CPC 00_r1
40 pág.

CPC 00_r1


DisciplinaContabilidade Societária I1.625 materiais15.319 seguidores
Pré-visualização13 páginas
entidade sobre 
os seus recursos econômicos. 
 
Performance financeira refletida pelo regime de competência (accruals) 
 
OB17. O regime de competência retrata com propriedade os efeitos de transações e 
outros eventos e circunstâncias sobre os recursos econômicos e 
 
 
CPC_00_R1 
 
reivindicações da entidade que reporta a informação nos períodos em que 
ditos efeitos são produzidos, ainda que os recebimentos e pagamentos em 
caixa derivados ocorram em períodos distintos. Isso é importante em função 
de a informação sobre os recursos econômicos e reivindicações da entidade 
que reporta a informação, e sobre as mudanças nesses recursos econômicos e 
reivindicações ao longo de um período, fornecer melhor base de avaliação da 
performance passada e futura da entidade do que a informação puramente 
baseada em recebimentos e pagamentos em caixa ao longo desse mesmo 
período. 
 
OB18. Informações sobre a performance financeira da entidade que reporta a 
informação durante um período que são reflexos de mudanças em seus 
recursos econômicos e reivindicações, e não da obtenção adicional de 
recursos diretamente de investidores e credores (ver item OB21), são úteis 
para avaliar a capacidade passada e futura da entidade na geração de fluxos 
de caixa líquidos. Essas informações servem de indicativos da extensão em 
que a entidade que reporta a informação tenha aumentado seus recursos 
econômicos disponíveis, e dessa forma sua capacidade de gerar fluxos de 
caixa líquidos por meio de suas operações e não pela obtenção de recursos 
adicionais diretamente de investidores e credores. 
 
OB19. Informações sobre a performance financeira da entidade que reporta a 
informação durante um período também podem ser indicativos da extensão 
em que determinados eventos, tais como mudanças nos preços de mercado ou 
nas taxas de juros, tenham provocado aumento ou diminuição nos recursos 
econômicos e reivindicações da entidade, afetando por conseguinte a 
capacidade de a entidade gerar a entrada de fluxos de caixa líquidos. 
 
Performance financeira refletida pelos fluxos de caixa passados 
 
OB20. Informações sobre os fluxos de caixa da entidade que reporta a informação 
durante um período também ajudam os usuários a avaliar a capacidade de a 
entidade gerar fluxos de caixa futuros líquidos. Elas indicam como a entidade 
que reporta a informação obtém e despende caixa, incluindo informações 
sobre seus empréstimos e resgate de títulos de dívida, dividendos em caixa e 
outras distribuições em caixa para seus investidores, e outros fatores que 
podem afetar a liquidez e a solvência da entidade. Informações sobre os 
fluxos de caixa auxiliam os usuários a compreender as operações da entidade 
que reporta a informação, a avaliar suas atividades de financiamento e 
investimento, a avaliar sua liquidez e solvência e a interpretar outras 
informações acerca de sua performance financeira. 
 
Mudanças nos recursos econômicos e reivindicações que não são resultantes 
da performance financeira 
 
OB21. Os recursos econômicos e reivindicações da entidade que reporta a 
informação podem ainda mudar por outras razões que não sejam resultantes 
 
 
CPC_00_R1 
 
de sua performance financeira, como é o caso da emissão adicional de suas 
ações. Informações sobre esse tipo de mudança são necessárias para dar aos 
usuários uma completa compreensão do porquê das mudanças nos recursos 
econômicos e reivindicações da entidade que reporta a informação e as 
implicações dessas mudanças em sua futura performance financeira. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
CPC_00_R1 
 
CAPÍTULO 2: A ENTIDADE QUE REPORTA A INFORMAÇÃO 
 
[a ser acrescentado futuramente] 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
CPC_00_R1 
 
CAPÍTULO 3: CARACTERÍSTICAS QUALITATIVAS DA 
INFORMAÇÃO CONTÁBIL-FINANCEIRA ÚTIL 
 
 
 
Índice Item 
INTRODUÇÃO QC1 \u2013 QC3 
CARACTERÍSTICAS QUALITATIVAS DA INFORMAÇÃO 
CONTÁBIL-FINANCEIRA ÚTIL 
QC4 \u2013 QC34 
Características qualitativas fundamentais QC5 \u2013 QC18 
Relevância QC6 \u2013 QC11 
Materialidade QC 11 
Representação fidedigna QC12 \u2013 QC16 
Aplicação das características qualitativas fundamentais QC17 \u2013 QC18 
Características qualitativas de melhoria QC19 \u2013 QC34 
Comparabilidade QC20 \u2013 QC25 
Verificabilidade QC26 \u2013 QC28 
Tempestividade QC29 
Compreensibilidade QC30 \u2013 QC32 
Aplicação das características qualitativas de melhoria QC33 \u2013 QC34 
RESTRIÇÃO DE CUSTO NA ELABORAÇÃO E DIVULGAÇÃO DA 
INFORMAÇÃO CONTÁBIL-FINANCEIRA ÚTIL 
QC35 \u2013 QC39 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
CPC_00_R1 
 
CAPÍTULO 3: CARACTERÍSTICAS QUALITATIVAS DA 
INFORMAÇÃO CONTÁBIL-FINANCEIRA ÚTIL 
 
Introdução 
 
 
QC1. As características qualitativas da informação contábil-financeira útil, 
discutidas neste capítulo, identificam os tipos de informação que muito 
provavelmente são reputadas como as mais úteis para investidores, credores 
por empréstimos e outros credores, existentes e em potencial, para tomada de 
decisões acerca da entidade que reporta com base na informação contida nos 
seus relatórios contábil-financeiros (informação contábil-financeira). 
 
QC2. Os relatórios contábil-financeiros fornecem informação sobre os recursos 
econômicos da entidade que reporta a informação, sobre reivindicações 
contra a entidade que reporta a informação e os efeitos de transações e outros 
eventos e condições que modificam esses recursos e reivindicações. (Essa 
informação é referenciada na Estrutura Conceitual como sendo uma 
informação sobre o fenômeno econômico). Alguns relatórios contábil-
financeiros também incluem material explicativo sobre as expectativas da 
administração e sobre as estratégias para a entidade que reporta a informação, 
bem como outros tipos de informação sobre o futuro (forward-looking 
information). 
 
QC3. As características qualitativas da informação contábil-financeira útil
3
 devem 
ser aplicadas à informação contábil-financeira fornecida pelas demonstrações 
contábeis, assim como à informação contábil-financeira fornecida por outros 
meios. O custo de gerar a informação, que é uma restrição sempre presente na 
entidade no processo de fornecer informação contábil-financeira útil, deve ser 
observado similarmente. No entanto, as considerações a serem tecidas quando 
da aplicação das características qualitativas e da restrição do custo podem ser 
diferentes para diferentes tipos de informação. Por exemplo, aplicá-las à 
informação sobre o futuro (forward-looking information) pode ser diferente 
de aplicá-las à informação sobre recursos econômicos e reivindicações 
existentes e sobre mudanças nesses recursos e reivindicações. 
 
Características qualitativas da informação contábil-financeira útil 
 
QC4. Se a informação contábil-financeira é para ser útil, ela precisa ser relevante e 
representar com fidedignidade o que se propõe a representar. A utilidade da 
informação contábil-financeira é melhorada se ela for comparável, 
verificável, tempestiva e compreensível. 
 
3
 Ao longo de toda esta Estrutura Conceitual, os termos características qualitativas e restrição irão se 
referir a características qualitativas da informação contábil-financeira útil e à restrição da informação 
contábil-financeira