A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
7 pág.
66496

Pré-visualização | Página 1 de 1

SOLUÇÃO AQUOSA ( é um produto homogêneo obtido quando se dissolve uma substância (soluto) num solvente (água).
DISSOCIAÇÃO ( é o processo pelo qual íons são liberados na solução quando se dissolve um soluto.
AUTO-IONIZAÇÃO DA ÁGUA (	 H2O ( H+ + OH-
PROPRIEDADES COLIGATIVAS ( Propriedades que dependem apenas do número de partículas (moléculas ou íons) existente na solução, e não da natureza dessas partículas.
Efeitos ou Propriedades Coligativas:
	( do ponto de congelação do solvente (técnicas crioscópicas)
	( do ponto de ebulição do solvente (técnicas ebulioscópicas)
	( da pressão máxima de vapor modificação da pressão osmótica
Não-eletrólitos ( não liberam íons à medida que se dissolvem, e não influenciam a condutividade do solvente (materiais orgânicos: açúcares, uréia, etanol).
* em quantidades equimolares (1 molécula/ Kg de água).
( ponto de congelação 1,86oC / ( ponto de ebulição 0,52oC 
Eletrólitos ( quando se dissolvem fornecem íons à solução, e suas soluções conduzem melhor a eletricidade do que o solvente puro (todas as substâncias inorgânicas: sais bases e ácidos).
* em quantidades equimolares (1 molécula/ Kg de água) ocorrem variações:
NaCl, MgSO4 e CuSO4 - dobro do valor a partir da Mrel.
NaCl ( Na+ + Cl - 	MgSO4 ( Mg2+ + SO42-		CuSO4 ( Cu2+ + SO42-			
CaCl2 e Na2SO4 - triplo do valor a partir da Mrel.
	CaCl2 ( Ca2+ + 2 Cl -			Na2SO4 ( 2 Na+ + SO42-
Existem duas categorias de eletrólitos:
eletrólitos fortes ( tendem a existir somente como íons na solução (diluída) (HCl, NaCl, NaOH, KF).
eletrólitos fracos ( existem como uma mistura de íons e moléculas não dissociadas em solução (HF, HAc, HgCl2).
ESTUDO DA REAÇÕES QUÍMICAS ( envolve 2 aspectos:
a cinética* da reação (estuda os mecanismos e as velocidades das reações).
 * Cinética é o estudo da velocidade das reações químicas e dos fatores que nela influem.
 * Mecanismo de uma reação é o conjunto das reações elementares ou parciais pelas quais ela se processa; se baseia na forma pela qual são quebradas as moléculas iniciais (reagentes) e formadas as moléculas finais (produtos). 
a posição de equilíbrio (do ponto de vista):
a). Cinético ( é um estado dinâmico em que cada espécie participante da reação se forma exatamente na mesma razão em que é consumida.
A + B (reagentes) ( C + D (produtos)
b). Termodinâmico - é um estado de máxima estabilidade para o qual um sistema químico fechado tende a partir de quaisquer transformações espontâneas em sua composição.
 * Termodinâmica é o estudo das trocas e transformações de energia e de trabalho que acompanham os fenômenos físicos e químicos; pode prever o sentido no qual uma reação química caminha, mas não prevê com que velocidade a reação caminhará.
Reversíveis ( podem se processar nos dois sentidos
((		 (direto e inverso) e tendem a um estado de
REAÇÕES QUÍMICAS	(		equilíbrio (1).
				(					
	( Irreversíveis ( não podem ser invertidas (2).
(1). Ex.: CuSO​4 . 5H2O (azul) (( 5 H2O ( + CuSO4 (branco) (( CuSO​4 . 5H2O (azul)
(2). Ex.: ovo cozido, etc.
reação direta (				A + B (( C + D
						((( (((
reação inversa (			 reagentes produtos
EQUILÍBRIO QUÍMICO ( é o estado em que a velocidade na qual desaparecem os rea-
gentes é exatamente igual à velocidade de formação dos pro-dutos, ou seja, quando, numa reação reversível as velocidades das reações direta e inversa se igualam. 
