A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
revisaoav2

Pré-visualização | Página 1 de 2

*
*
FUNDAMENTOS DE ECONOMIA
Prof. Antonio Elder
*
*
LEMBRE-SE DE QUE...
(Prof. Antonio Elder)
Tivemos 8 aulas, a revisão é feita em apenas 1 aula. Portanto, esta é uma aula de revisão dos aspectos principais, o que não impede que conceitos complementares presentes na matéria e não abordados aqui, sejam também questionados em prova.
Procure se organizar para estudar, embora haja tantas tarefas no nosso dia a dia… O seu “Livro do Conhecimento” (que une os conhecimentos que você absorve à sua elaboração pessoal) é um bem precioso SEU! 
*
*
REVISÃO/Aula 1
(Prof. Antonio Elder)
Definições Básicas
 Definição conceitual de Economia
• Entender que a Economia está no cotidiano das pessoas.
•Entender que Economia é uma ciência social.
• Entender a divisão do estudo da Economia em Microeconomia e Macroeconomia.
PROF. ANTONIO ELDER
*
*
Revisão/Aula 1
(Prof. Antonio Elder)
RECURSOS DE PRODUÇÃO:
 Terra, Trabalho, Capital. 
Alguns livros incluem também a capacidade empresarial e a tecnologia.
*
*
Revisão/Aula 2
(Prof. Antonio Elder)
Questão central da economia: escassez
Escassez REAL: de bens, serviços e de fatores de produção
Escassez MONETÁRIA: de dinheiro, de moeda 
Existe um conjunto de perguntas CLÁSSICAS que se usa para orientar a distribuição dos recursos; chamamos de PROBLEMAS ECONÔMICOS FUNDAMENTAIS: o que, como, quanto e para quem produzir.
Os bens econômicos (materiais e imateriais) devem ter utilidade (deve suprir alguma necessidade); ser demandado (ou seja, procurado por quem deseja usá-lo e está disposto a comprá-lo); ser escasso.
*
*
Revisão/Aula 2
(Prof. Antonio Elder)
. SISTEMAS ECONÔMICOS: economia de mercado (capitalismo) e economia centralizada (de planejamento).
. Para exemplificar como um país aloca seus recursos para as diversas necessidades, usaremos o modelo teórico da Curva de Possibilidades de Produção (CPP): neste modelo a organização está produzindo na sua capacidade máxima de produção, supondo que o país usa totalmente os seus recursos de produção. Cabendo destacar que:
Abaixo da CPP → sobra de recursos 
Na própria CPP → uso total dos recursos
Externo à CPP → faltam recursos
*
*
Revisão/Aulas 3-4
(Prof. Antonio Elder)
. Mercado: lugar onde são encontradas as trocas econômicas entre aqueles que desejam vender, com aqueles que desejam comprar.
. Demanda é a QUANTIDADE TOTAL do produto que os consumidores desejam consumir, a dado preço, em um determinado período de tempo; fatores que afetam a demanda: preço do próprio produto, preferências, preços de outros produtos e renda dos consumidores.
. Lei da demanda: se o preço sobe, quantidade demandada cai:
. 
*
*
Revisão/Aulas 3-4 
(Prof. Antonio Elder)
. Oferta é a QUANTIDADE TOTAL deste produto que os produtores/ vendedores colocam à venda, a dado preço, em um determinado período de tempo
. Fatores que afetam a oferta: preço do próprio produto, custos dos fatores de produção, concorrência, mudanças tecnológias
. Lei da Oferta: “Se o preço sobe, a oferta de X sobe. Se o preço cai, a oferta de X cai.”
*
*
Revisão/Aulas 3-4 
(Prof. Antonio Elder)
Equilíbrio de Mercado: OFERTA (S) = DEMANDA (D)
 
 Este ponto (E) é onde a quantidade que os consumidores desejam comprar é exatamente igual à quantidade que os produtores desejam vender. Ou seja, não há excesso ou escassez de oferta ou de demanda. Existe coincidência de desejos.
*
*
Revisão/Aulas 3-4 
(Prof. Antonio Elder)
 
A Microeconomia é uma divisão da teoria econômica, que se caracteriza por abordar, em meio à economia de um país, o estudo de unidades econômicas específicas.
A Microeconomia é uma abordagem que coloca uma “lente de aumento” sobre uma das tantas unidades econômicas que formam a economia de um país, para estudar as características específicas desta unidade.
 
