Modulo2 (2)
84 pág.

Modulo2 (2)


DisciplinaEstratégia da Produção66 materiais334 seguidores
Pré-visualização16 páginas
da ProduçãoEstratégia da Produção
2011.22011.22011.22011.22011.22011.22011.22011.2
Professora: Adriana LeirasProfessora: Adriana LeirasProfessora: Adriana LeirasProfessora: Adriana LeirasProfessora: Adriana LeirasProfessora: Adriana LeirasProfessora: Adriana LeirasProfessora: Adriana Leiras
3 - Estratégia Corporativa
- Matriz BCG: Os produtos devem ser posicionados na matriz e classificados
de acordo com cada quadrante:
\u25e6\u25e6 EmEm questionamentoquestionamento ("ponto("ponto dede interrogação\u201d)interrogação\u201d):: tem a pior característica
quanto a fluxo de caixa, pois exige altos investimentos, apresenta baixo
retorno sobre ativos e tem baixa participação de mercado. Se nada é feito para
mudar a participação de mercado, pode absorver um grande investimento e
depois se tornar um "abacaxi". Por outro lado, por estar em um mercado de
alto crescimento pode se tornar um produto "estrela\u201c.
\u25e6\u25e6 EstrelaEstrela:: exige grandes investimentos e é líder no mercado, gerando receitas. A
participação de mercado deve ser mantida, pois pode se tornar uma "vaca
leiteira" se não houver perda de mercado.
\u25e6\u25e6 VacaVaca leiteiraleiteira:: os lucros e a geração de caixa são altos. Como o crescimento do
mercado é baixo, não são necessários grandes investimentos. Pode ser a base
de uma empresa.
\u25e6\u25e6 AbacaxiAbacaxi:: deve ser evitado e minimizado em uma empresa. A empresa deve ter
cuidado com os caros planos de recuperação (invista se a recuperação for
possível, senão desista do produto).
1919191919191919
Departamento de Engenharia IndustrialDepartamento de Engenharia IndustrialDepartamento de Engenharia IndustrialDepartamento de Engenharia IndustrialDepartamento de Engenharia IndustrialDepartamento de Engenharia IndustrialDepartamento de Engenharia IndustrialDepartamento de Engenharia Industrial
ENG 1514 ENG 1514 ENG 1514 ENG 1514 ENG 1514 ENG 1514 ENG 1514 ENG 1514 \u2013\u2013\u2013\u2013\u2013\u2013\u2013\u2013 Estratégia da ProduçãoEstratégia da ProduçãoEstratégia da ProduçãoEstratégia da ProduçãoEstratégia da ProduçãoEstratégia da ProduçãoEstratégia da ProduçãoEstratégia da Produção
2011.22011.22011.22011.22011.22011.22011.22011.2
Professora: Adriana LeirasProfessora: Adriana LeirasProfessora: Adriana LeirasProfessora: Adriana LeirasProfessora: Adriana LeirasProfessora: Adriana LeirasProfessora: Adriana LeirasProfessora: Adriana Leiras
3 - Estratégia Corporativa
2020202020202020
Algumas desvantagens deste modelo:
- Alta participação de mercado não é o único fator de sucesso;
- Crescimento de mercado não é o único indicador de atratividade de um mercado.
Departamento de Engenharia IndustrialDepartamento de Engenharia IndustrialDepartamento de Engenharia IndustrialDepartamento de Engenharia IndustrialDepartamento de Engenharia IndustrialDepartamento de Engenharia IndustrialDepartamento de Engenharia IndustrialDepartamento de Engenharia Industrial
ENG 1514 ENG 1514 ENG 1514 ENG 1514 ENG 1514 ENG 1514 ENG 1514 ENG 1514 \u2013\u2013\u2013\u2013\u2013\u2013\u2013\u2013 Estratégia da ProduçãoEstratégia da ProduçãoEstratégia da ProduçãoEstratégia da ProduçãoEstratégia da ProduçãoEstratégia da ProduçãoEstratégia da ProduçãoEstratégia da Produção
2011.22011.22011.22011.22011.22011.22011.22011.2
Professora: Adriana LeirasProfessora: Adriana LeirasProfessora: Adriana LeirasProfessora: Adriana LeirasProfessora: Adriana LeirasProfessora: Adriana LeirasProfessora: Adriana LeirasProfessora: Adriana Leiras
3 - Estratégia Corporativa
\ufffd Metodologias para formulação de estratégias
- Análise SWOT
\u25e6 É uma ferramenta utilizada para fazer análise de cenário (ou análise de
ambiente), sendo usado como base para gestão e planejamento estratégico de
uma corporação ou empresa, mas podendo, devido a sua simplicidade, ser
utilizada para qualquer tipo de análise de cenário.
\u25e6 A técnica é creditada a AlbertAlbert HumphreyHumphrey, que liderou um projeto de pesquisa
na UniversidadeUniversidade dede StanfordStanford nas décadasdécadas dede 19601960 ee 19701970, usando dados da
revista Fortune das 500 maiores corporações.
