A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
11 pág.
Teoria contigencial

Pré-visualização | Página 1 de 3

‘Teoria contigencial:
Diferentes ambientes requerem diferentes desenhos organizacionais, tornap-se necessaárioum modelo apropriado para cada situação.Tudo é relativo, tudo depende.
Origens: Surgiu após a realização de várias pesquisas, onde verificaram que não há um único e melhor jeito de organizar.
Pesquisa Chandles: 
A estratégia define a estrutura
Pesquisas sobre empresas, a fim de mostrar como a estrutura dessas empresas foi adaptada e ajustada à sua estratégia. Envolveu 4 fases distintas: Acumulação de recursos, Racionalização do uso de recursos, Continuação do crescimento e Racionalização do uso de recursos em expansão.
Pesquisa Buns e Stalker: 
Empresas Orgânicas e Mecanísticas
Pesquisa feita sobre indústrias inglesas para avaliar a relação entre as práticas adminsitrativas e o ambiente externo.Classificaram as empresas em dois tipos: 
Orgânica: Flexível, mutável.Cargos e tarefas provisórias.Decisões descentralizadas, comunicação horizontal.Teoria das relações humanas.Ambiente instável.
Mecanística: Exatamente o contrário.Teoria clássica.
Pesquisa Lawerence e Lorsch: 
Diferenciação e integração
Defrontamento entre a organização e o ambiente.
Diferenciação:Cada departamento reage apenas à parte do ambiente que lhe afeta diretamente.
Integração:Pressões vindas do ambiente da organização no sentido de obter unidade de esforços e coordenação entre os departamentos.
Adhocracia 
Inverso da burocracia.Uma estrutura flexível capaz de moldar-se contínua e rapidamente às condições ambientais.Equipes teporárias,autônomas.Autoridade descentralizada.Poucas regras e rocedimentos.
Pesquisa Joan WoodWard: 
Classificação da tecnologia – Produção unitária(oficina), Produção em massa e Produção contínua. 
Concluiu que: O desenho organizacional é afetado pela tecnologia da organização,a previsibilidade dos resultados afeta o número de níveis hieráquicos.
Tecnologia: 
Tipologia de Thompson:
Tecnologia de elos em sequência: Linha de produção em massa.Existe uma interdependência serial entre as diferentes tarefas.Tecnologia fixa e estável. A repetição faz com que reduzam-se os erros e perdas de energia, gerando um trabalho voltado para eficiência.(Adm.Científica)
Tecnologia Mediadora: Ligação de clientes que desejam ser interdependdentes.Ex:O banco comercial liga os depositantes aos que tomam emprestado.Requer modalidades padronizadas para envolver os clientes.Produto abstratoTeoria da burocracia)
Tecnologia intensiva: A organização utiliza de várias técnicas para modificar um objeto específico.Ex:Os hospitais, possuem uma série de tecnologias, mas o que vai definir qual será utilizada será o estado no qual o paciente estará.Tecnologia flexível.(Teoria da contigência)
Thompson a Bates classificaram a tecnologia em dois tipos: Flexível e fixa.
Organização:
Estrutura matricial.Une a espeialização da estrutura funcional, com a coordenação da estrutura por produtos.É flexível e con ta com maior participação dos funcionários.Muito utilizada em tempos instáveis.Porém, apresenta dualidade de comando. 
Por equipes: Delegação de responsabilidadesEmpowerment.Tornam-se mais flexíveis e agéis.Vant: Reduz barreiras entre departamentos, reduz o tempo de reação aos pedidos do cliente.Desv:Pode levar a descentralização exagerada e não planejada.Conflitos e falta de autoridade.
Redes: A empresa transfere algumas de suasw funções para unidades separadas, interligadas através de um órgão.
Homem complexo
Define o homem como um sistema complexo de valores, percepções, características e necessidades pessoais.Homem é um ser transacional de sistema aberto e é particular.
Modelo contigencial de motivação:
Vroom: O nível de produtividade depende de 3 forças básicas: Expectativas,Recompensas(relação percebida entre a produtividade e alcance dos objetivos individuais) e as relações entre ambas.
Clima organizacional:
É afetado pelas seguintes váriaveis: Estrutura organizacional, responsabilidade, recompensas, conflito, entre outras. 
