Apo - aula Introdução à Adm da Produção e Operação
45 pág.

Apo - aula Introdução à Adm da Produção e Operação


DisciplinaAdministração da Produção e Operações I6.924 materiais43.209 seguidores
Pré-visualização16 páginas
Seu mix de cobertura financeira, tais como políticas de 
investimentos e de seguros, pode não ser o mesmo de mais ninguém, assim como um procedimento 
médico ou um corte de cabelo feitos em você não são exatamente iguais aos de ninguém. 
 
\u2022 Os serviços têm alta interação com o cliente. Os serviços muitas vezes são difíceis de ser 
padronizados, automatizados e tomados eficientes como gostaríamos porque a interação com o 
cliente exige exclusividade. 
 
 
 
 
 
 
 
 
AULA 03 / 05 - DEFINIÇÃO DE PRODUTIVIDADE E PRODUTIVIDADE 
 
- O DESAFIO DA PRODUTIVIDADE 
 
 A criação de bens e serviços requer a transformação de recursos em bens e serviços. Quanto 
mais eficientemente fazemos essa transformação, mais produtivos somos. Produtividade é a razão 
entre as saídas (bens e serviços) e as entradas (recursos, como trabalho e capital) (ver Fig. 1.6). A 
tarefa do gerente de operações é melhorar essa razão entre saídas e entradas. Melhorar a 
produtividade significa melhorar a eficiência." 
 
 Essa melhoria pode ser obtida de duas maneiras: uma redução das entradas enquanto a saída 
permanece constante, ou um aumento da saída enquanto as entradas permanecem constantes. 
Ambas as maneiras representam um aumento da produtividade. Em termos econômicos, entradas 
são terreno, trabalho, capital e gerenciamento, que são combinados em um sistema de produção. A 
administração cria esse sistema de produção, que proporciona a conversão de entradas em saídas. 
As saídas são bens e serviços, inclusive itens diversos como armas, manteiga, educação, melhores 
sistemas judiciais e estações de esqui. Produção é o total de bens e serviços produzidos. Uma alta 
produção pode significar apenas que mais pessoas estão trabalhando e que os níveis de emprego 
estão altos (baixo desemprego), mas não implica alta produtividade. 
 
 A medição da produtividade é um excelente meio de se avaliar a capacidade de um país em 
proporcionar a seu povo um padrão de vida cada vez melhor. Somente por meio do aumento 
da produtividade é que se pode melhorar o padrão de vida. Mais ainda, somente através do aumento 
da produtividade, o trabalho, o capital e a administração podem receber pagamentos adicionais. 
Se a remuneração do trabalho, do capital ou da administração for aumentada sem que se aumente a 
produtividade, os preços sobem. Por outro lado, os preços são pressionados para baixo quando a 
produtividade aumenta, porque está se produzindo mais com os mesmos recursos. 
 
 Os benefícios do aumento da produtividade estão ilustrados no boxe GO em Ação, "O que 
Acontece Quando a Produtividade Aumenta?" 
 
 Durante quase 100 anos, os Estados Unidos foram capazes de aumentar a produtividade a 
uma taxa média de 2,5% ao ano. Tal crescimento dobrava a riqueza do país a cada 30 anos. Desde o 
início dos anos de 1970, entretanto, os Estados Unidos não têm conseguido manter esse nível de 
crescimento da produtividade, e a produtividade tem crescido a uma média de menos de 1,0% 
ao ano." Do ponto de vista do crescimento econômico, isso é desastroso e explica em parte a 
preocupação nacional com a "estagnação dos salários" e com as famílias com duas rendas. Não 
obstante, existem alguns pontos favoráveis no quadro da produção americana. O setor de 
manufatura, apesar de ser uma parte declinante da economia dos EUA, teve um aumento de 
produtividade que excedeu 3% ao ano. Por exemplo, os meados dos anos de 1990 marcaram o 
retomo da indústria siderúrgica dos EUA, que fora considerada liquidada uma década antes. Com os 
custos em queda e a qualidade crescendo, as usinas de aço americanas agora estão exportando para 
a Europa e para o Japão. 
 
 Neste texto, examinaremos como melhorar a produtividade por meio da função de 
operações. A produtividade é uma questão importante para a sociedade, e os gerentes de operações 
estão especialmente qualificados para tratar dela. 
 
