A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
Queixas frequentes de recém nascidos

Pré-visualização | Página 1 de 1

QUEIXAS FREQUENTES DE RN
LEITE FRACO/NÃO SUSTENTA
Leite materno NUNCA é fraco. Ele tem calorias, gordura, proteína, vit, e outros na dose CERTA.
· Importância: desenvolvimento, laços afetivos, ⬇️ infecções, ⬇️ chance de DM, Leucemia, Asma, Rinite, Otite 
· Como saber se leite está suficiente
· ativo
· Diurese boa – clara e frequente (> ou = 6x/24h)
· Crescimento e DNPM adequados.
· Sinais de saciedade
· Quando indicar Fórmula: não há leite suficiente, não está ganhando peso, mãe não quer/não pode
· ⬇️ do Leite: pode ser por várias razões, mas >> consegue reverter se manejo adequado
· Exclusividade: até 6 meses
Obs 2. Cor, composição e sabor pode variar de acordo com dieta da mulher 
Obs 3. Colostro tem + proteínas e é rico em Ac
GOLFADAS FREQUENTES
Pode ser 2 coisas
1. Refluxo Gastroesofágico fisiológico (RGF) ou regurgitação do Lactente
· NORMAL: 60% tem
· Até +- 18º mês, pp até 6º, depois ⬇️
· Causa: imaturidade do corpo —> esfíncter costuma ficar relaxado
· Não é preocupante se não tem outros sintomas, mesmo sendo frequente
· Tto (Orientações): evitar roupa apertada, posição vertical após mamar, elevar cabeceira, espessar dieta/fórmulas (Não ⬇️ se refluxos ácidos)
2. Doença do Refluxo Gastroesofágico
 
