Aula 3

Aula 3


DisciplinaAnálise do Comportamento4.871 materiais161.327 seguidores
Pré-visualização1 página
*
Introdução ao Sniffy Pro
Profa: Jesiane Marins
Contato: jesianemarins@hotmail.com
Disciplina: Análise experimental do comportamento
*
INTRODUÇÃO- Programa Sniffy Pro
O programa visa avaliar a relação entre teoria e prática sobre os conteúdos ministrados nas disciplinas de análise experimental do comportamento.
O Programa Sniffy Pro possibilita ao aluno realizar e visualizar experimentos sobre os condicionamentos clássico e operante e sobre os elementos que os compõe. 
proporciona a visualização sobre o comportamento do animal e alguns processos psicológicos, que podem ser comparados as reações dos seres humanos.
*
Condicionamentos
Condicionamento clássico ou respondente: quando um estímulo é acompanhado por outro estímulo e a relação entre eles influencia na mudança do comportamento.
Condicionamento operante ou instrumental: associação entre comportamentos (respostas) e eventos externos (estímulos). Nesta situação, para haver aprendizagem, é preciso explorar o ambiente e operar sobre ele.
O psicólogo procura explicações para associação entre os estímulos nos processos psicológicos.
*
Vantagens
Programa experimentos
Visualiza quantas vezes quiser os resultados.
Possui as janelas da mente: processos psicológicos disponíveis para serem utilizados e manipulados.
O experimentador pode escolher que tipo de processo psicológico Sniffy empregará de maneira distinta em uma mesma situação.
*
Instrumento de aprendizagem e não de pesquisa
As situações são encontradas prontas e não podem ser criadas.
Trabalha-se apenas com as possibilidades que o programa oferece e dentro de circunstâncias virtuais.
O Sniffy comerá sempre que você oferecer possibilidade de se alimentar. Sua fome é insaciável. 
Sniffy aprende em um tempo muito menor que o real.
*
Áreas da Psicologia que podem ser aplicados os resultados dos experimentos 
Psicologia terapêutica
Psicologia escolar
Psicologia Organizacional (treinamentos).
Cinoterapia
Psicologia Jurídica
*
Introdução ao Condicionamento Clássico
Profa: Jesiane Marins
Contato: jesianemarins@hotmail.com
Disciplina: Análise experimental do comportamento
*
Introdução
Condicionamento clássico ou respondente: quando um estímulo é acompanhado por outro estímulo e a relação entre eles influencia na mudança do comportamento.
1º estímulo: estímulo condicionado (CS)
2º estímulo: estímulo incondicionado (US).
Resposta incondicionada: resposta óbvia e natural ao estímulo que foi apresentado. Ex: Salivar, espirrar, piscar.
Resposta de orientação (OR): resposta inicial ao estímulo condicionada. Devido ao desconhecimento sobre o comportamento adequado, muitas das vezes fala-se de estímulo neutro e não estímulo condicionado.
Resposta condicionada: aprendizagem da relação entre um CS com o outro US.
*
Abrindo o programa Sniffy
Drive C
Arquivos e Programas
Sniffy Pro for Windows
Sniffy Pro
Sample Files (demonstrações de experimentos)
*
*
Dados
Untitled (sem título).
Lab Assistant (assistente de laboratório)
Vá em File e após em Save as e dê o nome deste arquivo como Conhecendo o Sniffy.
*
Resposta emocionalmente condicionada (CER)
Apresenta-se um estímulo condicionado primeiro (Luz fraca) e em seguida um estímulo incondicionado (Luz muito forte ou Som alto demais).
O objetivo é desenvolver no animal o sentimento de medo, mesmo quando ele visualizar a luz fraca, pois ele saberá que em seguida aparecerá a luz forte.
*
Resposta emocionalmente condicionada
Índice de movimento: quantos comportamentos de medo Sniffy desempenhou no momento em que o estímulo condicionado era apresentado e logo em seguida o estímulo incondicionado também era mostrado.
Índice de supressão: primeiro Sniffy deve aprender a pressionar a barra e a desenvolver a resposta emocionalmente condicionada.
Deve medir quantas vezes o animal pressionou a barra durante a apresentação do estímulo condicionado e dividir este mesmo número somado a pressão à barra antes da apresentação do estímulo condicionado.
*
Resposta emocionalmente condicionada
Fórmula: Índice de supressão