Caderno de Planejamento de MKT
43 pág.

Caderno de Planejamento de MKT


DisciplinaAdministração de Marketing I11.215 materiais82.293 seguidores
Pré-visualização14 páginas
promoções de vendas consistem nas promoções para os consumidores (como amostras, 
cupons e prêmios), promoções para o varejo (como propaganda e concessões de exibição) e 
promoções para a força de vendas (concursos para vendedores).
Relações públicas
"É o processo de avaliar as atitudes dos grupos de interesse, identificando os produtos e 
atividades da empresa com os interesses destes últimos e utilizando comunicações não-pagas 
para construir relacionamentos de longo prazo com eles\u201c (NICKELS E WOOD, 1999, P. 324). 
Relações Públicas é uma forma de a empresa comunicar-se com o público que realmente está 
interessado no produto/serviço e enxergar potencial para o seu sucesso. Abrange também a 
comunicação direcionada internamente, aos funcionários da empresa, ou externamente, aos 
consumidores, outras empresas, governo e imprensa.
Comunicação em Marketing
Para se executar um projeto, é preciso que, desde a sua essência (Escopo), se tenha uma forma de 
comunicação linear, que não encontre barreiras e que seja clara e direta na sua objetividade de 
mensagem que é repassada.
A comunicação em Marketing precisa que os interlocutores estejam alinhados na ideia principal, 
que é entender a sua objetividade e execução.
Os principais comunicadores são aquelas pessoas que, de uma forma simples, levam a mensagem 
desejada ao maior universo possível de pessoas e mentes. 
A mídia é constituída pelos meios de comunicação escrita (jornais e revistas), transmitida (rádio, 
TV), em rede (telefone, cabo, satélite, sem fio), eletrônica (fitas de áudio e vídeo, videodisco, 
CD-ROM, página Web...) e expositiva (painéis, outdoors, cartazes). Muitas mensagens não 
pessoais são transmitidas por meio da mídia paga.
Etapas no desenvolvimento de uma comunicação eficaz:
Mensuração dos resultados da comunicação.
São as medidas de mudanças de comportamento que vão dizer se o esforço valeu a pena ou não. 
Mas, como eu faço? Por onde começo?
- 26 -
Julio Cesar de Souza
(Continuação do Caderno de Planejamento de Marketing...............................................................)
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
1 - Identificação do público-alvo
2- Determinação dos objetivos
3- Elaboração da comunicacão
4- Seleção dos canais de comunicacão
5- Estabelecimento do orçamento
6- Decisão sobre o mix de comunicacão
7- Mensuracão dos resultados da comunicacão
8- Gerenciamento da comunicação integrada de marketing
Depois de implementar o plano de comunicação, o comunicador precisa avaliar o impacto no 
público-alvo. Deve-se perguntar a integrantes desse grupo se reconhecem a mensagem ou se 
lembram dela; quantas vezes a viram e o que sentiram em relação a ela; que detalhes lhes vêm à 
mente e quais são suas atitudes anteriores e atuais em relação ao produto e à empresa. 
\u201cO comunicador também deve reunir dados comportamentais da resposta do público, como, por 
exemplo, quantas pessoas compraram o produto, se gostaram dele e se falaram a respeito dele 
com outras pessoas.\u201d
Gerenciamento da comunicação integrada de marketing (CIM):
Isto ocorre quando analisamos um conjunto de funções estratégicas que compõem um processo 
com todas as etapas de comunicação de marketing. 
Em resumo, o CIM representa:
\u201cO gerenciamento e a coordenação de um processo completo de comunicação requerem uma 
comunicação integrada de marketing (CIM), que vem a ser o planejamento de comunicação de 
marketing que reconhece o valor agregado de um plano abrangente, capaz de avaliar os papéis 
estratégicos de diversas disciplinas de comunicação e combiná-las a fim de oferecer clareza, 
coerência e o máximo impacto, por meio da integração coesa de mensagens criteriosas.\u201d
As empresas estão, cada vez mais, tratando de criar modelos que possam a curto prazo 
desenvolver soluções aos desafios apresentados no mercado competitivo.