· Diagnóstico: Critérios de Roma IV
2 características obrigatórias em um lactente saudável entre 3 sem e 12 meses:
1. 2 ou + episódios diários de regurgitação por pelo menos 3 semanas
2. Ausência de náusea, hematêmese, aspiração, apneia, déficit de ganho ponderal, dificuldade para alimentar ou deglutir, postura anormal.
· Sintomas
· Causas: pp ⬆️ relaxamentos transitórios do EEI
· Diagnóstico: pp clínico, mas tem exames dependendo da suspeita da causa, como: EDA, pHmetria esofágica de 24h, impedanciometria intraluminal esofágica, REED (suspeita de hérnia, estenose, volvo), US (suspeita de estenose hipertrófica piloro, má-rotação intestinal)
· Tto em lactante: = RGF + cortar proteína do leite de vaca* para excluir diagnóstico diferencial (alergia), Antiácidos e procinéticos (uso criterioso em situações graves), mas há argumentos contra tto medicamentoso em lactente
* Se for aleitamento excluisvo: tira da dieta da mae. Se fórmula:  usar as extensamente hidrolisadas da PLV ou à base de aminoácidos.
· Tto em criança/adolescente
Não farmacológico: emagrecer, elevar cabeceira, evitar comer antes de deitar, ⬇️ chocolates, apimentados, refri, cafeína, frituras, gorduras, evitar beber e fumar
Farmacológico
- Inibidores de receptor H2 (Simetidina)*: uso empírico 4-6 sem para casos leves ou moderados
- Inibidores de bomba de próton (Omeprazol)*: + efetivo que inibidores H2.
- Procinéticos: sem ação consistente
- Cirurgia: casos selecionados
* Reduz produção de ácido gástrico 
Esqueminhas
NARIZ ENTUPIDO
Pode gerar dificuldade respiratória, Dif para mamar (engasgos e pausas para respirar) 
Tto: Soro fisiológico nasal (efeito mecânico: só LAVA), aspiração, retirar as secreções, elevar cabeceira e outras medidas antirrefluxo.
Diagnóstico diferencial em RN: sífilis congênita em rinite serohemorrágica, infecção por Chlamidia trachomatis, anomalias anatômicas (atresia de coana - + comum, cisto do ducto nasolacrimal..) 
CÓLICAS
Nao é doença, é uma fase
· Uma das causas + comuns de choro nos 3 primeiros meses
· Início: +- 2ª sem de vida e melhora +- 4º mês 
· Gg entre 18-22h.
· Choro de cólica: face congesta, contrai músculos abdominais, encolhe pernas. Ele persiste por algum tempo e para espontaneamente
· Fatores envolvidos: amamentação incorreta, deglutir ar, fórmula muito [], alergia alimentar, ansiedade materna
· Tto: 0 Remédios, só dicas:
· MASSAGEM (Flexionar as coxas sobre barriga): melhor 
· Enrolar em manta 
· Dar banho morno ou compressas na barriga
Obs. Remédios “contra gases” e analgésicos têm ⬇️ eficácia. Um dos únicos que melhora UM POUCO é Simeticona. 
BOLINHAS E MANCHAS NA PELE
· Miliária 
· Causa: obstrução dos canais sudoríparos em temp ⬆️ (acúmulo de suor)
· Tto: resfriar e secar áreas, evitar suor , pouca roupa
· Tipos: depende de quão superficial é a obstrução 
· Cristalina 
· Obstrução: córnea (+superficial)
· Lesoes: translúcidas e sem inflamação
· >> Assintomática e autolimitada
· Rubra/Grotoeja
· Obstrução: epiderme 
· Lesoes: pápulas eritematosa
· Sempre pruriginosa 
· Pustulosa
· Obstrução: epiderme (+profunda)
· Lesoes: pústulas
· Monilíase/candidíase perineal
· Lesões: Eritema vermelho vivo, bordas elevadas, margem nítida com escamas brancas nas bordas e pequenas lesões pustulosas
· Tto: antifúngico tópico (nistatina ou miconazol creme), antifúngico oral se também na cavidade oral 
· Dermatite irritativa de contato da fralda
· Tto: trocar fraldas + vez, expor pele ao ar, cremes de barreira (óxido de zinco) e corticoide de ⬇️ potência se muito eritema 
Obs. Como diferenciar de irritação pela frauda: caso não melhore com tto e gg dermatite poupa as dobras (área que xixi/coco não tem contato com pele
· Mancha salmão
· Pp na nuca e glabela
· Melhora com o tempo
· Mancha mangólica
· Melhora com tempo
· Pp no bumbum mas pode ser em outros lugares
· Dermatite seborreica
· Dermatose inflamatória com períodos de exacerbação e remissão: gg após 15 dias, pico aos 3 meses e ⬇️ após 1 ano 
· Cor salmão nas pregas inguinais, cervicais e axilares e escamas amareladas no couro cabeludo (crosta láctea), sem vesículas ou exsudação
Obs. Assadura não é descuido
ICTERÍCIA 
· 60%-80% dos RNs
· Causa: alterações no metabolismo da bilirrubina ➡️ Bilirrubina total > 2,5-3 mg/dL
· Metabolismo da bilirrubina
Obs. Bilirrubina indireta/não conjugada: lipossolúvel
 Bilirrubina direta/conjugada: hidrossolúvel
· Alterações + frequentes do metabolismo
· BI: ⬆️ Produção, ⬇️ Captação ou Conjugação 
· BD: ⬇️ Secreção 
· Icterícia por ⬆️ da BI
· Gg FISIOLÓGICA
· Aparece no 2º ou 3º dia de vida, pico máximo entre 4º e 5º dia, com melhora no final da 1ª semana ou até final da 2ª sem.
· Causas: ver reticulocitos 
· Reticulocitos aumentados: ⬆️ Produção por hemólise, cefalohematoma, hiperesplenismo..
· Reticulocitos normais: ⬇️ Captação por jejum, sepse e alguns fármacos..
· Reticulocitos normais: ⬇️ Conjugação por atv. Enzimática por doenças hereditárias ou adquiridas (Leite materno* e Síndromes**) 
· Relacionada ao leite materno*
· Inicia após 4º dia de vida, tem pico máximo na 2ª sem e fica até a 8ª sem ou além da 10ª em lactentes em aleitamento materno exclusivo
· BI raramente excede 12 mg/dL.
· Relacionada a mutações genéticas no gene da UGT**
· Síndrome de Crigler–Najjar (tipo I e II)
· Síndrome de Gilbert
· Icterícia por ⬆️ da BD
· SEMPRE patológica
· Causa: Colestase (⬇️ ou interrupção da secreção biliar) por Doença no fígado ou vias biliares
· Quadro URGENTE 
· Rara
· Sintomas: icterícia, hipocolia ou acolia fecal, colúria, prurido e xantomas
· Exames: ⬆️ BD, ⬆️ Enzimas canaliculares (gamaglutamiltransferase/GGT e fosfatase alcalina/FA) e ⬆️ ácidos biliares e colesterol
· Todo RN ou lactente com BD > 1,0 mg/dl ou persistência de icterícia > ou = 14 dias, precisa investigar 
· Pode dar sangramentoS, como hemorragias intracranianas
· Após identificar, descobrir causa (obstrutiva ou não) e tto (clínico ou cirúrgico) 
RESUMINHO
Obs. CUIDADO: Ictericia precoce (<24h de vida) tem que suspeitar de D. hemolítica 
CONCEITOS 
· RNT: recém nascido a termo 
· AIG: apropriado idade gestacional 
· Lactente: 28 dia até 2 anos

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.