apostila_completa_Silvia
272 pág.

apostila_completa_Silvia


DisciplinaParasitologia Veterinária2.050 materiais45.091 seguidores
Pré-visualização50 páginas
Profa Silvia Gonzalez Monteiro 
Flagelados 
OBS: T. vaginalis - Aparece nas mulheres. Ë 
favorecido pela baixa de pH (quando a mulher 
passa da puberdade). Fazer exames 
ginecológicos periodicamente. 
 T. gengivalis - Aparece em pessoas que 
têm muita cárie e tártaro, pois o protozoário 
digere restos alimentares e bactérias. Fazer 
revisão periódica dos dentes. 
 T. intestinalis - Há baixa patogenicidade no 
homem. Aparece no esôfago de pombos. 
 
II - ORDEM DIPLOMONADIDA 
FAMÍLIA HEXAMITIDAE 
A forma trofozoíta apresenta simetria bilateral e 
seis a oito flagelos. 
 
GÊNERO Giardia 
ESPÉCIE Giardia lamblia = intestinalis 
 
HOSPEDEIROS: 
Homem, cão, caprinos, bovinos. 
 
LOCAL: Intestino. 
 
CARACTERÍSTICAS MORFOLÓGICAS: 
- Trofozoíta com formato piriforme. 
- Possui dois núcleos. 
- Possui vários flagelos (seis a oito). 
- Possui dois axóstilos. 
- Possui discos suctórios (ventosas) que 
mantém o parasito na mucosa para que ele se 
alimente. 
- Apresenta forma cística alongada com quatro 
núcleos. 
- Com simetria bilateral. 
 
TRANSMISSÃO: 
Ingestão de cistos contidos nos alimentos e 
água. 
Os cistos são viáveis por até duas semanas no 
ambiente. 
 
FORMAS EVOLUTIVAS: Cisto e trofozoíto. 
 
CICLO BIOLÓGICO: 
A contaminação se dá através da ingestão de 
alimentos ou água contaminados com a forma 
Figura 130. Cistos de Giardia sp. corados 
pelo lugol. Aumento de 400X. 
Figura 131. Forma trofozoíta de 
Giardia sp. 
126
______________________________________________________________________________________________ 
_____________________________________________________________________________________________ 
Livro didático de Parasitologia Veterinária da Universidade Federal de Santa Maria 
Profa Silvia Gonzalez Monteiro 
Flagelados 
cística. No intestino ocorre a liberação dos 
trofozoítos que se multiplicam por fissão binária, 
algumas formas se encistam na mucosa do 
intestino e evoluem até cisto que é eliminado 
com as fezes e que resistem às condições 
adversas do ambiente. O cisto no duodeno após 
fissão binária dá origem a dois trofozoítos. Os 
trofozoítos fixam-se nas células do intestino, se 
encistam, amadurecem e, após, os cistos são 
eliminados para a luz do intestino por onde vão 
ao meio exterior com as fezes. 
 
IMP. EM HIGIENE E SAÚDE PÚBLICA: 
Leva a casos de cólica e diarréia. 
 
PROFILAXIA: 
Limpeza do ambiente, lavar bem os alimentos e 
só beber água filtrada. 
 
III- ORDEM RHIZOMASTIGINA 
FAMÍLIA MASTIGAMOEBIDAE 
GÊNERO Histomonas. 
 
CARACTERÍSTICAS MORFOLÓGICAS: 
-Organismos amebóides e uninucleados. Seu 
único flagelo nasce de um grânulo basal 
próximo ao núcleo. 
 
ESPÉCIE Histomonas meleagridis. 
 
HOSPEDEIRO DEFINITIVO: Galinhas e perus. 
Pode aparecer em codornas, pintos e faisão. 
 
HOSPEDEIRO INTERMEDIÁRIO: Heterakis 
gallinarum. 
 
LOCAL: Mucosa de ceco e no fígado de perus. 
 
TRANSMISSÃO: 
 A ave contamina-se por Ingestão de ovos de 
Heterakis gallinarum (parasita dos cecos das 
aves) contendo o Histomonas no seu interior. 
 
ESTÁGIOS: Trofozoíto. 
 
CARACTERÍSTICAS MORFOLÓGICAS (EM 
CORTE HISTOLÓGICO DE CECO OU 
FÍGADO): 
- Trofozoíta arredondado com núcleo basófilo 
(roxo) e citoplasma negativo (branco). 
- Flagelo não visível. 
- Presença de eosinófilos (rosa). 
 
CICLO BIOLÓGICO: 
O verme Heterakis gallinarum ao se alimentar 
da mucosa do ceco das aves se infecta com o 
protozoário. Quando é feita a postura de ovos 
de Heterakis para o meio ambiente, esses já 
possuem no seu interior os trofozoítos de 
Histomonas. As aves ao se alimentarem podem 
ingerir ovos embrionados desse verme 
(Heterakis) e quando a sua larva eclode e se 
Figura 132. Desenvolvimento da Giardia no 
hospedeiro. 
127
______________________________________________________________________________________________ 
_____________________________________________________________________________________________ 
Livro didático de Parasitologia Veterinária da Universidade Federal de Santa Maria 
Profa Silvia Gonzalez Monteiro 
Flagelados 
fixa no intestino, os parasitas (Histomonas) 
liberam-se e penetram na mucosa do intestino 
onde se reproduzem por fissão binária. Alguns 
trofozoítas migram para o fígado produzindo 
lesões características. 
 
