Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
197 pág.
BB 500 QUESTOES COMENTADAS

Pré-visualização | Página 24 de 50

no-fixa-meta-central-de-inflamacao...>. Acesso em: 13 
ago. 2015. Adaptado
O intervalo de tolerância da meta de inflação, adotado pelo 
governo para 2017, sofreu uma alteração em junho de 2015.
A alteração foi no
a) teto do intervalo de tolerância, de 6,5% ao ano para 
6% ao ano.
b) piso do intervalo de tolerância, de 2,5% ao ano para 
2% ao ano.
c) valor central do intervalo de tolerância, de 4,5% ao ano 
para 4% ao ano.
d) valor central do intervalo de tolerância, de 4,5% ao ano 
para 5% ao ano.
e) teto do intervalo de tolerância, de 6,5% ao ano para 
7% ao ano.
14. (CESGRANRIO – ESCRITURÁRIO – BANCO DO 
BRASIL – 2015) As previsões para o desempenho da 
economia brasileira neste ano e no próximo continuam 
se deteriorando. As cerca de cem instituições que con-
sultadas para o boletim Focus, divulgado pelo Banco 
Central (BC), projetam uma queda maior para Produto 
Interno Bruto (PIB) em 2015 [...]
Quanto à inflação, os analistas consultados pelo BC 
aguardam uma alta de 9,23% para o IPCA neste calendá-
rio, acima da taxa estimada antes, de 9,15% .
CAPRIOLI, G. Mercado vê inflação de 9,23% em 2015 e 
economia mais contraída. Valor Econômico, São Paulo, 
27 jul. 2015. Disponível em: <http://www.valor.com.br/
brasil/4150608/mercado-ve-inflacao-de-923-em-2015-
-e-economia-mais-contraida>. Acesso em: 10 ago. 2015. 
Adaptado.
Nesse contexto, representa uma medida efetiva que po-
derá ser adotada para conter a alta inflacionária:
a) aumentar a taxa de juros básica da economia.
b) reduzir drasticamente os principais impostos federais, 
estaduais e municipais.
c) aumentar a emissão de papel moeda para honrar a 
folha de pagamento e os demais gastos do governo, 
visando a diminuir os depósitos à vista nos bancos.
d) aumentar a produção de bens na indústria.
e) aumentar o nível geral de preços da economia.
15. (CESGRANRIO – ESCRITURÁRIO – BANCO DO 
BRASIL – 2014) Em termos teóricos, podem ser confe-
ridas ao Banco Central diversas atribuições, destacando-
-se, dentre elas, a de ser o Banco dos Bancos, o Único 
Banco Emissor ou o Banqueiro do Governo.
Sob o enfoque de Banqueiro do Governo, o Banco Cen-
tral deve ser o
a) financiador das obras de infraestrutura da União
b) emprestador de dinheiro para as obras de fomento
c) centralizador do caixa do governo
d) detentor do monopólio de órgão arrecadador da 
União
e) detentor do monopólio da distribuição do dinheiro
16. (CESGRANRIO – ESCRITURÁRIO – BANCO DO 
BRASIL – 2014) No Sistema Financeiro Nacional (SFN), 
sob o enfoque da Dinâmica do Mercado, o elemento 
técnico-conceitual referente à parte da economia que 
acompanha o comportamento dos salários e do poder 
de compra do salário da população, é a:
a) política fiscal
b) política de preços
c) inflação
d) política de rendas
e) taxa de juros
17. (CESGRANRIO – ESCRITURÁRIO – BANCO DO 
BRASIL – 2014) Nos últimos anos, observou-se que o 
mercado bancário teve elevado crescimento e forte acir-
ramento entre as instituições bancárias no desenvolvi-
mento de suas atividades, aumentando, dessa forma, a 
competição bancária. Um dos fatores que impulsionaram 
essa disputa mercadológica, entre as instituições bancá-
rias, surgiu com a:
a) ausência de interesse nas compras de folhas de paga-
mento
b) redução de taxas de juros dos Títulos Públicos Federais
c) alta das taxas SELIC
d) redução dos níveis de crédito
e) falta de garantia do chamado crédito consignado
18. (CESGRANRIO – ESCRITURÁRIO – BANCO DO 
BRASIL – 2014) Fazem parte do Sistema Financeiro Na-
cional (SFN) Instituições Financeiras Bancárias e Institui-
ções Financeiras não Bancárias.
