Analise Textual - Aula_03

Analise Textual - Aula_03


DisciplinaAnálise Textual9.936 materiais293.782 seguidores
Pré-visualização1 página
AULA 1
*
BEM-VINDO À DISCIPLINA
ANÁLISE TEXTUAL
Prof. Roberto Paes
AULA 3
AULA 1
*
Conceitos a serem vistos nesta aula
- Conjunto de palavras x texto
 Fatores de textualidade: coesão e coerência
 Coesão sequencial e coesão referencial
AULA 3
AULA 1
*
Conjunto de palavras x texto
As pessoas, geralmente, não se comunicam por palavras ou frases isoladas. Há uma unidade comunicativa básica, que é o texto. Até mesmo uma única palavra pode ser considerada texto; ou seja, uma unidade significativa.
Entretanto, para que um conjunto de palavras seja um texto, alguns fatores devem estar presentes.
AULA 3
AULA 1
*
Estudo de caso: (in)coerência nas notícias de jornal
"Depois de algum tempo, a água corrente foi instalada no cemitério, para a satisfação dos habitantes.\u201d
"A polícia e a justiça são as duas mãos de um mesmo braço.\u201d
"A nova terapia traz esperanças a todos os que morrem de câncer a cada ano." 
"Os nossos leitores nos desculparão por esse erro indesculpável.\u201d
AULA 3
AULA 1
*
Estudo de caso: o que ela quis dizer?
http://www.youtube.com/watch?v=XXE4OOj4Feo 
AULA 3
AULA 1
*
Coerência textual
A coerência textual é a relação lógica entre as ideias, pois essas devem se complementar. É o resultado da não-contradição entre as partes do texto.
A coerência de um texto inclui fatores como o conhecimento que o produtor e o receptor têm do assunto abordado, bem como o conhecimento de mundo que é articulado. 
Pode-se concluir que texto coerente é aquele do qual é possível estabelecer sentido para o interlocutor. Trata-se do princípio de interpretabilidade. 
AULA 3
AULA 1
*
Coerência e o conhecimento de mundo
Nossa compreensão de um texto depende de nossas experiências de vida, de nossas vivências, de nosso conhecimento de mundo, de nossas leituras. 
Quanto mais amplo o conhecimento do leitor, mais ampla será sua compreensão.
Os fins justificam as meias...
AULA 3
AULA 1
*
Coerência e o conhecimento de mundo: desafio
Vamos iniciar uma cruzada contra o terrorismo.
(George W. Bush)
AULA 3
AULA 1
*
Coesão textual
Na construção de um texto, usamos mecanismos para garantir ao interlocutor a compreensão do que se lê.
Para que um texto apresente coesão, portanto, devemos escrever de maneira que as ideias se liguem (ou remetam) umas às outras, formando um fluxo lógico e contínuo. Quando um texto está coeso, temos a sensação de que sua leitura se dá com facilidade.
O uso adequado de elementos coesivos propicia maior legibilidade ao texto, deixando claros os tipos de relações estabelecidas entre as informações contidas.
 
AULA 3
AULA 1
*
Coesão textual: estudo de caso
Dentre as diversas possibilidades de explicar o tema desta aula, eu escolhi a possibilidade de examinar os elementos coesivos, possibilidade esta que permite ao aluno e professor aprimorarem sua capacidade de escrever.
O uso correto de elementos coesivos evita a repetição de palavras e também as ambiguidades, entre outros benefícios.
 
AULA 3
AULA 1
*
Dona de uma luminosidade fantástica, a ilha de Itaparica elegeu a liberdade como padrão (...). 
Ali tudo flui espontaneamente, desde que o sol nasce, até a noite chegar.
Ela funciona como um quebra-mar que protege o interior da Baía de Todos os Santos.
É a maior de todas as 54 da região (...). Como qualquer localidade baiana que se preza, a ilha pratica ritos de antigas raízes míticas.
(texto adaptado de Ingedore Koch, em A coesão textual).
Coesão textual: estudo de caso
AULA 3
AULA 1
*
A coesão referencial retoma elementos presentes no texto (palavras, nomes) com duas finalidades básicas: a) evitar a repetição; b) poder indicar outras características/atributos daquele elemento.
O técnico do Corinthians afirmou que o desempenho do time irá melhorar. Mano Menezes intensificou os treinamentos físicos do timão, pois, segundo ele, estava faltando gás na equipe. 
Coesão referencial
O uso de referentes, além de evitar repetição desnecessária, permite maior fluidez ao texto. 
AULA 3
AULA 1
*
Quando falamos que um texto se caracteriza por apresentar uma ideia completa, isso significa dizer que as informações estão conectadas umas às outras coerentemente. Deduzimos, assim, que há uma coesão sequencial que garante a textualidade.
Coesão sequencial
Nem todas as conexões são possíveis para formar uma ideia completa, coerente. Isso nos leva a perceber que essas junções, que podemos chamar de articulações sintáticas, devem ser utilizadas de forma a buscar o sentido adequado. 
AULA 3
AULA 1
*
Muito grato palavras amizade minha formatura
Comparecer urgente firma documentos 
Coesão sequencial: exemplos de texto de telegrama
A linguagem telegráfica se caracteriza pela economia de termos e ênfase em palavras específicas para gerar uma compreensão mínima.
AULA 3
AULA 1
*
AULA 3
AULA 1
*
Coesão sequencial: estudo de caso
A sociedade brasileira vem acompanhando o crescimento da violência urbana, em especial durante as duas últimas décadas do século XX. Por consequência, o medo e a insegurança tornaram-se sensações comuns a quem vive nos grandes centros urbanos. Segundo dados do Escritório das Nações Unidas contra drogas e crimes (Brasil e Cone Sul), um dos indicadores mais consistentes do aumento da criminalidade violenta no Brasil é a evolução da incidência de homicídios, que passou de 11 para 27 ocorrências por 100 mil habitantes entre 1980 e 2000 (Fonte: http://www.unodc.org/brazil, consultado em abril de 2008).
 
AULA 3
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*