Redes e Sistemas de Telecomunicações
255 pág.

Redes e Sistemas de Telecomunicações


DisciplinaPropagação e Antenas126 materiais1.649 seguidores
Pré-visualização48 páginas
para o
SCP, via rede SS7.
Depois que a lógica de serviço age sobre a mensagem, o SCP envia uma
mensagem de análise de rota que diz ao SSP como manipular a chamada
antes do próximo PIC (analisar informação). Essencialmente, quando o
SSP reconhece que a chamada tem um trigger AIN associado, suspende o
processamento da chamada, enquanto faz uma consulta (query) ao SCP
para obter instruções de roteamento. Uma vez que o SCP fornece a instru-
ção, o SSP continua com o fluxo do modelo até completar a chamada.
AIN Release 0
O modelo de chamada AIN Release 0 tem três checkpoints de trigger (tri-
gger checkpoints (TCPs)). Para cada TCP existe um ou mais triggers. Por
exemplo, o TCP off-hook inclui o trigger de off-hook immediate. Se a linha
de um usuário está equipada com esse trigger, a comunicação com o SCP
ocorrerá se o sistema de comutação detectar uma condição de off-hook.
Para um trigger de off-hook delayed, um ou mais dígitos foram discados
antes de disparar trigger para o SCP. No TCP de coleta de dígitos e análi-
se, os dígitos coletados são analisados antes de disparar trigger. Os dispa-
ros de trigger podem ocorrer também no estágio de roteamento da chama-
da. Esse modelo é mostrado na figura 3.14.
Quando um sistema de comutação reconhece que uma chamada requer
envolvimento AIN, as condições de overload são verificadas antes de ocor-
rer a comunicação com o SCP. Este processo é chamado de "code ga-
pping" e que permite que o SCP notifique o sistema de comutação para
que controle o fluxo do retorno de mensagens para determinados NPAs ou
NPA\u2013NXXs. Quando o code gapping está em execução, algumas chama-
das podem receber tratamento final.
114488 Redes e Sistemas de Telecomunicações
\u2022 Off \u2013 Hook Immediate
\u2022 Off \u2013 Hook Delay
\u2022 Incoming Trunk Seizure
\u2022 PRI B \u2013 channel
\u2022 Automatic
Flexible Routing
\u2022 Directory Number
\u2022 BRI Feature Activators
\u2022 PODP Feature Code (*XX)
\u2022 Customized Dialing Plan
Codes
\u2022 Shared Interoffice Trunk
(Access Tandem trigger)
Digit
Collection
&
Analysis
Off \u2013 HookTCPs
Routing
Idle
Figura 3.14
Para outras, a mensagem de pedido de instrução é enviada para o SCP.
Dependendo da lógica de serviço do SCP, ocorrerá a resposta para o sis-
tema de comutação com qualquer das instruções mostradas a seguir:
AIN Release 0 trigger hit
TCAP Query sent
to SCP
Code Gapping
checked
Final treatment
Provide Instructions
Play announcement and collect digits
Route call
Terminate call to announcement
Notify SCP when call is cleared
Code Gapping information
Figura 3.15
Redes 114499
AIN Release 0.1
O AIN 0.1 é a primeira série do AIN Release 1. Existem duas diferenças
fundamentais entre AIN Release 0 e AIN 0.1 A primeira é o modelo formal
da chamada e a segunda é a série de mensagens entre o sistema de co-
mutação e o SCP. O modelo formal da chamada é separado no modelo de
chamada originada e no modelo de chamada terminada. O modelo do AIN
Release 0 não distinguia entre originado e terminado. A figura 3.16 mostra
uma porção do modelo de chamada originada e que inclui 4 TDP: tentativa
de originação de chamada, informação coletada, informação analisada,
rede ocupada.
1. Null
2. Authorize_Orig._Attempt
3. Collect_Information
4. Analyze_Information
5. Select_Route
Origination Attempt
Orig. Attempt
Authorized
Orig. DeniedDisconnected
Collect Timeout
Invalid Info.
Network Busy
Info. Collected
Point in Call
(PIC)
Trigger
Detection
Point
(TDP)
AIN 0.1 TDP
Info. Analyzed
Route Selected
Exception
Figura 3.16
O modelo de chamada terminada inclui 1 TDP: tentativa de terminação de
chamada, conforme mostrado na figura 3.17.
