4_Umidade_Condensação_Nuvens
19 pág.

4_Umidade_Condensação_Nuvens


DisciplinaIntrodução Às Ciências Atmosféricas68 materiais306 seguidores
Pré-visualização7 páginas
de um resfriamento radiativo, o nevoeiro 
que se forma desta maneira é algumas vezes 
chamado de nevoeiro de radiação-advecção. 
Durante esta mesma época do ano, o ar movendo-
se sobre a quente Corrente do Golfo encontra as 
terras mais frias das Ilhas Britânicas e produz os 
espessos nevoeiro sobre a Inglaterra. Similarmente, 
nevoeiros se formam quando o ar marinho se move 
sobre uma superfície de gelo ou neve. No ar ártico 
extremamente frio, são formados cristais de gelo em 
vez de gotas de água, produzindo um nevoeiro de 
gelo. 
 O nevoeiro que se forma na medida que o ar 
úmido sobe ao longo de uma elevação do terreno, 
como em encostas e montanhas são chamados de 
nevoeiros de inclinação ("uspslope fog'). 
Tipicamente este tipo de nevoeiro se forma durante 
o verão e na primavera do lado leste das Rochosas, 
onde as encostas voltadas para leste são quase um 
quilômetro mais altas do que as terras mais a leste. 
Ocasionalmente, o ar frio se move a partir dos 
planos de leste para a direção oeste. O ar 
gradualmente sobe, expandindo-se, tornando-se 
mais frio e - se suficientemente úmido - forma-se o 
nevoeiro. Estes nevoeiros de inclinação formam-se 
sobre uma extensa área e podem durar por muitos 
dias. 
 Até aqui nós vimos como o resfriamento do 
ar pode produzir nevoeiro. Mas devemos lembrar 
que o nevoeiro pode se formar também por mistura 
de duas massas de ar não saturadas. O nevoeiro 
que se forma desta maneira é geralmente chamado 
de nevoeiro de evaporação porque a evaporação 
inicialmente enriquece o ar com vapor d'água. 
Provavelmente, um nome mais apropriado para este 
tipo de nevoeiro fosse nevoeiro de (mistura de) 
evaporação. Em um dia frio você mesmo sem 
saber produz nevoeiro de (mistura de) evaporação. 
Quando o ar úmido sai de sua boca ou nariz ele 
encontra ar frio e se mistura com ele, o ar torna-se 
saturado e uma nuvem fina se forma cada vez que 
você exala sua respiração. 
 Uma forma comum de nevoeiro de mistura-
evaporação é o nevoeiro de corrente ("steam"), que 
se forma quando o ar frio se move sobre a água 
quente. Este tipo de nevoeiro se forma sobre as 
piscinas aquecidas no inverno. Na medida que a 
água é mais aquecida do que o ar não saturado 
acima dela, a água irá evaporar da piscina para o ar. 
O aumento do vapor d'água aumenta o ponto de 
orvalho e, se a mistura for suficiente, o ar acima se 
tornará saturado. O ar mais frio diretamente acima 
da água será aquecido de baixo para cima e se 
tornará mais quente do que o ar diretamente acima 
dele. Este ar mais quente sobe e, a uma certa 
distância, aparece uma condensação de vapor como 
se fosse uma "corrente". 
 É comum se ver este tipo de nevoeiro se 
formando sobre lagos em manhãs de outono, 
quando o ar frio se coloca sobre água ainda quente 
resultante do longo verão. Nesta ocasião, sobre os 
Grandes Lagos, colunas de vapor condensado 
sobem a partir da camada de nevoeiro, formando 
"whirling steam devils" (redemoinhos), que se 
assemelham aos redemoinhos de areia ("dust 
devils"). Se você viajar para o Parque Yellowstone, 
você verá este nevoeiro se formando sobre todos as 
superfícies de água ao longo de todo o ano (Fig. 
4.13). Sobre o oceano nas regiões polares, este 
nevoeiro é conhecido como fumaça do mar ártico. 
 O nevoeiro de corrente pode se formar sobre 
uma superfície úmida em um dia de sol. Isto é 
comumente observado depois de uma pancada de 
chuva quando o sol incide sobre uma estrada úmida, 
aquecendo o asfalto e evaporando rapidamente a 
água. Isto adiciona mistura de vapor no ar acima, 
produzindo nevoeiro de corrente. O nevoeiro que se 
forma desta maneira tem vida curta e desaparece 
assim que a estrada se seca. 
 Uma chuva quente caindo através de uma 
camada de ar frio e úmido pode produzir nevoeiro. 
Na medida que uma gota quente de chuva cai em 
uma camada de ar frio parte da água evapora da 
gota para o ar. Na mistura do ar úmido com o ar frio 
forma-se nevoeiro. O nevoeiro deste tipo está 
associado geralmente com a subida do ar quente por 
sobre uma massa de ar frio. O nevoeiro geralmente 
se forma na camada rase de ar frio exatamente a 
frente da aproximação de uma frente quente ou atrás 
de uma frente fria, por isso este tipo de nevoeiro de 
evaporação é conhecido como nevoeiro frontal. 
 Até este ponto investigamos as diferentes 
formas de condensação que ocorrem perto da 
superfície da terra. Em particular, percebemos que o 
nevoeiro é simplesmente muitos milhões de 
pequenas gotas líquidas (ou de cristais de gelo) que 
se formam perto do solo. Na seção seguinte 
veremos como estas mesmas partículas, formando 
bem acima da superfície do solo, são classificadas e 
identificadas como nuvens. 
 
