A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
65 pág.
Resumo completo 3- Batista

Pré-visualização | Página 21 de 21

é moral.
Sujeito é servidor público e trabalha em Paracambi, morando no RJ. Um belo dia, o chefe da advocacia do estado o convoca a um local diverso do de sua locação. Neste caso, foi convocado para comparecer onde ele está. Nesse caso, pagar diária é cumprir a lei, mas não tem que indenizar quando não houve o custo. Ideia de moralidade administrativa passa por aí. Adm publica não tem que cumprir o direito apenas, mas tbm uma ética esperada pela sociedade.
Princípio da Impessoalidade
quando o sujeito é agente publico e exerce as funções do cargo que ele ocupa, não levará em conta o afeto ou desafeto por quem quer que seja.
Concurso publico (pra admitir pessoal) e a licitação (pra celebrar contrato) contribuem pra isso.
O Art. 37, II → admissão por concurso publico
Art. 37, IX → exceção: contratação temporário com lei autorizando.
Esse art. 37, IX não afasta o princípio da impessoalidade: não se pode levar em conta quem será esse pessoal temporário: deverá escolhê-los de forma impessoal.
Algum critério de escolha deve-se estabelecer, senao se contrataria quem vc quisesse.
Súmula vinculante do STF proíbe o nepotismo
→ deve haver um mínimo de distanciamento afetivo para puni-lo quando necessário.
Princípio da Publicidade
esse dá a ideia de que os atos do poder publico são divulgados, mas se fosse só isso não seria um princípio, seria uma regra.
Não é só pq a adm publica divulga pelo Diário Oficial. Tem que dar publicidade suficiente, não necessariamente um diário oficial. Os atos devem ser divulgados, mas a publicidade não é só divulgar atos.
Lei de licitações: qualquer cidadão pode ir lá ver os autos da licitação.
Provas orais são feitas em sessão pública.
Quando se faz uma prova escrita, vc não tá lá. Tem só o seu número. Esse ato administrativo de ver a prova, ver o numero e ver quem é tbm é feito em sessão publica.
Hoje em dia seria melhor chamá-lo de Princípio da Transparência
obrigação da adm publica de dar visibilidade ao que ela faz.
Art. 37 ganhou o princípio da eficiência com a emenda 19 de 92
Princípio da Eficiência
a adm publica deve ter muita atenção para que o uso do epssoal, material e inheiro seja feito para a produção de resultados eficientes; é pra fazer o melhor uso possível.
Exemplos: volta e meia se vê a adm publica formulando contratos com valores excessivos.
Esses princípios regerão a adm publica e permitirão certo controle sobre ela.
Volta e meia o poder judiciário controla a adm publico e lnça mao desses princípios.
Imaginemos que amanhã pessoa1 vira juiz de direito na vara de justiça publica. Vem um ação dizendo que o Senhor X aguarda uma cirurgia que se não for feita representará risco à vida dele.
Berthier intimaria o diretor do hospital a explicar em 24 horas.