PDA_5
7 pág.

PDA_5


DisciplinaPsicologia do Desenvolvimento e da Aprendizagem8.114 materiais89.651 seguidores
Pré-visualização1 página
PSICOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO E DA APRENDIZAGEM
Prof. Taísa Vliese
Aula 5
Psicologia do Desenvolvimento e da Aprendizagem
DESENVOLVIMENTO DA CRIANÇA ATÉ OS 2 ANOS DE IDADE 
 
Desenvolvimento de muitos circuitos neurológicos por onde passam informações e comandos.
DESENVOLVIMENTO DA CRIANÇA ATÉ OS 2 ANOS DE IDADE 
DESENVOLVIMENTO COGNITIVO 
Como Piaget compreendeu o desenvolvimento cognitivo da criança?
O desenvolvimento da criança apresenta uma lógica diferente do adulto, pois é uma estrutura cognitiva que se re-organiza de forma cada vez mais eficiente ao meio. 
Piaget revolucionou o estudo dos bebês ao afirmar que havia inteligência anterior à linguagem
Desenvolvimento cognitivo
INTELIGÊNCIA 
Estrutura: Organização de processos cognitivos
Função: Adaptação ao meio 
Desequilíbrio \u2013 Diferença cognitiva entre os esquemas que o sujeito tem e o que o objeto precisa para ser conhecido.
Assimilação \u2013 age sobre o objeto com os esquemas cognitivos que possui
Acomodação \u2013 construção de novos esquemas para superar o desequilíbrio e interagir com o objeto.
Equilibração \u2013 nunca é definitiva, pois o mundo está em permanente transformação.
ESTÁGIOS DE DESENVOLVIMENTO 
Sensório-motor \u2013 inteligência prática - conquista do universo prático através da percepção e dos movimentos,
Reflexos, 
Reações circulares, 
Desenvolvimento psicomotor 
Direção: 
 Céfalo-caudal e próximo-distal
Para estimular o bebê 
Como o bebê se desenvolve? 
O filhote humano apresenta uma dependência física, simbólica e afetiva dos adultos da mesma espécie.
O Trabalho no Berçário deve proporcionar:
 a exploração, 
 a estimulação dos sentidos
 a movimentação do bebê.
Quais elementos podem fazer parte de uma proposta lúdico pedagógica para a educação e cuidado de bebês?
Linguagem
Como estimular diferentes formas de linguagem.
Linguagem forma a consciência. 
Interação Social
Organização do ambiente. Atividades Lúdicas com brinquedos e objetos desafiadores. 
Afeto
Estruturação psíquica. 
Cada bebê merece atenção individualizada. 
Linguagem
Todo o funcionamento psicológico (inteligência, percepção, atenção, concentração, raciocínio lógico, pensamento, valores morais e imaginação) é construído via linguagem, portanto, é importante estimular as diferentes formas de comunicação e a fala.
O diálogo tônico é uma comunicação entre o bebê e seus cuidadores. Através dele a criança começa a compartilhar os significados.
Interação Social
Preparar o ambiente para atender às necessidade dos bebês e das educadoras. 
Isso significa conforto, segurança para explorar o ambiente e possibilidade de uma organização espacial que propicie movimentos corporais para desenvolver: a percepção espacial, a coordenação motora ampla, praxias finas, o equilíbrio, o senso de localização espacial e possibilidade de locomoção. 
Estimular os sentidos variando as formas, cores, sons, aromas, sabores, sensações e texturas
Brinquedos educativos, brinquedos reciclados, frutas, caixas de papelão, almofadas, garrafas, chocalhos
Espelho
Local para estimulação
Local para descanso
Afeto
É tão importante quanto alimentação. 
Está na base de todas as funções cognitivas
Crises emocionais e mordidas são muito freqüentes nos bebês, pois ele ainda está aprendendo a reagir às frustrações e esperar pela satisfação dos seus desejos. O educador pode ajudar o bebê a corticalizar essa emoção sem usar palavras ásperas. É importante que o educador saiba que faz parte do desenvolvimento afetivo superar as crises que se instalam quando o bebê adquire novas habilidades (andar, preensão, fala) e precisa re-organizar sua forma de interação social.
Essa superação requer paciência e incentivo.
Contribuição da Psicologia do Desenvolvimento para cuidado e educação de bebês
Jean Piaget \u2013 O bebê aprende através do desequilíbrio gerado na interação com novos objetos. Realizar atividades com regularidade, repetição que desenvolvam esquemas sensório-motores.
Lev Vygotsky \u2013 A formação das funções mentais superiores acontece através da mediação e da linguagem. Estimular diversas formas de linguagem no cotidiano.
Henry Wallon - O desenvolvimento da criança acontece em 4 campos funcionais: afetividade, movimento, inteligência e linguagem. 
A emoção é contagiante. O bebê é pura emoção e impulsividade. Os adultos vão ensiná-lo a corticalizar a emoção. 
DESENVOLVIMENTO DA PERSONALIDADE 
Bebê é predisposto ao afeto e ao aconchego. Esta é a base de todo o seu desenvolvimento psicológico.
Relação maternal \u2192 apego do bebê
 Afeto importante na Estruturação psíquica
CARINHO
EMOÇÕES INATAS:
MEDO
RAIVA 
AMOR
AUTO-PRESERVAÇÃO
IMPORTÂNCIA DO AFETO 
As relações afetivas estabelecidas com os cuidadores têm grande importância na estruturação da personalidade da criança, pois ela costuma reproduzir o padrão de interação que teve com esses pares ao longo de sua vida.
APEGO
	Ligação emocional intensa do bebê em relação ao cuidador desenvolvida durante o primeiro ano de vida.
Mãe Canguru \u2192 
DESENVOLVIMENTO AFETIVO 
Fase Oral \u2013 conhecimento do mundo pela boca.
Satisfação libidinal e saciar a fome. 
 Alívio da ansiedade e mal-estar.
 Alimentação e hábitos corretos.
 Estimulação sensorial
Os bebês apresentam milhões de receptores nervosos na pele que ao serem tocados agradavelmente, levam a informação ao cérebro, gerando uma sensação de prazer, conforto e acolhimento.
 Shantala
SHANTALA 
É uma massagem que pode se feita a partir do primeiro mês completo de vida, desde que o bebê apresente boas condições de saúde. É originária da Índia. Foi trazida para o ocidente pelo Médico Frederick Leboyer.
 
