A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
13 pág.
Legislacao-Aduaneira-Aula-Expositiva

Pré-visualização | Página 3 de 3

mercadorias estrangeiras expostas a venda, depositada ou em 
circulação comercial. 
 
Jurisdição dos Serviços Aduaneiros
Jurisdição Aduaneira – O termo jurisdição é derivado do latim 
“jurisdictio” e significa “É todo poder ou autoridade conferida a pessoa, em virtude 
da qual pode conhecer de certos negócios públicos e os resolver”.
Aduaneira – Repartição pública encarregada de vistoriar mercadorias 
em trânsito. 
9
Território Aduaneiro
A jurisdição dos serviços aduaneiros abrange a todo território 
aduaneiro, isto significa que o território aduaneiro abrange todo o território 
nacional, ou seja, é a base territorial na qual a alfândega aplica os serviços 
aduaneiros.
 O território aduaneiro encontra-se dividido em duas grandes áreas, 
zona primária e zona secundária.
a) Portos em área terrestre ou aquática, contínua ou 
 descontínua dos portos alfandegados
Zona Primária
Art. 2º, I, a,b,c 
b) Em área terrestre dos aeroportos alfandegados 
c) Área adjacente aos pontos de fronteira alfandegados
Observação
Todas as áreas que compõe a zona primária têm que ser 
alfandegadas, ou seja, tem que ter autorização para que neles a autoridade 
competente exerça o controle aduaneiro.
A zona primária tem como pressuposto básico a existência de portos, 
aeroportos, ou pontos de fronteira alfandegados, que são aqueles nos quais a 
autoridade aduaneira é autorizada por meio de ato administrativo, a exercer o 
controle das seguintes operações:
a) Estacionamento ou trânsito de veículos procedentes do exterior ou a ele 
 destinados;
b) Carga, descarga, armazenagem, passagem de mercadorias, procedente do 
 exterior ou a ele destinados; 
c) Embarque, desembarque e trânsito de viajantes, procedentes do exterior ou 
a ele destinados.
Somente em pontos alfandegados poderá realizar-se a entrada ou 
saída de mercadorias procedentes do exterior ou a ele destinados, pois esses 
pontos possuem a infra-estrutura necessária ao exercício do controle aduaneiro.
10
Zona Secundária a) restante do território aduaneiro, ou seja, todo território 
Art. 2º, II, RA nacional mais as águas territoriais e o espaço aéreo.
Zonas de Vigilância Aduaneira – Art. 3º RA 
A demarcação dessas zonas de vigilância trata-se de uma medida de 
controle fiscal, no sentido, principalmente, de evitar o embarque ou a descarga 
clandestina de mercadorias em locais propício para a realização dessas 
operações. Nesse sentido, o FISCO estabelece exigências que abrangem:
Mercadorias, veículos, pessoas e animais, existentes ou circulantes na orla 
marítima ou faixa de fronteira. 
Recintos Alfandegados – Art. 6º RA
Recintos Alfandegados são locais dentro do território aduaneiro, onde 
se realizam os serviços aduaneiros propriamente ditos, com a presença da 
autoridade aduaneira acompanhando a operação objeto do controle fiscal. 
Espécies do gênero recintos alfandegados :
a) Zona Primária – Pátios, armazéns, terminais (estações aduaneiras de 
fronteira), áreas de verificação de bagagens, lojas francas;
 b) Zona Secundária – Depósitos, entrepostos, terminais ( estações aduaneiras 
interiores, terminais retroportuários), dependências destinadas ao depósito 
de remessas postais internacionais (RPI). 
 
Cidades Fronteiriças – Art. 8º RA
Nas cidades fronteiriças é facultado a autoridade regional (a) e local 
(b) exercer o controle aduaneiro:
a) Alfandegando locais para tráfego local exclusivo de veículos matriculados 
nessas cidades;
b) Instituindo cadastro de pessoas que transpõem habitualmente a fronteira.
11
Terminais Alfandegados – art. 
 São de uso público compreende instalações destinadas a prestação 
de serviços públicos de movimentação e armazenagem de mercadoria que 
estejam sob controle aduaneiro, não localizadas em área do porto ou aeroporto.
Três categorias de terminais alfandegados ( espécie do gênero 
recinto alfandegado): 
a) Estação Aduaneira de Fronteira – EAF;
b) Estação aduaneira Interior – EADI;
c) Terminal Retroportuário Alfandegado – TRA.
A operação dos terminais alfandegados podem ser outorgada à 
pessoa jurídica de direito privado que tenha como principal objeto social, 
cumulativamente ou não, a armazenagem, a guarda, ou o transporte de 
mercadorias.
Estação Aduaneira de Fronteira 
Principais características: 
a) Situam-se em zona primária de ponto alfandegado de fronteira em área 
contígua; (dentro do recinto)
b) Nelas são executados os serviços aduaneiros de controle aduaneiro de 
veículos de carga em tráfego internacional, de verificação de mercadorias 
em despacho aduaneiro e outras operações de controle determinadas pela 
autoridade aduaneira.
c) São realizadas operações com mercadorias submetidas aos regimes 
aduaneiros comum e suspensivos, quais sejam: admissão temporária, 
trânsito aduaneiro, drawback, exportação temporária, depósito alfandegado 
certificado e depósito especial alfandegado, entreposto internacional da 
Zona Franca de Manaus. 
Estação Aduaneira Interior
Principais características:
a) Comumente denominada porto seco ( dry port), é um terminal alfandegado 
de uso público, situado em zona secundária, destinado a prestação, por 
terceiros, dos serviços públicos de movimentação e armazenagem de 
mercadorias sob controle aduaneiro;
b) Os serviços desenvolvidos em EADI., podem ser delegados à pessoas 
jurídicas de direito privado que tenham como principal objeto social, 
cumulativamente ou não a armazenagem, a guarda, o transporte de 
12
mercadorias. A delegação é efetivada mediante permissão de serviço 
público, após a realização de concorrência;
c) Permitem a interiorização dos serviços aduaneiros, com objetivo de 
desobstruir a zona primária. 
Terminal Retroportuário Alfandegado
Principais características:
a) Situam-se em zona contígua a de porto organizado ou instalação portuária, 
compreendida no perímetro de 5 Km dos limites da zona primária 
demarcada pela autoridade local;
b) Nele são realizados operações com carga de importação e exportação;
c) Só devem ser instaladas se não for viável a instalação de EADI no mesmo 
município em que se localiza o porto organizado ou instalação portuária ou 
em município vizinho. 
EXERCÍCIOS
FOLHA DE EXERCÍCIOS PARA SEREM FEITOS EM SALA DE AULA
ANÁLISE DE REPORTAGEM SOBRE
 FRAUDE NAS IMPORTAÇÕES (O popular 14/02/2008)
OBRIGADO!!!!
13