Planejamento Tributário
144 pág.

Planejamento Tributário


DisciplinaDireito Tributário I23.034 materiais270.687 seguidores
Pré-visualização39 páginas
gerador. O local onde surge a 
obrigação irá determinar a quem compete exigir o cumprimento da obrigação (jurisdição). No 
caso do Imposto de Importação ocorre o fato gerador no local em que se encontrar a 
mercadoria no momento da ocorrência do fato gerador. 
\u2022 Fatores valorativos: se referem aos elementos quantitativos que irão mensurar a 
obrigação tributária: a base de cálculo e a alíquota. 
 
BASE DE CÁLCULO: 
1) Quando a alíquota for específica, é a quantidade de mercadoria, expressa na unidade de 
medida adotada pela legislação brasileira e indicada na TEC (Tarifas Externas Comuns). 
3) Quando a alíquota for Ad Valorem, é o Valor Aduaneiro, nos termos do Art. VII do 
GATT (General Agreement on Tariffs and Trade). 
ALÍQUOTAS: Como já vimos, o Imposto de Importação tem finalidade extrafiscal, isto é, 
caracteriza-se como instrumento de controle das importações, aplicando-se alíquotas baixas 
ou zero para produtos que se deseja incentivar a importação e alíquotas maiores para 
produtos que não se deseja incentivar as importações. 
Existem inúmeras alíquotas de importação constantes na TEC, atribuindo-se uma alíquota 
para cada produto nela discriminado, de acordo com a Nomenclatura Comum do Mercosul 
(NCM). 
\u2022 Fatores pessoais: referem-se às pessoas da relação jurídico-tributária, de um lado o 
Estado como titular do direito (sujeito ativo) e de outro, o particular como titular da 
obrigação (sujeito passivo), sendo este o importador ou a quem a ele a lei equiparar. 
Veja abaixo um quadro resumo do Imposto sobre a Importação: 
 
 
 
 
 
 
49
 
Aspecto Descrição 
Pessoal 
a. sujeito ativo (fisco): é a União (CF, art. 153, I). 
b. sujeito passivo (contribuinte): é (art. 31 do DL n.º 37*66 
na redação do DL n.º 2.472/88; e CTN/66 art.19): 
I \u2013 o importador (*ou a quem a lei equiparar, ou o 
arrematante), assim considerada qualquer pessoa que promova 
a entrada de mercadoria estrangeira no território nacional, 
II \u2013 o destinatário de remessa postal internacional indicado pelo 
respectivo remetente; 
III \u2013 o adquirente de mercadoria entrepostada. 
Nota: a lei estabelece ainda sobre a Responsabilidade pelo 
imposto (pelo transportador e depositário) e sobre a 
Responsabilidade solidária pelo imposto (pelo adquirente ou 
cessionário de mercadoria beneficiada com isenção ou redução 
do imposto) e o Representante, no país, do Transportador 
estrangeiro (art. 32 do DL n.º 37/66 na redação do DL n.º 
2.472/88) 
Espacial 
Território nacional 
Nota: o território aduaneiro compreende todo o território 
nacional (Regulamento Aduaneiro aprovado pelo Decreto n.º 
91.030/85, art. 1º). 
Temporal 
Momento da entrada, real ou ficta, do produto estrangeiro no 
território nacional. 
Nota: o momento em que se aperfeiçoa a ocorrência do fato 
gerador é no início do despacho aduaneiro, e não desde a 
chegada do navio no território nacional (conforme DL n.º 37/66, 
art. 1º, na redação do DL n.º 2.472/88; art. 87; e ERE 90.114-
SP, STF pleno, Rel. min. Moreira Alves, RTJ 97/302, que 
compatibilizou o art. 23 do DL n.º 37/66 com o art. 19 do 
CTN/66). 
Material Entrada de produtos estrangeiros no território nacional(CF, art. 
153, I) 
 
 
50
 
Quantificativo 
a. base de cálculo: DL n.º 37/66, art. 2º, na redação do DL 
n.º 2.472/88 
I \u2013 quando a alíquota for específica, a quantidade de 
mercadoria, expressa na unidade de medida indicada na TEC; 
II \u2013 quando a alíquota for ad valorem, o valor aduaneiro 
apurado segundo as normas do artigo VII do Acordo Geral sobre 
Tarifas Aduaneiras e Comércio (GATT); 
III \u2013 o preço do produto adquirido em licitação 
Nota: o GATT (General Agreement on Tariffs and Trade) é a 
maior convenção que rege o comércio internacional \u2013 celebrado 
em Genebra em 1947 \u2013 de que o Brasil é signatário, tendo sido 
sucedido pela OMC (Organização Mundial do Comércio). 
b. alíquota: alíquota, prevista na TEC, é o aspecto do fato 
gerador que, incidindo sobre a base de cálculo, permite a 
apuração do valor do imposto (Decreto n.º 4.543/02, arts. 
90/96) 
São as seguintes: 
4) específicas importância em dinheiro que incide sobre 
uma unidade de medida prevista em lei, que pode referir-se à 
metragem, peso etc.; 
5) ad valorem (ao valor): são as que incidem sobre 
determinado valor; 
6) mistas as que resultam da combinação de ambas. 
(Conf. Art. 2º e alínea a do art. 22 da Lei n.º 3.244/57, na 
redação do DL n.º 2.434/88) 
Exemplos: 10% sobre $ 5.000,00/ $ 5.00 por kg. 
Nota: no art. 153, § 1º, a CF diz que é facultado a Poder 
Executivo, atendidos as condições e os limites estabelecidos em 
Lei, alterar as alíquotas do II. 
A Lei é a de n.º 8.085, de 23-10-90 (DOU, 29-10-90), que diz: 
\u201cArt. 1º O Poder Executivo poderá, atendidos as condições e os 
limites estabelecidos na lei n.º 3.244/57, modificada pelos DLs 
n.º 63/66 e 2.1632/84, alterar as alíquotas do Imposto de 
Importação. 
Parágrafo único. O Presidente da República poderá outorgar 
competência ao Ministro da Economia, Fazenda e Planejamento 
para a prática dos atos previstos neste artigo.\u201d 
 