*
*
Revisão/Aulas 3-4 
(Prof. Antonio Elder)
O preço de um bem e/ou serviço é a sua relação de troca pelo dinheiro, ou seja, é a quantidade de reais (R$) necessários para transacionar 1 unidade da mercadoria. Os preços são formados nos mercados específicos.
Os agentes econômicos, na teoria microeconômica, são considerados RACIONAIS. Significa que sempre agem visando maximizar seus benefícios.
*
*
Revisão/Aulas 5 e 6 
(Prof. Antonio Elder)
Elasticidade
 Definição : mede a sensibilidade (ou a resposta) da quantidade em função das mudanças (ou modificações) de algum dos seus fatores determinantes.
 Tipos:
Elasticidade-Preço da Demanda
Elasticidade-Preço da Oferta
Elasticidade-Renda da Demanda
Elasticidade-Cruzada da Demanda
*
*
Revisão/Aulas 5 e 6 
(Prof. Antonio Elder)
Elasticidade-Preço da Demanda e da Oferta
Epd = (Δ%Qdx/ Δ%Px)
Epo = (Δ%Qox/ Δ%Px)
Análises:
Inelástica: Epd < 1 (em valor absoluto), ou , Epo < 1, neste sentido: Δ%Qx < Δ%Px;
Elástica : Epd > 1 (em valor absoluto), ou Epo > 1, neste sentido, Δ%Qx > Δ%Px  
Elásticidade Unitária: Epd = 1 (em valor absoluto), ou EPo = 1, neste sentido, Δ%Qx = Δ%Px 
*
*
Revisão/Aulas 5 e 6 
(Prof. Antonio Elder)
 Intervenção do governo na formação de preços no mercado pode ser por meio:
Da incidência de um imposto sobre vendas;
Da fixação de preços mínimos na agricultura;
Do controle de preços (ou tabelamentos) e racionamento.
 
*
*
Continuação da Aula 6
(Prof. Antonio Elder)
Estruturas de Mercado (características):
> Concorrência Perfeita
Existência de um grande número de vendedores e compradores;
O produto transacionado é homogêneo;
Há perfeita mobilidade de fatores de produção;
Há livre mobilidade de empresas no mercado;
Pleno conhecimento: todos os agentes conhecem todas as condições do mercado todo o tempo;
As empresas não são formadoras e sim tomadoras de preços, advindos do mercado. 
*
*
Continuação da Aula 6
(Prof. Antonio Elder)
Monopólio: 
> O setor é a própria firma;
Existe um único produtor que realiza toda a produção;
A oferta da firma é a oferta do setor/do mercado;
A demanda da firma é a demanda do setor/do mercado;
A firma produz um produto para o qual não existe substituto próximo;
Existe concorrência entre os consumidores
. Oligopólio:
É uma estrutura de mercado que podemos encontrar nos setores da indústria (automobilística, farmacêutica etc.), no transporte área e rodoviário, químico, siderúrgico, dentre outros;
É a forma de mercado em que há um pequeno número de firmas em um dado setor ou um pequeno número de firmas que dominam um setor com muitas empresas;
As empresas produzem produtos que são substitutos entre si. 
*
*
Revisão: Aula 7
(Prof. Antonio Elder)
Teoria da Firma, dividida em:
Teoria da produção;
Teoria dos custos de produção:
Maximização do lucro total.
> O que A FUNÇÃO DE PRODUÇÃO mostra? As várias possibilidades de se combinar os recursos de produção, para obter a quantidade desejada do produto. 
Análise de Planejamento de uma firma:
Curto prazo: pelo menos um dos fatores de produção está fixo;
Longo prazo: todos os fatores de produção são variáveis;
Fatores:
Fixo: independe do nível de produção
Variável: muda/varia em função do nível de produção
*
*
Revisão: Aula 7
(Prof. Antonio Elder)
Produtividade média: produção média do fator variável utilizado;
Produtividade marginal: produção extra por cada unidade a mais do fator variável utilizado;
Custos:
Custo Fixo (CF): gastos com o fator de produção fixo
Custo Variável (CV): gastos com o fator de produção variável
Custo Total (CT): soma dos custos fixos e variáveis
CT = CF + CV 
Custo Médio (CMe): é o custo por unidade
CTMe = (CT / Q) ou CTMe = CVMe + CFMe
Custo Marginal (CMg): È a variação no custo total, quando se produz mais uma unidade de produto. CMg = (∆ CT/ ∆Q)
> Maximização do lucro total: LT = RT – CT >>> RMg = CMg
*
*
Revisão/Aula 8
(Prof. Antonio Elder)
 Um sistema econômico pode ser definido como sendo a forma política, social e econômica pelo qual estar organizada uma sociedade.
Objetivos:
Estabilidade Econômica: Para que haja equilíbrio no desempenho da atividade econômica
Equidade ou Igualdade Econômica: Para que um maior número de pessoas