Dir Administrativo - 116 Exercicios
45 pág.

Dir Administrativo - 116 Exercicios


DisciplinaDireito Administrativo I66.476 materiais1.163.223 seguidores
Pré-visualização13 páginas
\ufffd TITLE \* MERGEFORMAT \ufffd116 Questões de Direito Administrativo\ufffd
\ufffd HYPERLINK "http://www.rccg.vo6.net" \ufffd\ufffdhttp://www.rccg.vo6.net\ufffd
Apostilas, provas, textos explicativos e informações sobre Concursos
1. Princípios administrativos são postulados que inspiram todo o modo de agir da
Administração Pública. Sobre o tema, assinale a alternativa correta.
a) A Administração Pública deve obediência tão-somente aos princípios expressos na Constituição Federal.
b) O princípio da motivação implica para a Administração Pública o dever de justificar os seus atos, apontando-lhes os fundamentos de direito e de fato.
c) O princípio da moralidade pública contrapõe-se ao da impessoalidade, visto que impõe ao administrador público atuação que não seja voltada para seus próprios interesses.
d) O princípio da publicidade impõe a ampla divulgação dos atos praticados pela Administração Pública e não comporta exceções.
e) O princípio da eficiência impõe a todo agente público realizar suas atribuições buscando alcançar os melhores resultados para a Administração Pública, independentemente dos meios usados para tal.
2. Acerca dos atos administrativos, marque a opção correta.
a) Os Poderes Legislativo e Judiciário não podem praticar atos administrativos.
b) Atos de império são os que a Administração Pública pratica sem usar de sua supremacia sobre o administrado ou o servidor.
c) Atos discricionários são aqueles para os quais a lei estabelece os requisitos e condições de sua realização, não restando para a Administração Pública liberdade de avaliação e decisão, segundo critérios de conveniência e oportunidade.
d) A anulação do ato administrativo é exclusiva da Administração, enquanto a revogação também pode ser levada a efeito pelo Poder Judiciário.
e) Milita em favor dos atos administrativos uma presunção juris tantum de legitimidade.
3. Sobre a organização administrativa da União, marque a alternativa correta.
a) As autarquias, pessoas jurídicas de direito privado, só por lei podem ser criadas e sujeitam-se ao controle feito pelo Tribunal de Contas da União.
b) Empresa pública federal é pessoa jurídica criada por lei, com personalidade jurídica de direito público e capital formado unicamente por recursos provenientes da esfera federal.
c) As empresas públicas podem adotar qualquer forma societária entre as em Direito admitidas, ao passo que as sociedades de economia mista terão obrigatoriamente a forma de sociedade anônima.
3
d) Tanto as autarquias quanto as empresas públicas têm personalidade jurídica de direito público, sendo que nestas o capital é exclusivamente público e naquelas há uma conjugação de recursos públicos e privados.
e) Autarquias, fundações públicas, empresas públicas e sociedades de economia mista compõem a "Administração Indireta", têm personalidade jurídica de direito público e apenas as duas primeiras sujeitam-se ao controle feito pelo Tribunal de Contas da União.
4. Incumbe ao poder público a prestação de serviços públicos. Sobre o tema, assinale a opção correta.
a) Serviços públicos descentralizados são aqueles em que a Administração Pública transpassa a execução a particulares, cabendo a esses últimos a regulamentação e o controle do serviço.
b) A concessão de serviço público é caracterizada pelo fato de o concessionário remunerar-se exclusivamente pelas tarifas pagas pelos usuários do serviço.
c) Desapropriação da concessão de serviço público é a retomada do serviço pelo poder concedente, durante a vigência do contrato, em decorrência do interesse público.
d) Resgate é a modalidade de extinção da concessão do serviço público derivada da desobediência do concessionário a qualquer dever legal, regulamentar ou contratual.
e) Não pode o poder público discriminar o universo de destinatários do serviço público, sob pena de violação do princípio da impessoalidade.
