Ciência do Ambiente - Exercícios Biomas Brasileiros

@ciencia-do-ambiente ESTÁCIO

Pré-visualização

COLÉGIO SALESIANO DOM BOSCO

				Campo Grande, _______ de __________________________de 2007.

			Aluno(a)_____________________________________________ Nº_______.

			Série:_____do Ensino Médio  Turma: ________	     NOTA E VISTO DO PROFESSOR
	Prof.  Airton

Lista de Exercícios – Biomas Brasileiros
OBS: As alternativas apresentadas em vermelho correspondem a resposta correta.



01. Xeromorfismo é a aparente adaptação das plantas às condições de falta de água, mas pode também ser devida à falta de nutrientes no solo. Assim pode-se encontrar xeromorfismo aparente:

a) nos campos limpos, no cerrado e na vegetação de brejo.

b) nos desertos, nas epífitas das matas e na vegetação de restinga.

c) na mata amazônica, na mata atlântica, e no cerrado.

d) na vegetação halófita, nos manguezais e nos campos limpos.

e) nos campos limpos, nos cocais e no cerrado.

02. São mamíferos típicos da fauna dos cerrados do Brasil:

a) ema, lobo-guará, onça-pintada.

b) tamanduá-bandeira, lobo-guará, tatu-canastra.

c) veado-campeiro, zebra, tamanduá-bandeira.

d) onça-pintada, ema, tamanduá-bandeira.

e) veado-campeiro, avestruz, tatu-canastra.


03. FUVEST. Observe o mapa a seguir onde estão representadas paisagens brasileiras. Plantas com as partes aéreas adaptadas para diminuir a perda d'água e árvores de pequeno porte com raízes muito profundas são elementos característicos da vegetação, nas regiões:


a) 4 e 7

b) 6 e 2

c) 3 e 6

d) 2 e 7

e) 4 e 2


04. UNICAMP. Mapas de vegetação, como o apresentado a seguir, fornecem a distribuição supostamente original das formações vegetais brasileiras. Identifique, através dos números, as regiões de Mata Atlântica, Cerrado e Caatinga, mencionando um aspecto da vegetação que caracteriza cada uma dessas formações.
�


Mata Atlântica (6) - muita umidade possui vegetação densa, com musgos, samambaias e árvores.


Cerrado (2) - vegetação rasteira com galhos retorcidos devido à pobreza do solo em nutrientes.


Caatinga (5) - arbustos retorcidos, vegetação rasteira e cactáceas (plantas xerófitas), devido à aridez do solo.

�


05. UNESP. As queimadas vêm destruindo grande parte de nossas formações vegetais que ainda constituem redutos da vegetação primária no país. No entanto, um tipo de vegetação apresenta alguns mecanismos de adaptação que possibilitam a sua sobrevivência após o fogo. Essa formação vegetal é conhecida como:

a) mangue

b) Mata Atlântica

c) mata ciliar

d) cerrado

e) restinga


06. FAAP Região brasileira de campos alagados que se estende ao Paraguai e à Bolívia; quando as cheias terminam apresentam campos férteis. A região descrita é:

a) mata atlântica

b) hiléia amazônica

c) campos de cerrado

d) mata de araucária

e) pantanal


07. A qual das regiões fitogeográficas brasileiras se referem as características a seguir:


- Presença de vegetação exuberante, alta, com grande concentração de plantas epífitas, como orquídeas e bromélias

- Alto índice pluviométrico anual

- Sua área corresponde a 40% do território nacional


a) caatinga

b) hiléia amazônica

c) pantanal

d) cerrado

e) mata atlântica


08. FEI. Um aluno da FEI viajou pelo estado do Ceará em época de seca e descreveu a vegetação como sendo constituída por árvores baixas e arbustos com poucas folhas em decorrência da seca, além de muitas cactáceas. A descrição refere-se à vegetação:

a) do pantanal

b) do cerrado

c) do pampa

d) da mata de araucárias

e) da caatinga

09. FEI. Associe a cada estado brasileiro o tipo de vegetação aí muito comum.

�

1) hiléia

2) caatinga

3) cerrado

4) floresta de araucária


(     ) Maranhão

(     ) Minas Gerais

(     ) Santa Catarina

(     ) Acre

�

A relação numérica, de cima para baixo, que estabelece a seqüência correta de estados é:

a) 1, 2, 3, 4

b) 2, 3, 4, 1

c) 3, 4, 1, 2

d) 4, 1, 2, 3

e) 1, 2, 4, 3

10. PUCCAMP. Considere as características a seguir.

I- Epiderme com cutícula espessa.

