A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
197 pág.
BB 500 QUESTOES COMENTADAS

Pré-visualização | Página 19 de 50

+ 1)2
PV = 1000/(1,1)2
PV = 826,45
53
BA
N
CO
 D
O
 B
RA
SI
L
33. Resposta: Letra C.
De acordo com o enunciado, verifica-se que o dígito 
controlador é dado pelo algarismo das unidades da 
expressão 8976873 - 8976872
Entretanto não há necessidade de realizar todo o cál-
culo, pois deve-se perceber que basta identificar qual 
é o algarismo das unidades de cada uma das parcelas 
da subtração.
Assim,
8976873 = xxxxxxxx3, pois 73 = 343
8976872 = xxxxxxxx9, pois 72 = 49
Finalizando, tem-se:
xxxxx3 - xxxxx9 = xxxxx4
Assim o dígito controlador é o número natural 4.
34. Resposta: Letra A.
 A e B 
(Total atendimentos) (horas) 
 35 2,5
 x 1,5
2,5.x = 35*1,5 
x = 21 clientes atendidos em 1h e meia. 
 C D E 
(Total atendimentos) (horas)
84 3,5
 x 1,5
3,5x = 84* 1,5
 x = 36 clientes atendidos em 1h e meia.
21+36 = 57
35. Resposta: Letra B.
Em qualquer regime de capitalização o valor da pres-
tação é igual à soma do valor da parcela de amortiza-
ção com o valor da parcela de juro:
P5 = a5 + J5
O valor da quinta parcela de juros é calculado sobre 
o saldo devedor do período imediatamente anterior. 
Como a taxa semestral de juros é igual a 4% e o saldo 
devedor após o pagamento da 4ª prestação é igual a 
160.000 reais, temos:
J5 = 0,04 . 160000 = 6400
Substituindo J5 por 6400 e, ainda, observando que as 
amortizações são constantes e iguais a 160000 (SAC), 
temos:
P5 = 160000 + 6400
P5 = 166400
36. Resposta: Letra C.
Existe uma relação entre a taxa efetiva, a taxa real e o 
índice de inflação no período, que é dada pela equa-
ção abaixo:
1+ief=(1+ir )(1+iinf )
Substituindo os valores do enunciado:
1 + 0,0659 = (1 + ir)(1 + 0,045)
1,0659 = (1 + ir)(1,045)
(1 + ir) = 1,0659/1,045
(1 + ir) = 1,02
ir = 1,02 - 1 = 0,02
ir = 2%
37. Resposta: Letra E.
Tirando 3/5 de 150, encontramos 90, com isso iremos 
fazer a razão diretamente proporcional entre Amaro e 
Jasmim para saber quanto cada um digitou:
Fazendo o restante do que sobrou (60 páginas) e calcular 
a razão inversamente proporcional para Belisário e Celina:
B=32 e C=28
38. Resposta: Letra B.
Precisamos organizar o menor número de grupos pos-
sível e como devo fazê-lo. Como queremos o maior 
número de pessoas no grupo, fazemos uso de MDC. 
De acordo com o enunciado, temos:
- 60% de 60= 36;
 40% de 60= 24;
- MDC( 36, 24) = 12
- o número 12 é a quantidade de pessoas que existirá 
em cada grupo; 
Assim, a quantidade total de pessoas, que é 60, divi-
dida pela quantidade de pessoas em cada grupo re-
sultará no número do da quantidade de grupo: 5. E 
sabemos que 5 é número primo.
39. Resposta: Letra E.
Considerando os tempos de serviço de cada um, como 
sendo A e B.
Segundo o enunciado,
A + B = 5 anos e 10 meses = 70 meses
A/B = 3/2 → A = (3/2) B
Assim,
(3/2) B + B = 70
3B + 2B = 140
5B = 140
B = 28
Como A = (3/2) B, tem-se:
A = (3/2) * 28 = 42
A diferença positiva entre eles é 42 – 28 = 14 meses = 
1 ano e 2 meses
40. Resposta: Letra A.
Considere:
X= Conjunto dos municípios brasileiros
Y= Municípios brasileiros que possuem agencia do 
banco do brasil
Z= Municípios brasileiros que possuem mais de 30.000 
habitantes.
Logo, Y e Z, por serem municípios brasileiros estão 
contidos em X, mas também temos que , 
logo eles são conjuntos disjuntos. Assim temos:
54
BA
N
CO
 D
O
 B
RA
SI
L
Sendo assim a única alternativa que corresponde cor-
retamente aos diagramas é: Pode existir algum mu-
nicípio brasileiro que não tem Agência do Banco do 
Brasil e que tem mais de 30 000 habitantes.
41. Resposta: Letra C.
6n <n² + 8
Observando os termos temos uma equação do 2º 
grau. Basta resolvermos a equação
n² -6n + 8 > 0
n1= 6+2/2 = 8/2 = 4
n2 = 6-2/2 = 4/2 = 2
Como queremos os valores maiores que (n > 0), logo 
teremos: n < 2 e n > 4
42. Resposta: Letra E.
A negação de algum é nenhum + (mais) a repetição 
