aula_27
30 pág.

aula_27


DisciplinaDireito Civil II14.360 materiais148.509 seguidores
Pré-visualização2 páginas
observa-se no que tange as chances
 perdidas, apesar das diversas tipificações estipuladas -
 seja como dano emergente, lucro cessante ou até
 mesmo dano moral \u2013, torna-se possibilitada a
 interpretação de que, havendo uma oportunidade
 perdida, desde que séria e real, ela integrará o
 patrimônio da vítima, possuindo valor econômico, e,
 assim, podendo ser indenizada.
\u2022 CORREÇÃO DOS CASOS CONCRETOS
CASO CONCRETO 1
 Antonio Marcos, famoso criador de cavalos do interior de São Paulo,
deve um cavalo campeão a Benjamin, seu compadre, mas Antonio
entrou em mora para levar o cavalo para Benjamin, então vem uma
cheia no rio que passa pela fazenda de Antonio e mata o cavalo.
Pergunta-se:
Em razão da morte do animal, Antonio irá responder por perdas e
danos?
Gabarito sugerido: Resposta de advogado: Depende. Sim, salvo se conseguir
provar que a cheia também atingiu a fazenda de Benjamim e que o cavalo
morreria do mesmo jeito se estivesse lá.
 E se a cheia chegasse antes do vencimento Antonio responderia por
perdas e danos?
Gabarito sugerido: não iria responder perante Benjamim pela morte do cavalo pois
se tratou de um caso fortuito ou de força maior).
CASO CONCRETO 2
Esta é realmente uma grande tragédia: José Roberto, carteiro
do bairro, acaba de ser atropelado na calçada por um motorista
embriagado, e tem uma das pernas amputada no acidente,
perderá seu emprego, porque não conseguirá mais caminhar.
No caso apresentado temos um dano patrimonial.
a) Como deverá o motorista reparar tal dano?
b) Como deverá ser mensurado o dano patrimonial existente?
c) E se a lesão for parcial?
a) Como deverá o motorista reparar tal dano?
Gabarito sugerido \u2013 Deverá pagar a José Roberto uma pensão
mensal pela incapacitação para o trabalho, desde a data do
acidente até o dia em que completaria sessenta e cinco (65)
anos de vida \u2013 que é a expectativa de vida do cidadão comum
brasileiro.
b) Como deverá ser mensurado o dano patrimonial existente?
Gabarito sugerido - O dano patrimonial é medido pela diferença
do valor atual do patrimônio da vítima, e aquele que teria, no
mesmo momento, se não houvesse a lesão. Portanto, o dano
equivale ao confronto entre o patrimônio realmente existente
após o prejuízo e o que realmente existiria se não tivesse
ocorrido a lesão. Num caso de perda total do bem patrimonial
lesado, o valor a ser indenizado é o correspondente ao valor total
do bem.
c) E se a lesão for parcial?
Gabarito sugerido - Todavia, se a lesão for
parcial, há que ser realizada perícia, para
auferir a porcentagem da perda, para
estima-la em pecúnia. Em casos de
indenização, deve-se buscar o valor que se
aproxime da situação que existia antes da
lesão.
CASO CONCRETO 3
Rita de Cássia chegou exatos 5 minutos depois que Seu José fechou
os portões do local onde está se realizando o concurso de seleção de
engenheiros para trabalhar no projeto do Pré-Sal. O atraso de Rita se
deu por culpa exclusiva do onibus em que estava, pois o motorista
passou o tempo todo ao telefone conversando com a namorada. Com
isso, Rita, engenheira recém formada, perdeu a chance de seu
primeiro emprego.
Pergunta-se: O dano causado pela perda de uma chance caracteriza
dano material?
Gabarito sugerido: A questão apresentada cuida de nova vertente na
responsabilidade civil: a possibilidade de reparação pela "perda de uma chance".
Em outras palavras, o ressarcimento pela perda da oportunidade de conquistar
determinada vantagem ou evitar certo prejuízo.
Por ser ainda relativamente recente no Brasil, há muita discussão sobre o tema,
principalmente no que se refere à classificação do dano sofrido.Entretanto, o
entendimento dominante é no sentido de que a mesma se revela como espécie de
dano material,
Ficamos por aqui!
Não esqueça de ler
 o material
 didático para a
 próxima aula e
 de fazer os
 exercícios que
 estão na webaula.