Esquema_Trabalhista_Terceirizacao
15 pág.

Esquema_Trabalhista_Terceirizacao


DisciplinaDireito do Trabalho I30.676 materiais491.610 seguidores
Pré-visualização5 páginas
de 15 meses nos últimos 24 meses, contados da data de sua dispensa sem justa causa. 
O valor do seguro será de 1 salário mínimo, pelo período máximo de três meses, de forma contínua ou alternada, a cada período aquisitivo de 16 meses. 
O requerimento deverá ser contado a partir da data da dispensa de 7 a 90 dias.
Documentos necessários: 
CTPS 
Termos de rescisão do contrato de trabalho (período de pelo menos 15 meses)
Comprovante de recolhimento da contribuição previdenciária e do FGTS (estas contribuições podem ser de empregadores diferentes, contato que atendam os requisitos temporais)
Declaração de que não está em gozo de nenhum benefício de prestação continuada (exceto o auxílio-acidente e pensão por morte)
Declaração de que não possui renda própria e de qualquer natureza, suficiente à sua manutenção e de sua família.
	
EMPREGADOS
	Requisitos
 essenciais
	
pessoa física ( serviços prestados pela pessoas jurídicas são regulados pelo Direito Civil
continuidade ( não eventual, prestação contínua, habitualidade, prestação sucessiva, não significa necessariamente trabalho diário. 
subordinação
econômica
técnica
hieráquica
jurídica ( a que mais interessa à caracterização do empregado, em decorrência da qual se sujeita a receber ordens, a ser dirigido pelo empregador. 
salário (onerosidade) ( a gratuidade deve se inerente à natureza do serviço.
a prestação gratuita de serviços eminentemente onerosos, serviços que normalmente são 
pessoalidade
	Requisitos não-essenciais
	alteridade ( o empregado presta serviços por conta alheia. O empregado pode participar dos lucros da empresa, mas não dos prejuízos
alheamento ao risco da empresa
exclusividade 
	Contrato de trabalho
Individual
	
bilateral ( não se prende ao fato de existir duas pessoas (o empregado e o empregador), mas sim por gerar obrigações para ambas as partes
comutativo ( a um dever do empregado corresponde um dever do empregador
sinalagmático ( as partes se obrigam entre si, com a satisfação de obrigações recíprocas
de trato sucessivo ( deve haver continuidade de serviços, não é instantâneo, não se exaurindo no cumprimento de uma única prestação
contrato de atividade ( o empregado exerce poder de direção sobre a atividade do obreiro, não havendo contrato de resultado. 
	Empregados especiais
	altos empregados 
diretores de sociedades 
Na sociedade anônima, o diretor é órgão da empresa. Nenhum diretor de sociedade anônima, enquanto investido no respectivo mandato, poderá ser empregado (se o diretor for selecionado do quadro de empregados da empresa, seu contrato, enquanto permanecer diretor ficará SUSPENSO)
nas sociedades de capital e indústria a ocupação de cargo de direção simplesmente técnica indicia a existência da relação de emprego.
Para a Previdência social 
diretor empregado ( segurado empregado
diretor não empregado ( segurado contribuinte individual (empresário)
membro do Conselho de Administração ( contribuinte individual (empresário)
membro do Conselho Fiscal da sociedade por ações (inclui as S.A. e outras sociedades por ações) ( contribuinte individual (autônomo)
Trabalhador em domicílio ( o elemento subordinação será o primeiro a perquirir-se para chegar á classificação do trabalhador.
Teletrabalho 
atividade de produção ou de serviço que permite o contato à distância entre o apropriador e o prestador da energia pessoal
	
DIRETOR DE SOCIEDADE
	Posições jurisprudenciais
	seis posições:
o exercício do cargo de diretor não importa a suspensão do contrato de trabalho 
Posição do STF
\u201cO empregado eleito para ocupar cargo de diretor tem o respectivo contrato de trabalho SUSPENSO, salvo se permanecer a subordinação jurídica inerente à relação de emprego\u201c
persistindo a subordinação inerente à relação de emprego, o vínculo empregatício subsiste
pode haver concomitância das duas funções, de diretor e de empregado, permanecendo inalteradas as atribuições anteriores
o fato de o empregado ser eleito diretor faz com que o contrato de trabalho fique suspenso ( Enunciado 269 : \u201c O empregado eleito para ocupar cargo de diretor tem o respectivo contrato de trabalho suspenso, não se computando o tempo de serviço deste período, salvo se permanecer a subordinação jurídica inerente à relação de emprego\u201d.
o diretor é subordinado ao conselho de administração das sociedades anônimas, configurando, dessa forma, o vínculo empregatício
o diretor tem sua situação regida pela lei das sociedades anônimas, não sendo empregado
	Existência de Conselho de Administração
	Havendo Conselho de Administração na companhia, o diretor não responde diretamente perante a Assembléia Geral. 
	Diretor eleito por ser detentor de capital
	Se o diretor é eleito para a Diretoria por ser detentor do capital, dono do negócio ou acionista controlador, não será empregado, mas será regido pela legislação comercial. 
Posição do TST: \u201c o fato de o empregado ser elevado à condição de diretor, por eleição da assembléia geral da sociedade empregadora, não determina a perda daquela qualidade, a não ser que comprove que ele é proprietário de ações a tal ponto que configure vultoso capital, e a qualidade de proprietário das ações tenha sido o motivo primordial de sua investidura\u201d
	Diretor de sociedade limitada
	Posição do TST: \u201co diretor de sociedade limitada, que não é sócio quotista, só pode empregado para todos os efeitos legais, ainda quando já tinha vínculo empregatício anterior com outra empresa do mesmo grupo\u201d
	Direito a horas extras
	Quando o diretor possui procuração da empresa, podendo admitir e dispensar funcionários, tendo padrão mais elevado de vencimentos, mas ainda é subordinado a alguém na empresa, existe o vínculo empregatício. Apenas o empregado, não teria direito a horas extras, caso as prestasse.
	CONTRATOS QUE SE ASSEMELHAM AO CONTRATO INDIVIDUAL DE TRABALHO 
	
	REPRESENTAÇÃO COMERCIAL
	CONTRATO INDIVIDUAL DE TRABALHO
	
	necessidade de inscrição no Conselho de Registro ( elemento relativo à inscrição, não gera um efeito constitutivo de direito, mas apenas declaratório
constituição de empresa ou microempresa ( se a finalidade é fraudar a aplicação da legislação trabalhista, pois na verdade, o serviço é prestado pela pessoa física e não pela jurídica, pode existir o vínculo de emprego, desde que haja subordinação.
	
	
	Cláusula Del credere ( espécie de cláusula assecuratória do contrato de comissão mercantil. Tem natureza de cláusula de garantia ou espécie de seguro. Incompatível com o contrato de trabalho, pois o empregado não pode ser solidário pelo inadimplemento do comprador
	O empregado não responde pelos riscos da atividade do empregador.
	
	
	
TRABALHADOR TEMPORÁRIO
EMPREGADO CONTRATADO POR PRAZO DETERMINADO
LEI ESPECIAL
CLT
O trabalhador é empregado da empresa de trabalho temporário, embora preste serviços nas dependências da empresa tomadora	
Empregado da própria empresa onde presta trabalho
Os dois contratos são por prazo determinado
direitos não previstos na CF.
proibida a contratação de estrangeiros com visto provisório de permanência no país
direitos previstos na CF.
LAVOURA
04 horas
20 horas
PECUÁRIA
\ufffdPAGE \ufffd
\ufffdPAGE \ufffd15\ufffd