A posição do equilíbrio depende: 
da natureza do sistema;
das concentrações dos componentes;	(
da temperatura;				( fatores (ou forças) capazes de deslocar um
da pressão; etc.				( sistema em equilíbrio
PRINCÍPIO DE LE CHATELIER ( quando um fator (ou força) externo age sobre um sis-
tema em equilíbrio, o equilíbrio se desloca visando a-nular a ação do fator aplicado, procurando atingir um novo estado de equilíbrio.
Ex.: CO2 + H2O (( H2CO3 (( H+ + HCO3- (( H+ + CO32-
DESLOCAMENTO DO EQUILÍBRIO ( é toda ou qualquer alteração da velocidade da reação direta ou inversa, provocando modificações nas concentrações das substâncias e levando o sistema a um novo estado de equilíbrio.
Ex.: 		 equilíbrio deslocado para direita (sentido direto).
 		 equilíbrio deslocado para esquerda (sentido inverso).
VELOCIDADE DE REAÇÃO ( Depende fundamentalmente de apenas 2 fatores:
do número total de colisões entre as partículas (átomos, moléculas, íons) das espécies químicas que participam da reação por unidade de tempo.
da fração dessas colisões que efetivamente promove a reação (depende da temperatura e é afetada por catalisadores).
GULDBERG & WAAGE (1867) ( Estabeleceram uma relação quantitativa entre a velocidade das reações e a concentração dos reagentes.
LEI DA AÇÃO DE MASSAS ( A velocidade de uma reação química, à temperatura constante, é proporcional às concentrações molares dos reagentes.
A + B ( produtos
A e B reagem a uma velocidade finita para formar os produtos; 
quando aumentam as concentrações, aumentam as colisões. 
[A] duplicada e [B] constante ( duplica o número de colisões.
[A] constante e [B] duplicada ( duplicam o número de colisões.
[A] duplicada e [B] duplicada ( quadruplica o número de colisões.
A velocidade da reações é ainda afetada por outros fatores:
a). Temperatura ( a partir da temperatura ambiente, a cada 10oC, a velocidade da reação duplica ou triplica.
b). Catalisadores ( substâncias que aceleram as reações.
aA + bB ( cC + dD
(1 = k1 [A]a [B]b			(2 = k2 [C]c [D]d
		(reação direta)				(reação inversa)
* No início da reação direta ( velocidade (, depois (, depois estabiliza (veloc. iguais)
* No início da reação inversa ( velocidade (, depois (, depois estabiliza (veloc. iguais)
Quando (1 = (2, as concentrações de A, B, C e D se mantêm constantes.
Se K1 [A]a [B]b = K2 [C]c [D]d, temos que K1 = [C]c [D]d = Keq ou Kc (mol/L)
						 K2 = [A]a [B]b
K1 é o mesmo que Kd (reação direta); e K2 é o mesmo que Ki (reação inversa).
Kc = Kd 
 Ki
Para: aA + bB + cC ( xX + yY + zZ		Keq = [X]x [Y]y [Z]z
 [A]a [B]b [C]c
Considerando: 	N2 (g) + 3 H2 (g) ( 2 NH3 (g)		Keq = [NH3]2 		 
 [N2] [H2]3
Ou seja:		Keq = [ produtos ] . 
 [ reagentes ]
Aplicação da Constante de Equilíbrio (Keq ou Kc):
Se keq é “grande” ( predominam os produtos (sentido da reação direta).
Se Keq é “pequeno” ( os reagentes são favorecidos no equilíbrio (sentido da reação inversa).
Se Keq se aproxima de 1 ( a mistura em equilíbrio conterá quantidades semelhantes tanto de produtos quanto de reagentes.