Resumo 
 
Neste capítulo, examinamos alguns dos 
modos de descrever a umidade e achamos que a 
umidade relativa não nos diz quanto vapor d'água 
encontramos no ar, mas sim quão próximo o ar está 
da saturação. Uma boa indicação do conteúdo real 
de vapor d'água é a temperatura do ponto de 
orvalho. Quando a temperatura do ar e o ponto de 
orvalho têm valores próximos a umidade relativa é 
alta e, quando os valores estão muito afastados, a 
umidade relativa é baixa. 
 Quando a temperatura do ar cai abaixo do 
ponto de orvalho em uma estreita camada de ar 
perto da superfície, forma-se o orvalho. Se o orvalho 
congelar formar-se-á o orvalho congelado. Geada 
branca visível se forma quando o ar se resfria a 
 
9
temperaturas abaixo do ponto de orvalho. Na 
medida que o ar se resfria em uma camada mais 
espessa da atmosfera perto do solo, a umidade 
relativa aumenta e o vapor d'água começa a se 
condensar sobre núcleos de condensação 
higroscópicos formando a névoa úmida. Na medida 
em que a umidade relativa se aproxima de 100% o 
ar torna-se cheio de minúsculas gotículas de água 
(ou de cristais de gelo) chamadas de nevoeiro. No 
exame dos processos de formação do nevoeiro, 
percebemos que ele se forma de duas maneiras: 
resfriando o ar e através da evaporação e mistura do 
vapor d'água no ar. 
 A condensação acima da superfície da terra 
produz as nuvens. Quando as nuvens são 
classificadas segundo sua altura e aparência física, 
elas são divididas em quatro grupos principais: altas, 
médias, baixas e nuvens de desenvolvimento 
vertical. Já que cada nuvem tem características 
físicas que distingue umas das outras, observação 
cuidadosa normalmente leva a uma correta 
identificação. 
 
Palavras Chaves 
 
Os termos a seguir estão listados na ordem em que apareceram o texto. Defina cada um deles. Fazendo isto 
você estará fazendo uma revisão do material abordado neste capítulo. 
 
Evaporação temperatura do ponto de orvalho nuvem cirrocúmulo 
Condensação (ponto de orvalho) nuvem cirrostrato 
Precipitação psicrômetro nuvem altocúmulo 
Ciclo hidrológico higrômetro nuvem altostrato 
Saturação orvalho nuvem nimbostrato 
Núcleo de condensação geada nuvem estratocúmulo 
Umidade névoa úmida nuvem estrato 
Pressão real de vapor nevoeiro nuvem cúmulo 
Pressão de saturação de vapor nevoeiro de radiação nuvem cumulonimbo 
Umidade relativa nevoeiro de advecção nuvem lenticular 
Temperatura do bulbo úmido nevoeiro de inclinação nuvem mammatus 
Índice de calor (HI) nevoeiro de evaporação (mistura) 
Temperatura aparente nuvem cirro 
 
Questões de Revisão 
 
 
1. Dê uma breve explicação do movimento da água no ciclo hidrológico. 
2. O que é núcleo de condensação e por que eles são importantes na nossa atmosfera? 
3. Em um dado volume de ar, como a pressão real de vapor difere da pressão de saturação de vapor? 
Quando elas são iguais? 
4. (a) O que representa a umidade relativa? (b) Quando se dá a umidade relativa, por que é importante saber 
também a temperatura do ar? 
5. Por que dias de verão quentes