do resto da frase.
Algum funcionário da agência P do Banco do Brasil 
tem menos de 20 anos
Nenhum funcionário da agência P do Banco do Brasil 
tem menos de 20 anos.
43. Resposta: Letra A.
Considere que x1, x2, x3 e x4 sejam as quantidades 
compradas de cada um dos quatro sabores (podendo 
inclusive ser zero), assim devemos ter:x1 + x2 + x3 + 
x4 = 3 (pois é possível comprar apenas três barras).A 
questão se resume a encontrar o número n de solução 
inteiras e não negativas da equação acima. Tal quan-
tidade é encontrada por meio de:n = C(4 + 3 - 1; 3) = 
C(6; 3) = 6!/3!3! = 20.
44. Resposta: Letra A.
x = malha pavimentada
y = malha não pavimentada
x = y + 62.868
x = 6x + 393
Logo:
6x + 393 = x + 62.868
5x = 62.475
x = 62.475/5
x = 12.495 km
45. Resposta: Letra A.
De acordos com os dados do enunciado, temos:
Pré: 17k
Pós: 3k
Onde “k” é a nossa constante de proporcionalidade, 
assim:
Total = 17k + 3k = 20k
Sabendo que o número de clientes que utilizam o sis-
tema pré-pago supera o número de clientes do pós-
-pago em 24,36 milhões:
17k - 3k = 24,36
Resolvendo:
14k = 24,36
k = 24,36/14 
Substituindo o valor acima no total:
20 x (24,36/14) = 34,8 milhões
46. Resposta: Letra E.
Usando a regra de três, temos:
875,18 - 1m²
 x - 75
multiplica cruzado 
 x= 65.638,50
47. Resposta: Letra C.
Considerando Q a quantia aplicada em um fundo de 
ações.
empresa A: Q/3
empresa B: Q/2
empresa C: Q - Q/3 - Q/2 = Q/6
Após um ano:
empresa A: Q/3 + 20% Q/3 = 1,2Q/3
empresa B: Q/2 - 30% Q/2 = 0,7Q/2
empresa C: Q/6 + 17%Q/6 = 1,17Q/6
Somando a quantia total após um ano, tem-se:
1,2Q/3 + 0,7Q/2 + 1,17Q/6 = (2,4 + 2,1 + 1,17)Q/6 = 
5,67Q/6 = 0,945Q
Finalizando, considera-se a quantia inicial Q como 
100% e verifica-se a alteração ocorrida após um ano:
 Q ---------- 100%
0,945Q ---------- x %
x = 94,5%
Calculando a variação, tem-se:
94,5% - 100% = - 5,5% , ou seja, prejuízo de 5,5%
48. Resposta: Certo.
Temos uma Contra Positiva, logo: (P --> Q) <--> (~Q--
->~P)
49. Resposta: Certo.
Observamos que: 
1- A C H
2- H L M 
3- A C L
Obrigatoriamente Márcio é instrutor!... 
1- A C H
2- H L M 
3- A C L
Então Helena e Lúcia são estagiárias. E como um dos 
instrutores é mulher, logo só pode Ana.
55
BA
N
CO
 D
O
 B
RA
SI
L
Então Carlos também é estagiário.
Analisando a sentença: Um estagiário era Lúcia ou 
Márcio. (V v F = VERDADEIRO)
50. Resposta: Certo.
Aplicando a taxa a juros compostos, pelo período de 
3 anos, temos:
(1,01)³ = 1.030301
51. Resposta: Errado.
Usaremos a fórmula de equivalência de taxas efetivas, 
nas condições a seguir, assim:
10% ao ano = 0,1
1 ano = 2 semestres
(1 +ia) = (1 + ib)2
(1 +0,1) = (1 + ib)2
(1,1)1/2 = (1 + ib)
1,048 = (1 + ib)
ib =0,048 a.s
A taxa de juros composto de 10% a.a é equivalente a 
uma taxa de juros semestral inferior a 5%, 4,8%.
52. Resposta: Errado.
Quanto menor o número, se diminuirmos “0,1”, tende 
a ter uma proporção maior do que se o número dimi-
nuído for maior
7,5 está 100 %
5,5 está x %
7,5x / 550
x = 500/7,5
x = 73,33%
Ou seja, o corte de juros foi de 26,66%
Pegando uma amostra por exemplo: Canadá, percebe-
mos visualmente que foi reduzido 50%, logo:
1 está 100%
0,5 - x %
50 = 1x
x = 50 %
ou seja, o corte de juros foi de 50%
53. Resposta: Errado.
Pelo enunciado temos:
A = Dança 
B = Alfabetização 
C = Agroecologia
Com base na leitura do exercício, chega-se a três 
equações, a saber: 
B + A = 40.000 (I) 
C = B + 20.000 (II) 
A + C = 5B (III)
Substituindo na equação (III), tem-se:
A + B + 20.000 = 5 (40.000 - A) 
A + B + 20.000 = 200.000 - 5 A 
A + 5A + B = 200.000 - 20.000 
6A + B = 180.000 
B = 180.000 - 6A
Precisa encontrar o valor de A, logo, substituindo o 
valor de B na questão acima, se achará o valor de A, 
desta forma:
40.000 - A = 180.000 - 6A 
-A + 6A = 180.000 - 40.000 
5A = 140.000 
A = 140.000/5 
A = 28.000, valor

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.