115500 Redes e Sistemas de Telecomunicações
11. T_Null
12. Authorize_Termination
13. Select_Facility
14. Present_Call
15. T_Alerting
Termination Attempt
Call Presented
Term. DeniedCleared
T_Busy
Call Rejected
T_No_Answer
Term. Resource
Available
Point in Call
(PIC)
Trigger
Detection
Point
(TDP)
AIN 0.1 TDP
Call Accepted
T_Answer Route Selected
Exception
Figura 3.17
AIN Release 0.2
O AIN 0.2 é construído sobre o AIN 0.1 com capacidades adicionais para
suportar dois novos serviços de comunicação: Personal Communication
Service (PCS) e Voice-Activated Dialing (VAD). Ao mesmo tempo que o
AIN 0.2 está focado no suporte a PCS e VAD, todos os requisitos para
atender a essas capacidades estão definidos de forma independente do
serviço. As capacidades do AIN 0.2 incluem o seguinte:
! Interface SSP\u2013IP baseada em ISDN.
! Triggers de não resposta e ocupado.
! Processamento de listas de próximo evento.
! Roteamento default.
! Funções adicionais em todas as área de operação (ex: teste de rede).
No AIN 0.2, também foram incorporadas capacidades de roteamento de-
fault. Significa que, quando a chamada encontra um erro, ela pode ser en-
caminhada a uma máquina anunciadora, ao contrário do que é feito no AIN
0.1 onde é dado um tratamento final.
Redes 115511
Exemplos de Criação de Serviço AIN
Nesta seção se discutirá vários aspectos da criação de serviço, mais exa-
tamente da ferramenta que controla a representação do fluxo da chamada
para cada usuário de forma individual. Muitos fornecedores de software
AIN têm combinado o software de criação do serviço com interfaces gráfi-
cas, de forma a eliminar a necessidade dos tradicionais métodos de pro-
gramação. A figura 3.18 mostra um exemplo de uma abordagem de cons-
trução a blocos para criar serviços AIN. Colocar anúncio gravado, coletar
dígitos, rotear chamada, fazer translação de número são mostrados na
figura. O SSP possui a habilidade de colocar anúncio gravado e coletar
dígitos como faz o IP. Rotear a chamada é uma função do SSP e fazer
translação de número já é uma funcionalidade SCP. Pelo arranjo dessas
quatro funcionalidades, ou blocos de construção em várias combinações,
os serviços tais como o 0800 com discagem interativa, call screening de
saída, e chamada para número de área podem ser criados.
Call screening vem a ser:
! Se anunciar e solicitar a discagem,
! Coletar o número chamado,
! Fazer a ligação e transferir para o usuário.
Play
Announcement
800 Service With
Interactive Dialing
Outgoing Call
Screening
Area Number
Calling
Collect
Digits
Collect
Digits
Collect
Digits
Number
Translation
SSP or IP SSP SCP
Number
Translation
Number
Translation
Route Call
Route Call
Route Call
Route Call
Play
Announcement
Play
Announcement
Figura 3.18
115522 Redes e Sistemas de Telecomunicações
A figura 3.19 representa como deve ser uma template de criação de um
serviço.
O serviço de call screening de saída inicia com o número telefônico do
usuário. Este exemplo possibilita que o usuário seja conduzido ao serviço
de call screening para os números de prefixo 900, ao mesmo tempo que
pode se ultrapassar o serviço pela inserção de um PIN.
7039748072 ANI
900
Outgoing Call
Screening Service
4755
7039743458
Terminate
Terminate
Route
Route
Other
Other
Dialed
Number
Carrier
Carrier
Ask For PIN
Result
Figura 3.19
Um serviço de discagem de extensão de 4 dígitos é mostrado na figura
3.20. Isso possibilita um serviço de discagem abreviada além dos limites
da central telefônica. Se um empregado na localização 1 quer chamar um
empregado na localização 2 pela discagem de 2111, embora o nº 2111
não seja o que o sistema de comutação usa para rotear a chamada, um
trigger customizado de plano de discagem é encontrado depois que 2111 é
discado e uma query é enviada para o SCP. A lógica no SCP usa o 2111
para determinar o número real do telefone da parte chamada.
Redes 115533
STP
RING!!!
SCP
Switching
System
Switching
System
1111 11112222 22223333 3333
Location 1 Location 1
Dial