A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
5º - Inspeção judicial e Ata Notarial - esboço doc

Pré-visualização | Página 1 de 1

Produção: Profa. Ms. Eliana da Silva Araujo 1 
Da Inspeção Judicial – artigos 481 a 484 
 
1. Introdução 
 Esta prova consiste no exame realizado direta e pessoalmente pelo juiz 
desde que lhe pareça conveniente para convicção de um fato. 
 
2. Iniciativa da prova e momento de realização – artigo 481 
 Pode se dar de ofício ou por requerimento das partes e em qualquer 
fase do processo. 
 
3. Realização da inspeção judicial – artigo 482 
 Se o juiz entender conveniente, poderá contar com auxílio de um ou 
mais perito. 
 
4. Objeto da inspeção 
 Coisas e pessoas – Artigo 483 
 
5. Ato de inspeção 
 Poderá ocorrer fora da sede do juízo – artigo 483 
 
5.1. Hipóteses legais que justificam o deslocamento do juiz 
 Previstas nos incisos I a III do artigo 483 
 
______________________________________________________________
______________________________________________________________
______________________________________________________________
______________________________________________________________
______________________________________________________________ 
 
Produção: Profa. Ms. Eliana da Silva Araujo 2 
______________________________________________________________
______________________________________________________________
______________________________________________________________
______________________________________________________________
______________________________________________________________
______________________________________________________________
______________________________________________________________ 
 
 
6. Assistência das partes na inspeção - parágrafo único do artigo 483 
 Direito assegurado pelo legislador 
 Devendo ser intimadas do dia e horário da realização 
 Ocasião em que prestarão esclarecimentos e farão 
observações que contribuam para o deslinde da causa 
 
7. Lavratura do auto de inspeção judicial – artigo 484 
 Circunstanciado 
 Constará tudo que for necessário ao julgamento da causa 
 
8. Auto de inspeção judicial - parágrafo único do artigo 484 
“(...) poderá ser instruído com desenho, gráfico ou fotografia”. 
 
 
 
 
 
 
 
 
Produção: Profa. Ms. Eliana da Silva Araujo 3 
 
Da Ata Notarial – artigo 384 
 
O legislador incluiu expressamente entre os meios de provas a ata notarial. 
 
Esta prova não é produzida em juízo, mas extrajudicialmente, por intermédio 
de um tabelião. 
 
A lavratura da ata notarial se dará por requerimento do interessado. 
 
Na ata poderão constar dados representados por imagem ou sons gravados 
em arquivos eletrônicos. 
 
O tabelião atestará ou documentará “a existência ou modo de existir de algum 
fato”. 
 
Para tanto, ele precisará ter conhecimento do fato, portanto, necessário que 
verifique, acompanhe ou o presencie e após descreva as circunstâncias e o 
modo como esse ocorreu. 
 
A ata notarial não tem por fim atestar declaração de vontade como ocorre nas 
escrituras públicas, pois exige apreensão sensorial por parte do tabelião, ou 
seja, visão, audição, tato etc. 
 
Por gozar o tabelião de fé pública, presume-se verdadeiro o que ele, por 
percepção, constatou sobre a existência e o modo de existir dos fatos. 
 
 
 
Produção: Profa. Ms. Eliana da Silva Araujo 4 
 
Exemplos de fatos registráveis em ata notarial 
 
a) Informações veiculadas pela internet 
Para conferir maior segurança quanto ao conteúdo de página da internet, o 
tabelião atesta haver consultado determinado endereço eletrônico, a partir de 
seu computador, em dia e hora anotados, descrevendo as informações ali 
constantes. É possível, ainda, que se prove, por meio da ata, os “caminhos” 
percorridos por determinada página, como o que ocorre com os sites de 
compras. 
 
b) Diligências de constatação 
Tabelião registra os fatos in loco e os informa ao juiz tal como verificados, 
como, por exemplo, atestar: 
As cores da testeira e do uniforme de frentistas, para comprovar a 
concorrência desleal 
O descumprimento de decisão judicial de obrigação de derrubar cercas e 
porteiras 
As informações que foram prestadas ao consumidor por funcionários de 
empresas etc. 
 
c) Reuniões assembleares 
É comum que os sócios ou acionistas requeiram a um tabelião que 
compareça à assembleia para registrar os fatos ocorridos durante a sua 
realização, tais como número de presentes, discussões, deliberações etc.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.