IMPORTÂNCIA EM MEDICINA VETERINÀRIA: 
Pode levar a inflamação do ceco seguida de 
alterações patológicas no fígado 
(enterohepatite), acarretando na queda de 
produtividade do plantel e até morte das aves. 
É uma doença principalmente de aves jovens. 
 
PROFILAXIA: 
Os perus devem ser criados em terrenos que 
não tenham sido utilizados por galinhas, pois as 
galinhas são os principais reservatórios da 
doença já que disseminam o parasito sem 
adoecer. 
 
IV - ORDEM KINETOPLASTIDA 
 
FAMÍLIA TRYPANOSOMATIDAE 
 
GÊNERO Trypanosoma 
 
ESTÁGIOS DE VIDA DO TRYPANOSOMA 
- Forma tripomastigota: Estrutura em forma de 
foice que aparece sempre em esfregaço de 
sangue e em hospedeiro vertebrado. Apresenta 
flagelo livre na extremidade anterior, membrana 
ondulante, um núcleo central, cinetoplasto e 
blefaroplasto (local exato onde o flagelo se 
forma). 
 
- Forma opistomastigota: Estrutura em forma de 
foice que apresenta cinetoplasto posterior 
próximo ao núcleo e flagelo livre sem membrana 
ondulante. 
 
- Forma epimastigota: Estrutura em forma de 
foice onde o cinetoplasto é anterior e aparece 
próximo ao núcleo. 
 
- Forma promastigota: estrutura em forma de 
foice que aparece em cultura de células e em 
hospedeiro invertebrado. Ë uma forma 
alongada, onde o flagelo não forma membrana 
ondulante, o cinetoplasto fica na extremidade 
anterior, longe do núcleo e este é central. 
 
- Forma esferomastigota: Estrutura arredon-
dada que aparece dentro de células que possui 
um núcleo central e um cinetoplasto e ainda um 
pequeno flagelo. 
 
- Forma amastigota: Estrutura arredondada que 
aparece dentro das células e por isso não 
necessita de movimento, logo não apresenta 
flagelo. Possui um núcleo central e um 
cinetoplasto em forma de bastão. Sempre em 
hospedeiro vertebrado. 
 
REPRODUÇÃO: 
Figura 133. Forma tripomastigota 
do Trypanosoma cruzi. 
128
______________________________________________________________________________________________ 
_____________________________________________________________________________________________ 
Livro didático de Parasitologia Veterinária da Universidade Federal de Santa Maria 
Profa Silvia Gonzalez Monteiro 
Flagelados 
Assexuada por divisão binária. 
 
TRANSMISSÃO: 
Inoculativa ou contaminativa. 
 
ESPÉCIES DE TRYPANOSOMA 
SEÇÂO STERCORARIA \u2013 transmitido através 
das fezes 
 
I - Trypanosoma cruzi 
 
HOSPEDEIROS: Humanos, primatas, cães e 
gatos. 
 
VETORES: Hemípteras (barbeiros). 
 
CARACTERÍSTICAS MORFOLÓGICAS: 
1. Forma tripomastigota (circulante): 
- Forma de C. 
- Extremidades pontiagudas. 
- É a fase contaminativa para o hospedeiro. 
- Núcleo central grande (se cora em roxo). 
- Presença de membrana ondulante e flagelo. 
- Cinetoplasto grande e próximo a extremidade 
posterior (se cora em roxo). 
 
2. Forma amastigota (tecidual): 
- Possui forma arredondada. 
- Encontrada nos tecidos (principalmente na 
musculatura cardíaca), é a fase de 
multiplicação. 
- Núcleo não tão grande. 
 
CICLO BIOLÓGICO do T. CRUZI: 
O barbeiro ingere as formas circulantes 
(tripomastigotas) ao picar o hospedeiro 
contaminado e no tubo digestivo o protozoário 
se multiplica, se transforma em promastigota, 
depois passa a epimastigota e no final do trato 
digestivo forma-se a forma infectante 
(tripomastigota metacíclica). Para infectar, ao se 
alimentar à noite no hospedeiro ele defeca 
próximo a picada (Trypanosoma da secção 
stercoraria - transmissão contaminativa). Há 
calor e inchaço no local da picada e o 
hospedeiro ao se coçar faz com que as fezes 
contaminadas com tripomastigotas penetrem na 
ferida. No tecido retículo
Kiara
Kiara fez um comentário
alguem poderia me enviar por email, pfvr?? obrigada kiara-nc@hotmail.com
0 aprovações
Juliana
Juliana fez um comentário
Como faço download?
0 aprovações
Isabella
Isabella fez um comentário
teria como por gentileza me enviar este material por email ?
0 aprovações
Gianini
Gianini fez um comentário
Consegui fazer download e o material é de ótima qualidade
1 aprovações
Carregar mais