 
 
Fig. 1.6 O Sistema EconômicoTransforma Entradas em Saídas Um feedback eficaz avalia o processo de desempenho em 
relação a um plano. Neste caso, ele também avalia a satisfação do cliente e envia sinais para os que controlam as entradas e o 
processamento. 
 
 
 
 
Medição da Produtividade 
A medição da produtividade pode ser inteiramente direta. Como no caso da produtividade medida 
como horas/homem por tonelada de um determinado tipo de aço ou como a energia necessária para 
gerar um quilowatt de eletricidade." Um exemplo disso pode ser resumido na seguinte equação: 
 
 
 
 
A utilização de apenas um recurso de entrada para medir a produtividade, como mostrado acima, é 
conhecida como produtividade de fator único, Contudo, uma visão mais ampla da produtividade é 
a produtividade multifatores, que inclui todas as entradas (isto é, trabalho, material, energia, 
capital). 
A produtividade multifatores também é chamada de produtividade de fatores totais. A 
produtividade multifatores é calculada pela combinação das unidades de entrada, como se pode ver 
a seguir: 
 
 
 
 
 Para facilitar o cálculo da produtividade multifatores, as entradas individuais (o 
denominador) podem ser expressas em dinheiro e somadas como no Exemplo 2. 
 
 
 
 A utilização de medidas de produtividade ajuda os gerentes a determinar como está o seu 
desempenho. A medição da produtividade multifatores proporciona melhores informações sobre os 
compromissos (trade-offs) entre os fatores, mas os problemas substanciais de medidas subsistem. 
Alguns dos problemas de medições são: 
 
1. A qualidade pode modificar-se, enquanto a quantidade de entradas e saídas permanece constante. 
Compare um rádio moderno com um dos anos de 1940. Ambos são rádios, mas poucas pessoas 
podem negar que a qualidade melhorou. A unidade de medida - um rádio - é a mesma, mas a 
qualidade mudou. 
 
2. Elementos externos' podem causar o aumento ou a diminuição da produtividade pelos quais o 
sistema em estudo pode não ser diretamente responsável. Um serviço de energia elétrica mais 
confiável pode melhorar muito a produção, aumentando assim a produtividade da empresa por 
causa desse sistema de suporte, e não por causa de decisões gerenciais tomadas na empresa. 
 
3. Podem estar faltando unidades precisas de medida. Nem todos os automóveis precisam dos 
mesmos insumos: alguns carros são subcompactos, outros são Porsches 911 Turbo. 
 
 A medição da produtividade é especialmente difícil no setor de serviços, onde o produto 
final pode ser difícil de definir. Por exemplo, a qualidade do seu corte de cabelo, a sentença de um 
caso judicial ou o serviço de atendimento em uma loja de varejo são ignorados nos dados 
econômicos. Em alguns casos, são feitos ajustes visando à qualidade do produto vendido, mas não a 
qualidade do desempenho de vendas ou uma seleção mais ampla de produtos, cada um dos quais 
possibilita uma compra mais inteligente por parte do consumidor. Observe a medição da qualidade 
em um escritório de advocacia, onde cada caso é diferente do outro, alterando a exatidão da medida 
"casos por hora/homem" ou "casos por empregado". 
 
 
Variáveis da Produtividade 
 
Como vimos na Fig. 1.6, os aumentos da produtividade dependem de três variáveis de 
produtividade: 
 
1. Trabalho, que contribui com aproximadamente 1/6 do crescimento anual. 
2. Capital, que também contribui com cerca de 1/6 do crescimento anual. 
3. Administração, que participa com aproximadamente 2/3 do crescimento anual. 
Estes três fatores são essenciais para o aumento da produtividade. 
Eles representam as áreas em que os gerentes podem agir para aumentar a produtividade. 
 
Trabalho O aumento da contribuição do trabalho na produtividade é resultado de uma força de 
trabalho mais saudável, mais instruída e mais bem-alimentada. Algum aumento também pode ser 
atribuído a uma semana de trabalho mais curta. Historicamente, cerca de 17% do aumento anual da 
produtividade são atribuídos à melhoria da qualidade do trabalho. Três importantes