filosofia e etica av2
3 pág.

filosofia e etica av2


DisciplinaAlgoritmos14.809 materiais172.684 seguidores
Pré-visualização1 página
Avaliação On-Line
Avaliação: AV2.2012.2EAD-FILOSOFIA E ÉTICA-EDU0227
Disciplina: EDU0227 - FILOSOFIA E ETICA
Tipo de Avaliação: AV2
Aluno: 200902007702 - CINTIA ROSA DOS SANTOS
Nota da Prova: 5 Nota do Trabalho: Nota da Participação: 2 Total: 7
Prova On-Line
Questão: 1 (179768)
Quais são os conceitos que afastam Agostinho dos gregos? Pontos da Questão: 0,5
A conduta moral pensada como irracional ou consciente.
O valor da experiência pessoal, a interioridade, da vontade e do amor.
As condutas visíveis que eram julgadas virtuosas ou viciosas.
A mudança, a permanência, a repetição, a desaparição dos seres.
A filosofia moral localizava a conduta ética nas ações e nas atitudes visíveis do agente moral.
Questão: 2 (179688)
A frase \u201cA ação mais alta da vida livre é nosso poder para avaliar os valores\u201d é do filósofo que
primeiro sistematizou a disciplina filosófica chamada ética: Pontos da Questão: 0,5
Aristóteles.
Nietzsche
Sartre
Kant
Platão
Questão: 20111eadcel0127discursiva6002 (179749)
3 - O que significa determinismo, livre-arbítrio e liberdade de escolha. Pontos da Questão: 1,5
Resposta do Aluno:
Determinismo - Não existe escolha, tudo esta determinado. Não existe vontade própria. Livre
arbitrio - liberdade de escolha,pode-se escolher que o que fazer, quais caminhos seguir. Decidimos
por nossa vontade. liberdade de escolha - Live arbitrio, pode se escolher que caminho seguir.
Gabarito:
Determinismo: É o termo científico empregado, a partir do século XIX, para referir-se ás relações
causais necessárias que regem a realidade conhecida e controlada pela ciência e, no caso da
ética, para referir-se ao ser humano como objeto das ciências naturais. Necessidade, fatalidade,
determinismo significam que não há lugar para a liberdade, porque o curso das coisas de nossa
vida já esta fixado, sem que nelas possamos interferir. Livre-arbítrio: Aquele que tem em si mesmo
o princípio para agir e não agir, isto é,aquele que é causa interna de sua ação ou da decisão de
não agir. Quando o indivíduo está impedido de agir livremente em suas ações, ou seja, quando as
determinações internas ou externas impedem alguém de decidir com seu livre-arbítrio como nas
coações externas e internas. Liberdade de escolha: É a autodeterminação. Assim como é
conservada a idéia de que é livre aquele que age sem ser forçado nem constrangido por nada ou
por ninguém, e, portanto age espontaneamente por uma força interna própria. Não somos livres
para escolher tudo, mas o somos para fazer tudo que esteja de acordo com nosso ser e nossa
capacidade de agir; graças ao conhecimento que possuímos de nos mesmos e das circunstâncias
em que vamos agir.
9/4/aaaa Visualização de Prova
sia.estacio.br/portal/prt0010a.asp?p1\u2026 1/3
Fundamentação do Professor:
Determinismo: É o termo científico empregado, a partir do século XIX, para referir-se ás
relações causais necessárias que regem a realidade conhecida e controlada pela ciência
e, no caso da ética, para referir-se ao ser humano como objeto das ciências naturais.
Necessidade, fatalidade, determinismo significam que não há lugar para a liberdade,
porque o curso das coisas de nossa vida já esta fixado, sem que nelas possamos
interferir. Livre-arbítrio: Aquele que tem em si mesmo o princípio para agir e não agir, isto
é,aquele que é causa interna de sua ação ou da decisão de não agir. Quando o indivíduo
está impedido de agir livremente em suas ações, ou seja, quando as determinações
internas ou externas impedem alguém de decidir com seu livre-arbítrio como nas coações
externas e internas. Liberdade de escolha: É a autodeterminação. Assim como é
conservada a idéia de que é livre aquele que age sem ser forçado nem constrangido por
nada ou por ninguém, e, portanto age espontaneamente por uma força interna própria.
