aula_19
7 pág.

aula_19


DisciplinaDireito Civil II12.527 materiais130.772 seguidores
Pré-visualização2 páginas
Social \u2013 Direito)
O regime econômico se estrutura mediante as relações obrigacionais; assim, por meio do direito das obrigações, se estabelece também a autonomia da vontade entre os particulares na esfera patrimonial. Pode-se afirmar que o direito das obrigações exerce grande influência na vida econômica, em razão da inegável constância das relações jurídicas obrigacionais no mundo contemporâneo; ele intervém na vida econômica, nas relações de consumo sob diversas modalidades e, também, na distribuição dos bens. O direito das obrigações é, pois, um ramo do direito civil que tem por fim contrapesar as relações entre credores e devedores. Consiste em um complexo de normas que regem relações jurídicas de ordem patrimonial e que têm por objeto prestações (dar, restituir, fazer e não fazer) cumpridas por um sujeito em proveito de outro.
A partir das idéias apresentadas no texto acima, julgue como CERTO ou ERRADO os seguintes itens, acerca do direito das obrigações.
1. O fiador que paga a dívida em seu próprio nome não se sub-roga nos direitos do credor.
Sugestão de gabarito \u2013 ERRADO - A sub-rogação é uma forma de pagamento, o qual é mais uma das formas de extinção de uma obrigação.
Há dois tipos de sub-rogação: a real e a pessoal. A sub-rogação real caracteriza-se pela substituição do objeto, da coisa devida, onde a segunda fica no lugar da primeira com os mesmos ônus e atributos.
Já a sub-rogação pessoal trata-se da substituição de uma pessoa por outra, onde a segunda fica no lugar da primeira, com os mesmos direitos e ações cabíveis. O Código Civil, ao tratar do pagamento com sub-rogação, refere-se à sub-rogação pessoal.
O exemplo de sub-rogação é o caso da questão que trata do fiador que paga ao credor a dívida do devedor.
Ele não era absolutamente responsável pela dívida, mas se o devedor não a paga deverá ele pagá-la. Como co-responsável pela dívida, ou seja, como terceiro interessado, o fiador se antecipa ao devedor insolvente pagando a dívida, e colocando-se no lugar do credor, em relação ao qual a dívida se extingue. Art. 985, III. 
QUESTÃO OBJETIVA
Assinale a opção CORRETA de acordo com o Código Civil brasileiro:
(A) A sub-rogação objetiva ou real ocorre pela substituição de uma das partes, sem a extinção do vínculo obrigacional.
(B) Caso o sub-rogado não consiga receber a importância devida, ele poderá cobrá-la do credor original.
(C) Aplica-se à dação em pagamento o regime jurídico dos vícios redibitórios.
(D) Opera-se novação quando o devedor oferece nova garantia ao credor.
 
Gabarito sugerido: C
Comentário:
Letra A \u2013 Errada (Sub-rogação real é a substituição de uma coisa por outra com os mesmos ônus e atributos).
Letra B \u2013 Errada (Salvo convenção em sentido contrário, o sub-rogado não dispõe de ação contra o credor para obter reembolso em caso de insolvência do devedor).
Letra C \u2013 Certa (CC, art. 357: Determinado o preço da coisa dada em pagamento, as relações entre as partes regular-se-ão pelas normas do contrato de compra e venda \u2013 incluídas aí as normas referentes aos vícios redibitórios).
Letra D \u2013 Errada (A novação pressupõe a criação de uma nova relação jurídica com o objetivo de substituir e extinguir uma obrigação anterior).
Ficamos por aqui! 
Não esqueça de ler o material didático para a próxima aula e de fazer os exercícios que estão na webaula.