GenomaHumanoRev
5 pág.

GenomaHumanoRev


DisciplinaGênese e Desenvolvimento de Células e Tecidos61 materiais69 seguidores
Pré-visualização4 páginas
genes dos mamíferos. Lançando mão desta similaridade, C. elegans vem sendo 
usado para a busca de novos medicamentos. Por exemplo, vermes que têm um receptor de insulina alterado, como 
ocorre nos diabéticos, são cultivados com várias drogas que podem interferir na passagem da glicose para dentro 
das células. Naquelas culturas em que há crescimento dos vermes, temos um novo medicamento potencial que 
poderá auxiliar no tratamento da diabetes. Esse tipo de pesquisa só é possível porque os genes envolvidos neste 
processo são similares nos vermes e em humanos. 
No começo ano 2000, o genoma da mosca das frutas (a Drosophila), um dos organismos preferidos dos 
geneticistas, teve o seqüenciamento concluído e 13.600 genes foram identificados. Este número, por si só. já 
causou estranheza. Esperava-se que Drosophila, por ser um organismo formado por um número maior de células e 
com um desenvolvimento mais \u201ccomplexo\u201d. tivesse mais genes que C. elegans. Isto não ocorreu, ao contrário, o 
número de genes em Drosophila foi menor. 
Uma descoberta importante foi que a metade dos genes da mosca apresenta similaridade com os genes 
dos mamíferos. De 289 genes relacionados a doenças humanas atualmente conhecidos, 1 77 (61 %) têm 
equivalentes na Drosophila. Entre estes. o gene supressor de tumor p53 (o \u201cguardião do genoma\u201d). o gene AÍEN 
(envolvido em neoplasia endócrina múltipla), os genes tati e Parkin (relacionados à doença de Parkinson) e muitos 
outros. Estas similaridades tornam Drosophila um modelo para o estudo dessas doenças. 
O genoma da planta Arabdopsis. thaliana possui 120 Mb. e pode ser considerado muito pequeno em 
relação ao genoma da maioria das plantas (geralmente os genomas de vegetais tem várias Gb de DNA \u2014 1 Gb = 
uma gigabase, que corresponde a 1000 Mb). O trigo, por exemplo tem um genoma de 16 Gb (lembrar que o 
genoma humano tem 3.2Gb). No genoma de A. thaliana foram identificados 26.000 genes. 
Comparando os genomas de leveduras, vermes, moscas. e humanos podemos aprender algumas coisas 
interessantes. A primeira delas é que aproximadamente 3000 genes são comuns aos três genomas. Estes devem 
corresponder aos genes que codificam a maquinaria básica para o funcionamento de toda célula eucariótica. Outra 
evidência que podemos ver, é que os genes vão se tornando gradativamente mais complexos, de leveduras para 
humanos. A maior complexidade estrutural e funcional que se observa nos seres humanos (quando comparado com 
leveduras ou vermes) parece refletir mais o aumento da complexidade dos genes do que o aumento no número de 
genes. 
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------ 
 
 
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.