Não somos livres para escolher tudo, mas o somos para fazer tudo que esteja de acordo
com nosso ser e nossa capacidade de agir; graças ao conhecimento que possuímos de
nos mesmos e das circunstâncias em que vamos agir.
Pontos do Aluno: 1
Questão: 4 (179750)
A frase que o fundador do positivismo proferiu sobre a liberdade: \u201cSe a liberdade humana consiste
em não seguir lei alguma, ela seria ainda mais imoral do que absurda, por torna-se impossível um
regime qualquer, individual ou coletivo\u201d. Foi dita por Pontos da Questão: 0,5
Comte
Paul-Henri Thiery
Aristóteles
Julien de la Mettrie
George Gusdorf
Questão: 5 (179638)
Qual é conseqüência de uma mudança estrutural da vida social? Pontos da Questão: 0,5
Os indivíduos não desenvolvem as regras.
A mudança não é percebida pelos indivíduos.
Os indivíduos mudam ou não os seus valores.
A mudança recai sobre a conduta social.
Os indivíduos não assimilam as mudanças.
Questão: 6 (211107)
1 - A ética garante o bem-estar da sociedade. Daí dizer que Pontos da Questão: 1
o homem não necessita reconhecê-la
o homem não necessita entendê-la
é dado ao homem segui-la por coação física
é a forma como o homem se comporta no meio social.
é a manutenção do bem-estar do indivíduo
Questão: 7 (179660)
O pensamento político greco-romano é de origem Pontos da Questão: 1
ateu e apolítico.
espiritual e ortodoxo.
espiritual e cósmico.
naturalístico, cívico e cósmico.
profano e laico.
Questão: 8 (179777)
É do filósofo grego Epicuro uma frase importante para a dimensão ética. A frase é: Pontos da
Questão: 0,5
9/4/aaaa Visualização de Prova
sia.estacio.br/portal/prt0010a.asp?p1\u2026 2/3
¿O essencial para nossa felicidade é nessa condição íntima, dela sermos senhores¿.
¿Os homens devem ter corrompido um pouco a natureza, pois não nasceram lobos e acabaram
se tornando lobos¿.
¿Volta par dentro de ti mesmo a verdade habita o coração do homem¿.
¿Age em conformidade apenas com a máxima que possas querer que se torne uma lei universal
¿.
¿O inferno são os outros¿.
Questão: 9 (179722)
O que é o normativo? Pontos da Questão: 0,5
Normas ou regras de ação.
Atos cometidos sem consciência.
As ações involuntárias.
Atos sem um significado moral.
Certos atos humanos que se realizam.
Questão: 20111eadcel0127discursiva3001 (179736)
10 - Podemos constatar que a moral possui um caráter histórico e social, isso quer dizer que ela,
a moral, vai variar conforme as diferentes épocas e conforme as diferentes sociedades nas quais
ocorre como fenômeno. Assim sendo, explique como o caráter histórico e social da moral será
vivido pelo indivíduo no seu foro íntimo. Pontos da Questão: 1,5
Resposta do Aluno:
Bem o carater histórico e social da moral será vivido pelo individuo, dentro da sua concepção de
valores, em relação a sua forma de pensar e agir em conformidade com a sociedade em que está
inserido.
Gabarito:
Como cada indivíduo ao inserir-se na vida social guia sua conduta por princípios morais, cada
indivíduo se submete a esses princípios que se expressam por meio de valores ou normas morais.
Os indivíduos não possuem a capacidade, de sozinhos, transformarem os princípios morais, nem
tampouco os valores ou normas morais sem contar com a adesão de outros indivíduos. Portanto,
por conta da sujeição do indivíduo ao fenômeno moral que as normas elaboradas pela comunidade
se manifestam com clareza comprovando o caráter social e histórico da moral.
Fundamentação do Professor:
Pontos do Aluno: 1,5
 Fechar
Server IP : 192.168.10.139 Client IP: 201.51.71.182 Tempo de execução da página : 1,719
9/4/aaaa Visualização de Prova
sia.estacio.br/portal/prt0010a.asp?p1\u2026 3/3