A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Resumo - Agentes Públicos

Pré-visualização | Página 1 de 1

1 
AGENTES PÚBLICOS: 
 
 
 Considera-se agente público todo aquele que exerce, ainda que 
transitoriamente ou sem remuneração, por eleição, nomeação, designação, 
contratação ou qualquer forma de investidura ou vínculo, mandato, cargo, 
emprego ou função pública. 
 
 Não se deve confundir o gênero “agentes públicos” com algumas de suas 
mais conhecidas espécies no âmbito do Direito Administrativo: “servidor 
público” e “empregado público”. Outro conceito, não mais utilizado no 
Direito Administrativo, mas sim no Direito Penal, e o de “funcionário público”. 
 
 Servidor público, em seu sentido estrito, é expressão utilizada para 
identificar aqueles agentes que mantêm relação funcional com o Estado em 
regime estatutário (legal). São titulares de cargos públicos, efetivos ou em 
comissão, sempre sujeitos ao regime jurídico de direito público. 
 
 A expressão empregado público designa os agentes públicos que, sob 
regime contratual trabalhista (celetista), mantêm vínculo funcional permanente 
com a Administração Pública. São ocupantes de empregos públicos, sujeitos, 
predominantemente, a regime jurídico de direito privado. 
 
 Atualmente, não é mais possível a contratação, concomitante, de servidores 
públicos e empregados públicos pela Administração Direta, autarquias e 
fundações públicas de nossas pessoas políticas, uma vez que voltou a vigorar 
a exigência de adoção de um regime jurídico único para o pessoal desses 
órgãos e entidades administrativas. 
 
 
Classificação dos agentes públicos: 
 
 Conforme a classificação proposta por Hely Lopes Meirelles os agentes 
públicos são classificados em cinco grandes grupos, a saber: 
 
 - agentes políticos; 
 - agentes honoríficos; 
 - agentes delegados; 
 - agentes administrativos; 
- agentes credenciados. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
P 
H 
D 
A 
CRE 
Este material foi produzido pelo Prof. Kalebe Dionisio e faz parte dos Bônus oferecidos no curso: "Guia Prático para Passar em Concurso Público em 1 Ano".
 2 
Agentes políticos 
 
 Os agentes políticos são os componentes do Governo nos seus primeiros 
escalões, aos quais incubem as funções de dirigir, orientar e estabelecer 
diretrizes para o Poder Público. 
 
 As principais características dos agentes políticos são: 
 
 - sua competência é haurida da própria Constituição; 
- não se sujeitam às regras comuns aplicáveis aos servidores públicos 
em geral; 
- normalmente são investidos em seus cargos por meio de eleição, 
nomeação ou designação; 
- não são hierarquizados (com exceção dos auxiliares imediatos dos 
Chefes dos Executivos), sujeitando-se, tão somente, às regras 
constitucionais. 
 
 São agentes políticos os chefes do Executivo (Presidente da República, 
governadores e prefeitos), seus auxiliares imediatos (ministros, secretários, 
estaduais e municipais) e os membros do Poder Legislativo (senadores, 
deputados e vereadores). 
 
 Alguns autores enquadram, também, como agentes políticos os membros da 
magistratura (juizes, desembargadores e ministros dos tribunais superiores) e 
os membros do Ministério Público (promotores de justiça e procuradores da 
República). 
 
 
Agentes honoríficos 
 
 Os agentes honoríficos são cidadãos chamados para, transitoriamente, 
colaborarem com o Estado, na prestação de serviços específicos, em razão de 
sua condição cívica, de sua honorabilidade ou de sua notória capacidade 
profissional. 
 
 Não possuem qualquer vínculo profissional com o Estado (são apenas 
considerados “funcionários públicos” para fins penais), e normalmente atuam 
sem remuneração. 
 
 São os jurados, os mesários eleitorais, os comissários de menores e outros 
dessa natureza. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Este material foi produzido pelo Prof. Kalebe Dionisio e faz parte dos Bônus oferecidos no curso: "Guia Prático para Passar em Concurso Público em 1 Ano".
 3 
Agentes delegados 
 
 Os agentes delegados são particulares que recebem a incumbência da 
execução de determinada atividade, obra ou serviço público e o realizam em 
nome próprio, por sua conta e risco, sob permanente fiscalização do poder 
delegante. 
 
 Não são servidores públicos, tampouco representantes do Estado, mas 
apenas colaboradores do Poder Público. 
 
 Sujeitam-se, porém, no exercício da atividade delegada, à responsabilidade 
civil objetiva (CF, art. 37, § 6º), ao mandado de segurança (CF, art. 5º, LXIX) e 
à responsabilização nos crimes contra a Administração Pública (CP, art. 327). 
 
 São os concessionários, permissionários e autorizatários de serviços 
públicos; os leiloeiros, os tradutores públicos etc. 
 
 
Agentes administrativos 
 
 Os agentes administrativos são todos aqueles que exercem uma função 
pública de caráter permanente em decorrência de relação funcional (cabe 
ressalvar que os agentes contratados por tempo determinado para atender a 
necessidade temporária de excepcional interesse público, nos termos do art. 
37, inciso IX, da Constituição, não obrigatoriamente desempenham funções de 
caráter permanente; a necessidade temporária pode dizer respeito a uma 
atividade de natureza permanente ou transitória). 
 
 Os agentes administrativos estão sujeitos à hierarquia funcional e ao regime 
jurídico estabelecido pela entidade a qual pertencem. 
 
 São eles, essencialmente, os servidores públicos concursados, os titulares 
de cargos em comissão, os que exercem empregos públicos, os agentes 
contratados temporariamente para atender a necessidade de excepcional 
interesse público. 
 
 
Agentes credenciados 
 
 Os agentes credenciados são os que recebem a incumbência da 
Administração para representá-la em determinado ato ou praticar certa 
atividade específica, mediante remuneração do Poder Público credenciante. 
 
 Seria exemplo a atribuição a alguma pessoa da tarefa de representar o 
Brasil em evento internacional (um artista consagrado que fosse incumbido de 
oficialmente representar o Brasil em um congresso internacional sobre 
proteção da propriedade intelectual). 
 
 Também são considerados “funcionários públicos” para fins penais. 
 
Este material foi produzido pelo Prof. Kalebe Dionisio e faz parte dos Bônus oferecidos no curso: "Guia Prático para Passar em Concurso Público em 1 Ano".

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.