Praça (ponto de venda/distribuição)
Para que os consumidores possam usufruir de produtos produzidos (feitos,) torna-se necessário o 
processo de distribuição, que é a chegada desses produtos às praças competentes (locais).
O consumidor, para poder adquirir o produto desejado, precisa entender que a definição de uma 
localização adequada, \u201cP\u201d de Praça, é uma fase contundente do processo. Muitas vezes, a 
procura por lojas de varejo que detém o produto escolhido pelo consumidor é desanimadora, 
mas, para que ele tenha plena satisfação em encontrá-los, a cadeia produtiva precisa funcionar.
\u201cUm canal sem capacitação não reproduz com fidelidade o real benefício dos produtos e 
serviços, neutralizando assim todo o investimento em marketing. Como consequência, pode 
simplesmente exterminar o valor de uma marca\u201d. 
A tarefa mais complexa é fazer a percepção dos clientes, quanto à plena credibilidade da entrega 
- 27 -
Julio Cesar de Souza
(Continuação do Caderno de Planejamento de Marketing...............................................................)
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
dos seus produtos no prazo combinado com qualidade, o que torna a sua missão mais 
interessante, porém, ao mesmo tempo extremamente complexa, pois precisa saber lidar com as 
adversidades do ambiente externo e o amadurecimento dos seus relacionamentos nos canais de 
distribuição.
Arraial do Cabo, em 15 de outubro de 2012.
Aula 8 - O plano de marketing 
A Importância de um Plano de Marketing para as Empresas
Quando definimos um plano de marketing para um determinado grupo econômico, estamos 
comentando sobre um modelo gerencial a ser utilizado, no qual teremos estratégias bem 
objetivas, podendo inclusive identificar os pontos fortes e pontos fracos do ambiente interno e as 
ameaças e oportunidades que o mercado vai proporcionar à empresa. Trata-se de todo um 
modelo gerencial objetivando os melhores programas de ações para sua efetivação, procurando 
sempre medir as condições dos ambientes internos e dos ambientes externos e sua condição 
evolutiva.
Para que todo o processo do plano de marketing esteja sempre respaldado de coerência e com 
sustentabilidade, precisamos ter as premissas básicas que deverão ser regidas. 
Um plano de marketing envolve algumas atividades:
\u2714 Objetivar a definição da missão corporativa. 
\u2714 Procurar a formulação de estratégias. 
\u2714 Sempre análise da situação. 
\u2714 Sempre trabalhar com: Implementação, Feedback e Controle.
\u2714 Procurar a formulação dos objetivos. 
\u2714 Cenários Prospectivos.
Estabelecendo a missão
Algumas perguntas básicas devem ser feitas na hora de se estabelecer a missão da organização, 
ou seja, seus Objetivos Genéricos:
FAZER \u2013 o quê?
SER \u2013 o quê?
ESTAR \u2013 onde? Quando?
Após obtermos os objetivos genéricos chegamos aos Objetivos Específicos satisfazendo as 
seguintes afirmações:
FAZER \u2013 alguma coisa (o quê? onde? Quando e como?)
SER \u2013 alguma coisa (o quê? onde? Quando e como?)
ESTAR \u2013 em algum lugar (onde?), em algum momento (quando?)
- 28 -
Julio Cesar de Souza
(Continuação do Caderno de Planejamento de Marketing...............................................................)
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Todas as organizações querem obter sucesso no que fazem; logo, basicamente os objetivos 
genéricos das empresas (salvo raras exceções) é ser:
LUCRATIVA \u2013 objetivo genérico: LUCRO
CRESCENTE \u2013 objetivo genérico: CRESCIMENTO
SOBREVIVENTE \u2013 objetivo genérico: SOBREVIVÊNCIA
PRESTIGIOSA \u2013 objetivo genérico: PRESTÍGIO 
Resumidamente os objetivos genéricos de uma empresa são:
FAZER: alguma coisa, em algum local ou mercado, por algum tempo, SENDO: 
LUCRATIVA -> CRESCENTE -> PRETIGIOSA -> DURADOURA
Os objetivos Específicos seriam:
FAZER ou produzir algum produto ou serviço específico de