Nesse enfoque, pertencem ao grupo das Instituições não 
Bancárias, dentre outras, os Bancos.
a) Múltiplos, com carteira de crédito imobiliário
b) Múltiplos, com carteira comercial
c) Comerciais
d) Cooperativos
e) de Investimento
64
BA
N
CO
 D
O
 B
RA
SI
L
GABARITO
1. Resposta: Letra C.
A partir de janeiro de 2018 os financiamentos que 
antes eram alinhados pela taxa de juros de longo prazo 
(TJLP), passam a ser corrigidos por um novo indicador, a 
taxa de longo prazo (TLP), que será corrigida mensalmente 
pelo Banco Central (BC), e tem como objetivo deixar de ser 
uma decisão política e começar a acompanhar as taxas de 
juros do mercado. A correção será feita com base na va-
riação do Índice de Preços ao Consumidor (IPCA) somada 
ao rendimento do NTN-B com vencimento em 5 anos. 
2. Resposta: Letra D.
O depósito compulsório é uma das medidas do Banco 
Central para conduzir a política monetária do mercado e 
controlar a taxa de juros básica da economia (Selic). Quan-
do um correntista faz um depósito, o banco deve reservar 
uma parcela deste montante em uma conta com o Bacen, 
portanto, ao diminuir as alíquotas de depósito compul-
sório o BC obriga que os bancos reservem menos de seu 
capital, restando um maior valor para oferta de crédito. 
3. Resposta: Letra E. 
Segundo o Banco Central, no ano citado houve uma me-
lhora nos cenários interno e externo, com os indicadores 
de inflação em ordem e sugerindo uma possibilidade de 
restabelecimento da economia brasileira. De acordo com 
as estimativas do Copom, a inflação estaria em linha com 
a meta, o que possibilitou a redução da taxa de juros. 
4. Resposta: Letra E. 
O acordo de Basileia lll, idealizado após a crise de 
2008, teve como objetivo preparar o setor bancário 
para uma melhor capacidade de lidar com cenários de 
desequilíbrio financeiro, o tratado deixou mais rígi-
das as exigências de transparência da base de capital 
próprio dos bancos, além de inferir que os mesmos 
devem possuir níveis mínimos de liquidez e não ultra-
passar os limites máximos de alavancagem. O acordo 
estabeleceu também uma exigência de reserva extra 
que varia de 0% a 2,5% acima dos índices mínimos, 
em momentos de expansão muito rápida do crédito 
com o objetivo de uma maior reserva para suportar 
cenários econômicos desfavoráveis. 
5. Resposta: Letra B.
Conforme apresentado no texto em questão, no Brasil 
não há uma forte competição no setor bancário, no 
qual as cinco maiores instituições do país dominavam 
mais de 70% do segmento no mercado nos últimos 
anos. Esta elevada concentração bancária possibilitou 
que as instituições conseguissem manter seu spread 
positivo, obtendo alta margem de lucro mesmo com a 
questão da inadimplência apresentada. 
6. Resposta: Letra B.
O mercado de ações brasileiro conta com uma gran-
de atuação de muitos estrangeiros negociando dia-
riamente, supondo um cenário em que os Estados 
Unidos elevem suas taxas de juros, muitos destes 
investidores tendem a transferir seus recursos. Os 
Treasuries (títulos dos EUA) são famosos por sua segu-
rança, portanto, ao oferecer uma rentabilidade maior, 
chamariam muitos novos investidores, o que afetaria 
negativamente o mercado brasileiro. 
7. Resposta: Letra B.
O BC (Banco Central) é uma autarquia federal criada pela 
Lei 4.595 de 1964, vinculada ao Ministério da Economia, 
mas que dispõe de personalidade jurídica e patrimônio 
próprios. É constituído por nove membros, sendo um 
presidente e oito diretores, dos quais todos são nomea-
dos pelo presidente da República. Uma das atribuições 
do BC é a definição da meta da taxa SELIC (Sistema Espe-
cial de Liquidação e Custódia), que é a taxa de juros diá-
ria que remunera os títulos do tesouro nacional. Portanto 
a meta da taxa selic definida pelo BC é seu principal ins-
trumento de política monetária para controle da inflação 
mas não para definição da taxa inflacionária. A definição 
da meta da inflação é dever do Conselho Monetário Na-
cional (CMN), o qual é o órgão deliberativo máximo do 
SFN (Sistema Financeiro Nacional), sendo formado pelos 
ministros da Fazenda e do Planejamento, Orçamento e 
Gestão e pelo presidente do BC até 2018. Em 2019 a es-
trutura foi alterada, e o Conselho passou a ser composto 
pelo Ministro da Economia, o secretário especial da Fa-
zenda e pelo presidente do Banco Central.
8. Resposta: Letra A.
O Open Market (Mercado Aberto) é uma estratégia 
financeira
Página1...202122232425262728...50