\u25e6 O termo SWOTSWOT é uma sigla oriunda do idioma inglês e é um acrônimo de
ForçasForças (Strengths), FraquezasFraquezas (Weaknesses), OportunidadesOportunidades (Opportunities) e
AmeaçasAmeaças (Threats).
2121212121212121
Departamento de Engenharia IndustrialDepartamento de Engenharia IndustrialDepartamento de Engenharia IndustrialDepartamento de Engenharia IndustrialDepartamento de Engenharia IndustrialDepartamento de Engenharia IndustrialDepartamento de Engenharia IndustrialDepartamento de Engenharia Industrial
ENG 1514 ENG 1514 ENG 1514 ENG 1514 ENG 1514 ENG 1514 ENG 1514 ENG 1514 \u2013\u2013\u2013\u2013\u2013\u2013\u2013\u2013 Estratégia da ProduçãoEstratégia da ProduçãoEstratégia da ProduçãoEstratégia da ProduçãoEstratégia da ProduçãoEstratégia da ProduçãoEstratégia da ProduçãoEstratégia da Produção
2011.22011.22011.22011.22011.22011.22011.22011.2
Professora: Adriana LeirasProfessora: Adriana LeirasProfessora: Adriana LeirasProfessora: Adriana LeirasProfessora: Adriana LeirasProfessora: Adriana LeirasProfessora: Adriana LeirasProfessora: Adriana Leiras
3 - Estratégia Corporativa
- Análise SWOT
\u25e6 Ambiente interno (forças e fraquezas) - diferencia a empresa dos seus
concorrentes (decisões e níveis de performance).
\u25e6 Ambiente externo (oportunidades e ameaças) - corresponde às perspectivas de
evolução de mercado (decisões e circunstâncias externas ao poder de decisão da
empresa).
\u25e6 As forças e fraquezas são determinadas pela posição atual da empresa. Já as
oportunidades e ameaças são antecipações do futuro.
2222222222222222
Tomada de decisões na definição das estratégias de negócios da
empresa:
\u25e6\u25e6 ForçasForças ee OportunidadesOportunidades - Tirar o máximo partido dos pontos
fortes para aproveitar ao máximo as oportunidades detectadas.
\u25e6\u25e6 ForçasForças ee AmeaçasAmeaças - Tirar o máximo partido dos pontos fortes
para minimizar os efeitos das ameaças detectadas.
\u25e6\u25e6 FraquezasFraquezas ee OportunidadesOportunidades - Desenvolver estratégias que
minimizem os efeitos negativos dos pontos fracos e que também
aproveitem as oportunidades detectadas.
\u25e6\u25e6 FraquezasFraquezas ee AmeaçasAmeaças - As estratégias a adotar devem minimizar
ou ultrapassar os pontos fracos e, tanto quanto possível, fazer
face às ameaças.
Departamento de Engenharia IndustrialDepartamento de Engenharia IndustrialDepartamento de Engenharia IndustrialDepartamento de Engenharia IndustrialDepartamento de Engenharia IndustrialDepartamento de Engenharia IndustrialDepartamento de Engenharia IndustrialDepartamento de Engenharia Industrial
ENG 1514 ENG 1514 ENG 1514 ENG 1514 ENG 1514 ENG 1514 ENG 1514 ENG 1514 \u2013\u2013\u2013\u2013\u2013\u2013\u2013\u2013 Estratégia da ProduçãoEstratégia da ProduçãoEstratégia da ProduçãoEstratégia da ProduçãoEstratégia da ProduçãoEstratégia da ProduçãoEstratégia da ProduçãoEstratégia da Produção
2011.22011.22011.22011.22011.22011.22011.22011.2
Professora: Adriana LeirasProfessora: Adriana LeirasProfessora: Adriana LeirasProfessora: Adriana LeirasProfessora: Adriana LeirasProfessora: Adriana LeirasProfessora: Adriana LeirasProfessora: Adriana Leiras
3 - Estratégia Corporativa
\ufffd Metodologias para formulação de estratégias
- Modelo de Cinco Forças de Porter (1980)
2323232323232323
A essência da
formulação de
uma estratégia
competitiva é
relacionar uma
companhia ao
seu meio
ambiente.
Concorrência pode
ser definida como
rivalidade ampliada.
Departamento de Engenharia IndustrialDepartamento de Engenharia IndustrialDepartamento de Engenharia IndustrialDepartamento de Engenharia IndustrialDepartamento de Engenharia IndustrialDepartamento de Engenharia IndustrialDepartamento de Engenharia IndustrialDepartamento de Engenharia Industrial
ENG 1514 ENG 1514 ENG 1514 ENG 1514 ENG 1514 ENG 1514 ENG 1514 ENG 1514 \u2013\u2013\u2013\u2013\u2013\u2013\u2013\u2013 Estratégia da ProduçãoEstratégia da ProduçãoEstratégia da ProduçãoEstratégia da ProduçãoEstratégia da ProduçãoEstratégia da ProduçãoEstratégia da ProduçãoEstratégia da Produção
2011.22011.22011.22011.22011.22011.22011.22011.2
Professora: Adriana LeirasProfessora: Adriana LeirasProfessora: Adriana LeirasProfessora: Adriana LeirasProfessora: