A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
44 pág.
19728585-educacao-na-constituicao

Pré-visualização | Página 1 de 11

SISTEMA DE ENSINO
TEMAIS 
EDUCACIONAIS
Educação na Constituição
Livro Eletrônico
2 de 44www.grancursosonline.com.br
Professor Carlinhos Costa
Educação na Constituição
TEMAS EDUCACIONAIS
Apresentação ................................................................................................................................... 3
Educação na Constituição ............................................................................................................. 4
Exercícios ........................................................................................................................................ 14
Gabarito ...........................................................................................................................................24
Gabarito Comentado .................................................................................................................... 25
O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Desyane - 05989819420, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
https://www.grancursosonline.com.br
https://www.grancursosonline.com.br
3 de 44www.grancursosonline.com.br
Professor Carlinhos Costa
Educação na Constituição
TEMAS EDUCACIONAIS
ApresentAção
Olá, aluno(a), seja bem-vindo(a). 
Neste módulo iremos abordar a Constituição Federal (C.F.), Capítulo III - Da Educação, 
da Cultura e do Desporto, Seção I Da Educação – nossa Carta Magna, promulgada em 1988. 
Antes de iniciarmos, atente-se às seguintes considerações:
• A Constituição Federal é a lei maior do nosso país, portanto, todas as leis e políticas pú-
blicas em educação, obrigatoriamente, devem estar em consonância com a C.F. e ain-
da, dela decorrem.
• Ao estudar a Constituição Federal de 1988, bem como questões relativas a esse assun-
to em sites e provas anteriores, atente-se ao conteúdo, pois ele pode estar ultrapassa-
do ou revogado.
• Geralmente as bancas de concurso público costumam cobrar esse assunto de forma 
“seca”, sem muita contextualização da lei, contudo, as  questões podem também ser 
abordadas com outros temas, como: cidadania, políticas públicas, parâmetros e bases 
da educação nacional, leis educacionais etc. Por isso é necessário que você tenha uma 
visão ampla sobre o assunto e faça associações com outros temas relevantes.
• Você irá perceber que existem muitas questões parecidas sobre o tema abordado, mas 
lembre-se, quanto mais você treina, mais próximo da aprovação você está.
Observações feitas, agora percorremos o caminho da Educação em nossa Constituição 
Federal de 1998. A proposta que norteará nossos estudos é propiciar a você, futuro servidor 
da educação pública, conhecimentos essenciais para a sua aprovação. 
Então vamos lá!!!
O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Desyane - 05989819420, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
https://www.grancursosonline.com.br
https://www.grancursosonline.com.br
4 de 44www.grancursosonline.com.br
Professor Carlinhos Costa
Educação na Constituição
TEMAS EDUCACIONAIS
EDUCAÇÃO NA CONSTITUIÇÃO
CAPÍTULO III
DA EDUCAÇÃO, DA CULTURA E DO DESPORTO
Seção I
Da Educação
Art. 205. A educação, direito de todos e dever do Estado e da família, será promovida e 
incentivada com a colaboração da sociedade, visando ao pleno desenvolvimento da pessoa, 
seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho.
Obs.: � Perceba que o nosso primeiro artigo trata sobre os responsáveis pela educação: 
ESTADO e FAMÍLIA. As bancas costumam ocultar um dos responsáveis para confun-
di-lo, responsabilizando apenas o Estado. Haverá ainda a colaboração da socieda-
de em sua promoção e incentivo, visando o PLENO DESENVOLVIMENTO da pessoa, 
seu preparo para o exercício da cidadania e sua QUALIFICAÇÃO PARA O TRABALHO. 
As expressões estão em caixa alta, pois as bancas adoram trocar “qualificação para 
o trabalho” por “mercado de trabalho”. Caso isso ocorra, a questão estará incorreta!
Art. 206. O ensino será ministrado com base nos seguintes princípios:
I – igualdade de condições para o acesso e permanência na escola;
Obs.: � Aqui evidencia-se a questão da inclusão escolar, por exemplo. Todos têm direito à 
educação, portanto, o ensino deve ser ministrado com base na IGUALDADE DE CON-
DIÇÕES PARA ACESSO E PERMANÊNCIA. O Estado não deve apenas ofertar matrícu-
las, mas deve oportunizar ao aluno meios para que ele permaneça na escola.
II – liberdade de aprender, ensinar, pesquisar e divulgar o pensamento, a arte e o saber;
III  – pluralismo de ideias e de concepções pedagógicas, e  coexistência de instituições 
públicas e privadas de ensino;
O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Desyane - 05989819420, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
https://www.grancursosonline.com.br
https://www.grancursosonline.com.br
5 de 44www.grancursosonline.com.br
Professor Carlinhos Costa
Educação na Constituição
TEMAS EDUCACIONAIS
Obs.: � Atente-se ao fato de que o pluralismo de ideias e de concepções pedagógicas não 
devem confrontar o que já é estipulado em legislações, bem como, não devem ferir 
direitos humanos. Um professor, com discursos racistas, por exemplo, não deve 
deixar de trabalhar a questão étnico-racial em sala de aula, por uma questão ideoló-
gica. Esse princípio também aborda a coexistência de instituições públicas e privadas 
de ensino.
IV – gratuidade do ensino público em estabelecimentos oficiais;
Comentário: Ou seja, é proibida a cobrança de contribuição e de taxas de qualquer natu-
reza.
V – valorização dos profissionais da educação escolar, garantidos, na forma da lei, planos 
de carreira, com ingresso exclusivamente por concurso público de provas e títulos, aos das 
redes públicas; (Redação dada pela Emenda Constitucional n. 53, de 2006)
VI – gestão democrática do ensino público, na forma da lei;
Comentário: Um dos incisos mais cobrados em provas. AS ESCOLAS PÚBLICAS devem 
ser geridas sobre a perspectiva de uma GESTÃO DEMOCRÁTICA. Cuidado!!!
VII – garantia de padrão de qualidade.
VIII – piso salarial profissional nacional para os profissionais da educação escolar públi-
ca, nos termos de lei federal. (Incluído pela Emenda Constitucional n. 53, de 2006)
Para facilitar os seus estudos, guarde a sequência abaixo:
O ENSINO SERÁ MINISTRADO COM BASE NOS SEGUINTES PRINCÍPIOS:
• IGUALDADE;
• LIBERDADE DE APRENDER;
• PLURALISMO DE IDEIAS;
• GRATUIDADE DO ENSINO;
• VALORIZAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DE ENSINO;
• GESTÃO DEMOCRÁTICA EM ESCOLA PÚBLICA
• PADRÃO DE QUALIDADE;
• PISO SALARIAL $$.
O conteúdo deste livro eletrônico é licenciado para Desyane - 05989819420, vedada, por quaisquer meios e a qualquer título,
a sua reprodução, cópia, divulgação ou distribuição, sujeitando-se aos infratores à responsabilização civil e criminal.
https://www.grancursosonline.com.br
https://www.grancursosonline.com.br
6 de 44www.grancursosonline.com.br
Professor Carlinhos Costa
Educação na Constituição
TEMAS EDUCACIONAIS
Parágrafo único. A lei disporá sobre as categorias de trabalhadores considerados profis-
sionais da educação básica e sobre a fixação de prazo para a elaboração ou adequação de 
seus planos de carreira, no âmbito da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municí-
pios. (Incluído pela Emenda Constitucional n. 53, de 2006)
Art. 207. As universidades gozam de autonomia didático-científica, administrativa e de 
gestão financeira e patrimonial, e obedecerão ao princípio de indissociabilidade entre ensino, 
pesquisa e extensão.
Obs.: � Perceba que as universidades não gozam apenas de autonomia pedagógica (didático 
– científica),