
- Aparelho bucal picador - sugador (machos e 
fêmeas hematófagas). 
 
GÊNERO Stomoxys 
ESPÉCIE Stomoxys calcitrans \u2013 Mosca dos 
estábulos. 
 
CARACTERÍSTICAS MORFOLÓGICAS: 
- Aparelho bucal com palpos curtos e dentes 
pré-estomais na labela. 
- Lembra a mosca doméstica, porém possui uma 
probóscida preta que é usada para picar a pele e 
sugar o sangue. Possui um abdômen mais largo 
Figura 109. Antena com arista nua de Fannia. 
Aristas 
109
______________________________________________________________________________________________ 
_____________________________________________________________________________________________
Kiara
Kiara fez um comentário
alguem poderia me enviar por email, pfvr?? obrigada kiara-nc@hotmail.com
0 aprovações
Juliana
Juliana fez um comentário
Como faço download?
0 aprovações
Isabella
Isabella fez um comentário
teria como por gentileza me enviar este material por email ?
0 aprovações
Gianini
Gianini fez um comentário
Consegui fazer download e o material é de ótima qualidade
1 aprovações
Carregar mais