Assista ao vídeo disponível na Biblioteca Virtual
BENEFÍCIOS DA SHANTALA 
Tranquilidade; 
A prevenção de cólicas e prisão de ventre; 
O equilíbrio do sistema imunológico; 
A intensificação do vínculo afetivo entre o bebê e quem faz a massagem; 
O alívio para as dores que o bebê apresenta por se movimentar muito pouco.
Melhora a qualidade do sono.
PARA QUEM TRABALHA COM CRIANÇAS: 
Leia o Guia de Alimentação do Ministério da Saúde: Disponível em 
http://www.planalto.gov.br/Consea/static/documentos/Outros/Guia_menores_dois.pdf 
Veja as propostas de Atividades para crianças de 0 a 2 anos: Disponível em
http://www.komarca.com.br/diariodacreche/atividades_02_06.htm 
Leia o Guia de estimulação de crianças de 0 a 2 anos em creches \u2013 disponível em
http://www.inep.gov.br/pesquisa/bbeonline/det.asp?cod=59524&type=P 
Para quem desejar saber mais
Bibliotecas para bebês 
Livros estimulam os sentidos e despertam o gosto dos pequenos pela leitura e pela escrita
Disponível em: http://www2.uol.com.br/vivermente/noticias/bibliotecas_para_bebes.html
PRÓXIMA AULA 
Desenvolvimento da Criança de 2 a 6 anos de idade.