A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
Postagem - Dir. Trabalho I - Semana 8

Pré-visualização | Página 1 de 1

Correção pela professora – 24 abril 2012
SEMANA 8 - Edilene Araújo dos Santos – 4º Período - Direito – Manhã – Campus Menezes Côrtes 
PLANO DE AULA: 8 - DIREITO DO TRABALHO I
Aplicação Prática Teórica - CASO CONCRETO 1:
(OAB/MG/2008) Laudivino Tadeu exerce a função de garçom em restaurante de grande porte e de um alto nível de clientela, recebendo em média a quantia de R$ 2.000,00, por mês a título de gorjetas. Ocorre que a Convenção Coletiva de Trabalho de sua categoria estabelece o piso salarial mínimo mensal de R$ 600,00 (seiscentos reais). Em face do presente caso, pergunta-se: É possível ao empregado cobrar do seu empregador o pagamento do salário convencional mensal supracitado? Justifique e fundamente sua resposta. 
Resposta: O art. 457 caput e §3º, diz que remuneração do empregado, para todos os efeitos legais, compreende além do salário devido e pago diretamente pelo empregador as gorjetas, logo conclui-se que a gorjeta não é paga pelo empregador e sim por terceiros, e por isso o empregador deve pagar a Laudivino o piso salarial mínimo de R$600,00 mais as gorjetas. Gorjetas faz parte da remuneração. certo
 
CASO CONCRETO 2: (CESPE/OAB - 2009.3 – 1ª Prova) Maurício, empregado da empresa Serve Bem Ltda., era beneficiado com seguro de vida pago por sua empregadora. Após ter sido demitido sem justa causa, Maurício ajuizou reclamação trabalhista contra a empresa, pleiteando que o valor pago pela empresa a título de seguro de vida fosse integrado ao seu salário. Maurício faz jus à referida integração? Justifique 
Resposta: Não, o art. 458, §2º, V declara que seguro de vida não será considerado como salário. 
 
QUESTÕES OBJETIVAS
1ª) (OAB/CESPE 2009.2) A respeito do salário utilidade ou in natura, assinale a opção correta: 
O fornecimento de cigarro por indústria tabagista ao empregado que nela trabalhe é considerado salário in natura. 
A energia fornecida por empresa de energia elétrica ao empregado que nela trabalhe possui natureza salarial em qualquer situação. 
A habitação fornecida ao empregado, quando indispensável à realização do trabalho, não tem natureza salarial. certo
O fornecimento, pela empresa, de veículo ao empregado, quando indispensável à realização do trabalho, será considerado salário in natura, o que deixará de ocorrer quando o veículo for também utilizado para atividades particulares do empregado. 
 
2ª) (OAB/CESPE - 2009.1) Com relação ao décimo terceiro salário, assinale a opção correta: 
O pagamento da primeira parcela do décimo terceiro salário deverá ser feito entre fevereiro e novembro de cada ano, e o valor corresponderá à metade do salário percebido no mês anterior, não estando o empregador obrigado a pagar o adiantamento, no mesmo mês, a todos os seus empregados. certo
O empregador deverá proceder ao adiantamento da primeira parcela do décimo terceiro salário no mês de novembro de cada ano e ao da segunda parcela, em dezembro. 
Todos os empregados deverão receber o pagamento da primeira parcela do décimo terceiro salário no mesmo mês de cada ano, em face do princípio da igualdade. 
Na dispensa com justa causa, cabe o pagamento do décimo terceiro salário proporcional ao empregado.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.