Estratégia Organizacional
Escola ambiental – o ambiente é o principal determinante do processo de geração de estratégia.A organização deve responder às forças ambientais.A liderança deve saber interpretar o ambiente.
Escola do design – SWOT E BCG.
Escola de Porter – A estratégia deve ser baseada na estrutura o mercado no qual as organizações operam. 5 forças de Porter: Ameaça de novos entrantes, poder de barganha dos fornecedores e dos consumidores, ameaça dos produtos substitutos e a intensidade da rivalidade. 
*Estratégias à serem usadas: Liderança em custo, diferenciação e foco.
TEORIA ESTRUTURALISTA
Estrutura é o conjunto formal de dois ou mais elementos e que permanece inalterado seja na mudança, seja na diversidade de conflitos.E o estruturalismo é um método que analisa e compara os elementos com uma relação de totalidade.O todo > que a soma de todas as partes.A teoria surgiu com uma posição mais ampla e compreensiva que integre os aspectos da t.clássica e a t.das relações humanas.
O homem organizacional
Demsempenha diferentes papéis em várias organizações.Para obter exito nas organizações em que parrticipa, precisa ter as seguintes características: Flexibilidade, Tolerância às frustações, Adiamento de recompensas.. 
Tipolgia das organizações:
Etizioni – Características:Divisão do trabalho, centros de poder e susbtituição do pessoal.
Classificação das organizações: Coercitivas – Controle físico(força física,punições).Envolvem-se de forma Alienativa(forçado).Ex: Prisões, campos de concentração. 
Utilitárias: Controle material(renumeração).Envolvimento calculativo(compensação econômica).Ex: empresas
Normativas: Controle normativo(Símbolos puros ou em valores sociais).Envolvimento moral(atribui valor à missão da organização).Ex: Igreja e ONGS.
*Enfoque nos sistema psicosociais.Omitssão à estrutura, tecnologia e o ambiente.
Blau e Scott – Baseia-se no principal beneficiário da organização. 4 tipos: Os prórprios membros,os proprietários e acionistas, os clientes e o público.Sendo assim, existem 4 tipos de organizações: Benefícios mútuos—os próprios membros; Interesses comerciais--- acionistas e proprietários;Serviçoes---ONGS,hospitais; Org do estado--- público em geral
Estratégia organizacional
Competição, Negociação, Cooptação(impedir ameaças externas) e Coalização(combinação de duas organizações em busca de um objetivo).
Conflito Organizacionais
Para os estruturalistas, os conflitos são elementos geradores das mudanças e da inovação.Eles não concordam com a repressão dos conflitos, pois é através deste que pode-se avaliar o poder e o ajustamento do sistema da organização à situação real.No caso de sua repressão, teria como consequencias:estagnação,abandono do emprego, aumento de erros..
TEORIA COMPORTAMENTAL 
É um desdobramento da T.R.Humanas, reformulando seus conceitos românticos.Critica a T.Clássica, se opondo a organização formal, com poder centralizado.Propósito de analisar o comportamento das pessoas.
Motivação: Hierarquia das necessidades de Maslow(fisiológicas, de segurança,sociais,estima e auto realização) e Teoria dos dois fatores de Herzberg(higiênicos e motivacionais).O último propos o enriquecimento de tarefas ou de cargo.
Estilos de Administração: Mc Gregor Teoria X(Estilo autocrático, rígido e centralizado) E Teoria Y(Estilo participativo, baseado em valores humanos e sociais.Democrático e descentralizado)
Sistemas de administração 
Liker - Considera a administração como um processo relativo.Ele classifica os sistemas em relação a 4 variáveis: 1- Processo decisorial 2- Sistema de comunicação 3- Relacionamento interpessoal 4- Sistema de recompensas e punições.
Coercitivo(teoria x): Autocrático e forte, que controla rigidamente tudo o que ocorre na organização.1-Centralizado na cúpula 2- Precário, apenas verticais 3- A informal é proibida 4- Enfoque nas punições e na regulamentação do trabalho.
Participativo(teoria y): É o sistema democrático por exelência, sendo o mais aberto de todos. 1- As decisões são delegadas aos níves organizacionais, o institucioanal define e controla 2- Vertical