II- Presença de parênquima aqüífero.

III- Presença de lenticelas nas raízes.

IV- Estômatos fechados durante o dia e abertos à noite.

Em regiões secas e áridas, como desertos e caatingas, é de se esperar que as plantas apresentem

a) apenas I, II e III

b) apenas I, II e IV

c) apenas I, III e IV

d) apenas II, III e IV

e) I, II, III e IV


11. MACK. Em relação aos ecossistemas brasileiros, são feitas as afirmações:

I- Presença de animais adaptados a correr, saltar ou escavar e predominância de plantas gramíneas.

II- Presença de animais com hábitos noturnos e plantas xerófitas.

III- Presença de árvores tortuosas e esparsas com características xeromórficas, porém sem problema drástico com a relação à água.

IV- Ecossistemas predominantes no Brasil.


As afirmações que melhor caracterizam os ecossistemas CAMPOS, CERRADOS e CAATINGA são:

a) I, II e III.

b) I, II e IV.

c) I e II.

d) II e III.

e) II, III e IV.

12. Em relação à Floresta Amazônica são feitas três afirmativas:

I - Na Floresta Amazônica, o solo é pouco profundo e é formado principalmente por camada de argila e areia.

II - A fertilidade do solo da Floresta Amazônica depende da queda de folhas, ramos e frutos que, com o tempo, formam o húmus.

III - As chuvas, freqüentes na região Amazônica, conseguem arrastar para longe a camada de húmus.


Dessas afirmativas,

a) apenas a I é correta.

b) são corretas apenas a I e a II.

c) I, II e III são corretas.

d) apenas a II e a III são corretas.

e) são corretas apenas a I e a III.

13. Em determinada formação vegetal brasileira, o estudo das relações solo/vegetação evidenciou que o aspecto característico das plantas que a formam se deve NÃO à falta de água (apesar de uma estação seca pronunciada, há razoável umidade no solo a partir de dois metros de profundidade) e sim, a um solo pobre em nutrientes, ácido e com um alto teor de alumínio, o que provoca o denominado "escleromorfismo oligotrófico aluminotóxido".

O texto anterior se refere a que tipo de vegetação?

a) Mata de restinga

b) Caatinga

c) Cerrado

d) Mata com araucária

14. ENEM. Apesar da riqueza das florestas tropicais, elas estão geralmente baseadas em solos inférteis e improdutivos. Grande parte dos nutrientes é armazenada nas folhas que caem sobre o solo, não no solo propriamente dito. Quando esse ambiente é intensamente modificado pelo ser humano, a vegetação desaparece, o ciclo dos nutrientes é alterado e a terra se torna rapidamente infértil.

	(CORSON, Walter H, "Manual Global de Ecologia", 1993)


No texto anterior, pode parecer uma contradição a existência de florestas tropicais exuberantes sobre solos pobres. No entanto, este fato é explicado pela

a) profundidade do solo, pois, embora pobre, sua espessura garante a disponibilidade de nutrientes para a sustentação dos vegetais da região.

b) boa iluminação das regiões tropicais, uma vez que a duração regular do dia e da noite garante os ciclos dos nutrientes nas folhas dos vegetais da região.

c) existência de grande diversidade animal, com número expressivo de populações que, com seus dejetos, fertilizam o solo.

d) capacidade de produção abundante de oxigênio pelas plantas das florestas tropicais, considerado os "pulmões do mundo".

e) rápida reciclagem dos nutrientes potencializada pelo calor e umidade das florestas tropicais, o que favorece a vida dos decompositores.


15. PUCCAMP. Chegariam a uma terra desconhecida e civilizada, ficariam presos nela. E o sertão continuaria a mandar gente para lá. O sertão mandaria para cidade homens fortes, brutos, como Fabiano, Sinha Vitória e os dois meninos.	G. Ramos, "Vidas Secas"

A caatinga, adaptada às condições naturais sertanejas, é uma vegetação que apresenta

a) árvores de caules retilíneos, folhas perenes e raízes pouco profundas.

b) grandes arbustos, com folhas largas e poucos galhos.

c) espinhos e raízes aéreas para absorver a umidade do ar.

d) folhas perenes, espinhos e raízes tabulares.

e) queda das folhas na estiagem, espinhos e raízes profundas.

16. UFSC.  Em 1500, quando o Brasil foi descoberto, a Mata Atlântica era uma impressionante floresta, densa e rica em variedade

Ainda não temos comentários aqui
Seja o primeiro!