A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
Exemplo de Anamnese COMPLETA

Pré-visualização | Página 2 de 2

colecistectomia em 1997, no Hospital Edson
Ramalho, que, segundo a paciente, resultou num quadro de anemia hemolítica.
Refere, também, um parto cesáreo, em 1988. Foi hospitalizada por 2 vezes: a
primeira em 1996, no Hospital Edson Ramalho, devido à “crise de vesícula”; a
segunda em 2005, no mesmo hospital, em decorrência de complicações da
anemia hemolítica, ocasião em que foi submetida a uma hemotransfusão.
Medicações de uso contínuo: vide HDA. 
7. ANTECEDENTES FAMILIARES: Possui quatro filhos, o mais velho com 25
anos e o mais novo com 20 anos, todos saudáveis, exceto um deles, que possui
epilepsia. Cônjuge de 64 anos possui cardiopatia chagásica crônica,
apresentando cardiomegalia. Paciente afirma que o nervosismo do marido,
devido à doença, interfere no seu estado emocional. Nega alguma tendência
familiar para doenças específicas. Irmão possui HAS, mãe faleceu de câncer de
útero, etilismo em vários membros da família (mãe, irmã, irmão). Nega casos na
família de diabetes mellitus, acidente vascular encefálico, doenças coronarianas,
morte súbita, tuberculose, asma brônquica e doenças mentais. 
8. ANTECEDENTES SOCIAIS: Reside em casa de alvenaria, com cinco
cômodos, onde moram outras 3 pessoas. Há saneamento básico, tratamento da
água e coleta de lixo. Nega ter morado em locais prejudiciais à saúde. Relata ter
uma alimentação equilibrada com ingestão de carne, leite, ovos, cereais,
hortaliças e frutas. Adota uma dieta rica em ferro, conforme orientação médica.
Ingere vários copos de água por dia, mas não soube especificar quantos. Possui
ensino fundamental completo em curso supletivo; sempre trabalhou como
empregada doméstica (diarista), sem horário de trabalho fixo; afirma ter um
bom ajustamento profissional. Católica, sem problemas de relacionamento
familiares, possui muitos amigos, no entanto relata sentir solidão algumas vezes
desde o início da alteração do seu estado de saúde. Nega qualquer tipo de
ressentimento. Sua maior preocupação atualmente consiste em obter a cura
completa da sua doença e restabelecer sua saúde. Refere que a dor é o motivo
que lhe causava, e ainda causa, maior grau de estresse desde antes de sua
internação no HU. Nega algum fator estressante agudo ou crônico na sua
família ou no seu meio; nega perdas importantes; revela sentir-se
completamente realizada; nega qualquer expectativa frustrada. Foi tabagista
por vários anos, tendo parado de fumar há 10 anos, consumia, juntamente com
o marido, cerca de três carteiras por dia. Nega etilismo, uso de drogas, contato
com o triatomíneo, contato com animais domésticos recente. É sedentária, tem
sono comprometido devido à “dor nas costas”, dorme cerca de 2 ou 3 horas por
dia. Seu lazer é vender guloseimas em um “fiteiro” que possui em frente à sua
casa. Nega viagens a zonas endêmicas.