A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
Hematopoese

Pré-visualização | Página 1 de 1

*
Ana Beatriz Nogueira
Bruno Batista
Caio Drolshagen
Daniella Miranda
Diogo Capris
Fernanda Nery
Henrique Cunha
Turma A
*
Definição
Hematopoese é o processo contínuo e regulado de produção e reposição de células do sangue( possuem vida curta) que envolve proliferação, diferenciação e maturação celular.
*
Fatores predisponentes
 Existem fatores que regulam a hematopoese agindo em diferentes etapas controlando o crescimento e 
 velocidade de formação das células sanguíneas
Microambiente adequado
 - É fornecido pelas células do estroma.
Fatores de crescimento ou fatores estimuladores de colônias (CSF)
 - Regulam proliferação, diferenciação, apoptose de células imaturas e a atividade funcional das células maduras. 
*
Fatores predisponentes
Interleucinas
 - IL-1,IL-2, IL-3, IL-4, IL-5, IL-6, IL-7, IL-8, IL-9, IL-10, IL-12
Fator steel (Fator de célula-tronco)
 - Age nas células tronco pluri,multi e unipotentes tornando-as mitoticamente ativa
Eritropoetina
 - Ativa as células da linhagem eritrocítica
Trombopoetina
 - Estimula a produção de plaquetas
*
Hematopoese pré-natal
Fase mesoblástica: primeiras células do embrião.
Fase hepática : fígado funciona como órgão hematopoético.
Fase esplênica: baço funciona como órgão hematopoético
Fase medular : início da formação da medula óssea
*
Vida pós - natal
Ocorre quase exclusivamente na medula óssea vermelha
Há nela a reposição de células sanguíneas
Antes de passarem para o sangue, as células sanguíneas produzidas a partir de células-tronco, sofrem diferenciação e maturação.
*
Células tronco
Capacidade de auto renovação
Alto grau de indiferenciação
 (aplicações na medicina)
Todas as células sanguíneas derivam de uma mesma célula tronco
Dão origem às células progenitoras, cuja progênie é formada pelas células precursoras.
*
Tipos de células-tronco
Pluripotentes: se diferenciam em diversos tipos de células e sua proliferação origina células-filha com potencialidade menor. Formam duas linhagens multipotentes: 
células linfóides - forma linfócitos
células mielóides – forma eritrócitos,granulócitos,monócitos e plaquetas
Progenitoras: são unipotentes,estão comprometidas com a formação de uma única linhagem celular,produzem as células-tronco precursoras.
Precursoras: originam somente células sanguíneas maduras que são células que atingiram um estágio de diferenciação que lhe permite exercer todas suas funções especializadas.
*
Células da hemaptopoese
*
Modificações durante a diferenciação celular
 O potencial de diferenciação e a capacidade de auto-renovação diminuem gradualmente.
 As respostas mitóticas aos fatores de crescimento atingem seu máximo no meio desse processo.
*
Medula óssea
Órgão difuso
Volumoso e ativo
Presente no canal medular de ossos longos, nas cavidades de ossos esponjosos 
Atua na produção das células do sangue(hemácias, leucócitos e plaquetas)
*
Medula óssea vermelha
Constituída por células reticulares associadas a fibras reticulares
Formam uma esponja, 
 percorrida por numerosos 
 capilares sinusóides
Matriz extracelular formada por 
 colágeno tipo 1 e tipo 3 
Produz as células do sangue
Armazena ferro sob a forma de ferritina e de hemossiderina
Destruição dos eritrócitos 
 envelhecidos
Não tem vasos linfáticos
*
Medula óssea amarela
Não produz células sanguíneas 
É rica em células adiposas
Retém células mesenquimais indiferenciadas 
Podem se transformar em medula óssea vermelha 
*
Fatores de liberação
Controlam a liberação de células maduras da medula para o sangue
Extremidades dos prolongamentos delgados de megacariócitos penetram o vaso, se fragmentam e originam as plaquetas
Leucócitos atravessam a parede capilar devido à movimentação amebóide
*
Formação das células
Eritropoese
Granulocitose
Linfocitopoese
Monocitopoese
Megacariocitopoese
O processo de formação das células recebe nomes distintos que depende exclusivamente do tipo de glóbulo que será formado.
*
Eritropoese
Processo básico: síntese de hemoglobina é a formação de um corpúsculo pequeno e bicôncavo,que oferece o máximo de superfície para as trocas de oxigênio.
Eventos da maturação: 
 - Diminuição do volume e do núcleo da célula
 - Condensação da cromatina 
 - Diminuição do tamanho dos nucléolos. O núcleo se 
 apresenta picnótico e é expulso da célula
 - Diminuição dos polirribossomos (diminui a basofilia)
 - Aumento de hemoglobina (aumento de acidofilia)
*
Maturação dos eritrócitos
De acordo com seu grau de maturação, as células eritrocíticas são chamadas de:
 - Proeritroblastos
 - Eritroblastos basófilos
 - Eritroblastos policromáticos
 - Eritroblastos ortocromáticos ou acidófilos
 - Reticulócitos
 - Hemácias
*
Granulocitose
Durante o processo de maturação, ocorrem modificações citoplasmáticas caracterizada pela síntese de proteína, que são acondicionadas em dois tipos de grânulos: azurófilos e os específicos
As proteínas são produzidas no RER e recebem o acabamento final e o endereçamento no aparelho de golgi, em dois estágios sucessivos:
 - 1° estágio: grânulos azurófilos
 - 2° estágio: grânulos específicos
A passagem de um estágio para o outro se deve à expressão de genes diferentes
*
Maturação dos Granulócitos
Mieloblasto: Apresenta morfologia de uma célula jovem. É a célula mais imatura com citoplasma basófilo e que contêm grânulos azurófilos. Conforme o tipo de granulações que surgem passa a se chamar: promielócito neutrófilo, eosinófilo ou basófilo.
Estágios seguintes: 
 - Mielócito
 - Metamielócito
 - Granulócito com núcleo em bastão
 - Granulócito maduro (neutrófilo, eosinófilo e basófilo)
 
*
Maturação dos Linfócitos
Originam-se nos órgãos linfóides a partir de células trazidas da medula óssea pelo sangue.
A célula mais jovem da linhagem é o linfoblasto, que forma o prolinfócito, o qual forma os linfócito maduros.
Linfócitos
*
Maturação dos monócitos
São células intermediárias destinadas a formar os macrófragos dos tecidos.
A célula mais jovem da linhagem é o promonócito,encontrado somente na medula óssea.
Os promonócitos dividem-se duas vezes e se transformam em monócitos.
Monócitos
*
Megacariocitopoese
As plaquetas se originam na medula óssea vermelha pela fragmentação de pedaços do citoplasma dos megacariócitos. 
Megacarioblastos possuem núcleo grande, oval e é poliplóide (endomitose). Seu citoplasma é homogêneo e intensamente basófilo.
Megacariócitos possuem núcleo irregular e lobulado. Seu citoplasma contém inúmeras granulações, que formam os cronômeros das plaquetas, e é levemente basófilo. 
*
Células da linhagem megacariocítica
Megacarioblastos
Megacariócito
Plaquetas
*
Bibliografia
JUNQUEIRA, LC;CARNEIRO, J. Histologia Básica – texto e atlas. 10ª edição. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2004. Hematocitopoese, cap. 13.
GARTNER, LP; HIATT, JL. Tratado de Histologia em cores. 2ª edição. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2003. Sangue e Hematopoese, cap. 10.