5. Sobre os servidores públicos civis da União, assinale a alternativa correta.
a) O servidor público que não tomar posse nos quinze dias seguintes ao ato de provimento será exonerado do cargo público.
b) Reversão é o retorno à atividade de servidor aposentado por invalidez quando, por junta médica, forem declarados insubsistentes os motivos da aposentadoria.
c) Em caso de reintegração de servidor público, encontrando-se provido o cargo, o reintegrado exercerá suas atribuições como excedente, até a ocorrência de vaga.
d) As licenças concedidas aos servidores públicos para capacitação, para tratar de interesses particulares e por motivo de afastamento do cônjuge terão prazo máximo de duração igual a vinte e quatro meses.
e) A ação disciplinar prescreverá em cinco anos quanto às infrações praticadas por servidor público da União e que estejam sujeitas à punição com demissão, suspensão ou advertência.
6. Acerca do controle da Administração Pública, assinale a alternativa correta.
a) O controle judicial é levado a efeito pelo Poder Judiciário e pelos Tribunais de Contas.
b) Compete ao Tribunal de Contas da União julgar as contas prestadas anualmente pelo Presidente da República.
c) É inadmissível o controle administrativo da Administração Pública, visto que o princípio do controle pressupõe que fiscalizado e fiscalizador sejam pessoas distintas.
d) No exercício do controle externo, compete ao Tribunal de Contas da União fiscalizar a aplicação de recursos repassados pela União aos Municípios. e) Compete exclusivamente ao Congresso Nacional fiscalizar as contas nacionais das empresas supranacionais de cujo capital social a União participe.
GABARITO
1. B - Embora não esteja expressamente previsto no art. 37 da Constituição Federal, que trata da Administração Pública, o princípio da motivação é amplamente reconhecido pela doutrina e jurisprudência. Pela motivação, o administrador público justifica sua ação administrativa, indicando os fatos que ensejam o ato e os preceitos jurídicos que autorizam sua prática, não só por razões de boa administração, como também pelo fato de que toda autoridade ou Poder, em um sistema representativo, deve explicar suas decisões. Na esfera federal, a Lei nº 9.784, de 29 de janeiro de 1999, estabelece que a Administração Pública obedecerá, entre outros, ao princípio da motivação (art. 1º).
2. E - Os atos administrativos têm como atributo a presunção de legitimidade, a qualidade de se presumirem verdadeiros e conformes com o Direito, até prova em contrário, por conseguinte, presunção relativa.
3. C - Empresas públicas e sociedades de economia mista apresentam grande semelhança, contudo, nos termos do Decreto-Lei n° 200/67, as primeiras podem adotar qualquer forma societária em Direito admitida, ao passo que as sociedades de economia mista terão obrigatoriamente a forma de Sociedade Anônima (Lei nº 6.404/76).
4. E - O princípio da impessoalidade está relacionado com a finalidade pública que deve nortear toda a atividade administrativa, não podendo a Administração Pública atuar com vistas a beneficiar ou prejudicar pessoas determinadas.
5. B - Estes são os termos do art. 25, da Lei nº 8.112/90.
6. D - Nos termos do art. 71, da Constituição Federal, o controle externo, a cargo do Congresso Nacional, será exercido com o auxílio do Tribunal de Contas da União, ao qual compete fiscalizar a aplicação de recursos repassados pela União aos Municípios, mediante convênio (inciso VI).
\ufffd
1. A 3ª fase do processo administrativo propriamente dito é:
a) a defesa;
b) o relatório;
c) o recurso
d) o julgamento;
e) a instrução.
2. As licenças, permissões e autorizações se incluem entre os atos administrativos ditos:
a) negociais;
b) enunciativos;
c) ordinatórios;
d) normativos;
e) abdicativos.
3. A modalidade de contrato administrativo pelo qual o poder público atribui a utilização exclusiva de um bem de seu domínio a particular, para que o explore segundo a sua destinação específica, tem o nome de:
a) concessão de uso;
b) autorização de uso;
c) permissão de uso;
d) cessão de uso;
e) limitação administrativa.
4. No tocante à invalidade dos atos administrativos, é falsa a proposição.