res. ' CIDADAO KANE '
5 pág.

res. ' CIDADAO KANE '


DisciplinaIntrodução ao Jornalismo289 materiais35.491 seguidores
Pré-visualização2 páginas
se passaram, e ela fez inúmeras apresentações, porém não agüentando mais o desdenho do publico e a pressão de ter que cantar, ela tentou o suicido, e foi a partir daí que conseguiu sair da vida que levava. 
No castelo construído por Charles, ela tinha tudo, era um mundo a parte, longe de tudo e todos, e muito luxuoso Xandu era o local que ninguém jamais saberia quando custou. Porem, Susan Alexander não agüentava mais a vida solitária, desejava festas e pessoas, tudo era muito vazio na casa. Kane, por outro lado, não queria mais sair de lá. Ela então percebe algo que faz com que todas as estruturas de seu casamento se abalem \u201cCharles Foster Kane não ama ninguém além dele mesmo, e o que ele realmente deseja é que todos os amem\u201d. É então que ela toma a difícil decisão de abandoná-lo.
Percebendo que a entrevistada não sabia nada sobre \u201cRosebud\u201d Jerry decide ir até Xandu, onde sua equipe estaria tirando fotos das peças raríssimas da coleção de Kane. Chegando la, conversa com o mordomo, que serviu o empresário durante 11 anos. Voltando a memória de onde Susan parou, ele diz que Kane após a partida da esposa quebrou todo o quarto, e que só parou quando pegou em sua mão, uma bolinha de vidro com neve dentro, a qual olhou e disse \u201crosebud\u201d a mesma palavra pronunciada em sua morte.
Quando chega ao fim a expedição em Xandu o reportar conversa com sua equipe, e explica que não conseguiu descobrir o significado da palavra. Diz que Kane foi um homem que teve tudo e perdeu tudo, e que isso que estavam procurando, talvez fosse apenas mais alguma coisa que ele tinha perdido em sua vida. Que provavelmente era apenas mais um peça faltante no quebra cabeça, mas não algo que pudesse determinar quem foi ele.
O filme então termina, com alguns objetos de Xandu sendo queimado, entre eles primeiro treno de Charles, que ele estava brincando na casa da sua mãe. No treno havia escrito a palavra \u201cROSEBUD\u201d. Rosebud então era a lembrança dos momentos mais doces da vida desse homem, que almejou tanto ser amado, para poder recuperar o amor de sua mãe, que lhe foi tirado na infância.