Valor aduaneiro: 
é o valor normal que o produto atingiria em uma venda em condições de livre concorrência 
para entrega do produto no local de entrada no país importador. É o preço do produto no 
país de destino, desembarcado, porém, sem inclusão dos tributos e das despesas de 
armazenagem e capatazia. São 6 os métodos de valoração aduaneira, a saber: 
- 1º método: valor efetivo da transação, devendo ser utilizado, neste caso, o valor da 
fatura. 
- 2º método: valor de mercadoria idêntica 
- 3º método: valor de mercadoria similar 
- 4º método: valor da mercadoria no mercado interno 
 
 
51
 
- 5º método: valor atribuído a mercadoria (custo de produção) 
- 6º método: atribuição de valores razoáveis com base em métodos universalmente 
aceitos. 
Observação: a aplicação de um método exclui os demais, sendo que deve ser aplicado na ordem de 
classificação. 
 
EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO 
1) Calcular o Importação de uma partida de 1000 aparelhos celulares de uma mesma marca 
e mesmo modelo, importados do exterior, dados: 
- Valor total da fatura: U$ 50.000,00 
- Incoterm utilizado no contrato de compra e venda: FOB 
- Seguro internacional: U$ 500,00 
- Frete internacional: U$ 1.000,00 
- Despesas de desembarque: R$ 500,00 
- Taxa de conversão do dólar: R$ 1,76 
- Alíquota do Imposto sobre a Importação: 20% 
- Considerar como base de cálculo o valor aduaneiro, utilizando o 1º método de valoração 
aduaneira. 
RESOLUÇÃO 
Base de Cálculo = Valor Aduaneiro = valor da fatura + frete internacional + seguro 
internacional + despesa de desembarque 
BC = U$ 50.000,00 + U$ 1.000,00 + U$ 500,00 + R$ 500,00 
BC = 51.500,00 X 1,76 + R$ 500,00 = R$ 91.140,00 
II = 20% de R$ 91.140,00 = R$ 18.228,00. 
 
2) Calcular o Imposto de Importação incidente sobre a aquisição do exterior de 50 
computadores, com base nos seguintes dados; 
\u2022 Valor da fatura U$ 30.000,00 
\u2022 INCOTERM utilizado no contrato de compra e venda DDP 
\u2022 Frete internacional U$ 900,00 
\u2022 Seguro internacional U$ 300,00 
\u2022 Despesa de desembarque R$ 300,00 
\u2022 Tributos incidentes na importação R$ 15.000,00 
\u2022 Pós-Transporte R$ 800,00 
\u2022 Taxa de conversão do dólar R$ 1,76 
\u2022 Alíquota do Imposto de Importação 18% 
 
 
52
 
 
RESOLUÇÃO 
 
Valor Aduaneiro = Valor da Fatura \u2013 (tributos na importação + pós-transporte) 
VA = U$ 30.000,00 x 1,76 \u2013 (R$ 15.000,00 + R$ 800,00) = R$ 52.800,00 \u2013 15.800,00 
VA = R$ 37.000,00 
II = R$ 37.000,00 x 18% = R$ 2.960,00 
 
3) Calcular o II incidente sobre a aquisição de 100 computadores todos de um mesmo tipo 
adquiridos do exterior, dados 
\u2022 Incoterm utilizado no contrato de compra e venda CIF 
\u2022 Valor da Fatura U$ 50.000,00 
\u2022 Frete Internacional U$ 700,00 
\u2022 Seguro Internacional U$ 150,00 
\u2022 Despesa de Desembarque R$ 400,00 
\u2022 Tributos na Importação R$ 30.000,00 
\u2022 Pós-transporte R$ 1.000,00 
\u2022 Taxa de conversão do dólar R$ 1,80 
\u2022 Alíquota do II 18%. 
RESOLUÇÃO: 
VA= U$ 50.000,00 x 1,80 + R$ 400,00 = R$ 90.400,00 
II = 90400,00 X