A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
197 pág.
BB 500 QUESTOES COMENTADAS

Pré-visualização | Página 9 de 50

mas-
culina. Se a masculina exige a preposição + o artigo, 
então haverá crase na palavra feminina. 
2. Resposta: Letra C.
Quem está vinculado está vinculado A algo. A crase é 
obrigatória.
3. Resposta: Letra A.
Use a dica do DA e DE:
a da imprensa especializada.
a de todos os presentes.
a de apenas uma parte dos convidados.
a de suas duas assessoras de imprensa.
a de duas de suas secretárias.
4. Resposta: Letra B.
Não há crase, pois quem conta, conta algo ou alguma 
coisa, VTD.
5. Resposta: Letra B. 
Com o inchaço populacional decorrente do fluxo mi-
gratório em direção às cidades (em direção a + as ci-
dades = às cidades), surgiram problemas na oferta de 
serviços à população (serviços a + a população = à 
população), que muitas vezes não consegue acesso a 
recursos (não há crase diante de palavras masculinas 
ou pluralizadas) essenciais.
6. Resposta: Letra A.
Quando comparado às outras aves (comparado a + as 
outras aves = às outras aves; pronome indefinido acei-
ta artigo antes), os tucanos parecem ser bem maiores 
a quem (não há crase antes de pronome interrogativo) 
os observa, a voar (não há crase diante de verbo) na 
natureza.
7. Resposta: Letra B.
A expressão “à moda” é portadora de crase.
8. Resposta: Certo.
A banca propõe a substituição para observarmos que 
a locução prepositiva (com palavra feminina) deman-
da o uso da crase.
Notem que a locução “a soma de” apresenta a fusão 
do artigo A + preposição A, o que justifica o uso da 
crase.
9. Resposta: Errado. 
Não há crase entre palavras repetidas.
10. Resposta: Certo.
Nesse caso houve crase em relação ao substantivo 
feminino “taxas” oculto antes da palavra “brasileiras”.
11. Resposta: Errado.
O emprego da crase no caso é obrigatório, já que 
quem é contrário é contrário A alguém ou A alguma 
coisa.
12. Resposta: Certo.
O emprego da crase é facultativo diante de pronome 
possessivo no singular (minha tua, sua, nossa, vossa).
13. Resposta: Certo.
A preposição “a” é exigida pelo substantivo “agrado”, 
já que o agrado é “para” aqueles que hegemonizam.
14. Resposta: Errado.
Não há crase antes de substantivos no plural.
15. Resposta: Errado.
É proibido o uso da crase antes de numerais não 
determinados por artigo. 
16. Resposta: Certo.
Regência Nominal. Quem tem direito, tem direito a 
algo.
17. Resposta: Errado.
Não há emprego de crase antes de verbos.
18. Resposta: Errado.
Não é pela regência de “pedidos”, e sim pela regência 
do verbo “levaria”.
19. Resposta: Certo.
A regência do adjunto adnominal exige crase. “Ajuda” 
e o artigo “a”. A ajuda do governo foi dada a alguém. 
(Airbus)
28
BA
N
CO
 D
O
 B
RA
SI
L
20. Resposta: Letra C.
Quem atribui, atribui algo: “A responsabilidade de 
motor propulsor do desenvolvimento e a condição de 
lugar privilegiado para os negócios e a cultura”, temos 
sujeito paciente com dois núcleos “responsabilidade” 
e “condição”, pospostos ao verbo e com conjunção 
aditiva.
21. Resposta: Letra B.
O correto seria “Seguem” para concordar com o sujei-
to no plural “os dois arquivos”.
22. Resposta: Letra A.
Lembre-se que pouco e meio, quando funcionam 
como advérbio, são invariáveis.
23. Resposta: Letra A.
O verbo está concordando com a expressão partitiva 
“a maioria”. 
24. Resposta: Letra C.
O verbo está conjugado na terceira pessoa do plural 
do presente do subjuntivo. El concorda com “os apos-
tadores”, que está no plural.
25. Resposta: Letra E.
Ao concordarmos o verbo com o sujeito temos:
a) a busca por melhores condições=leva
b) a oferta de serviço=é imprescritível
c) as autoridades públicas = nem sempre conseguem
d) a zona rural =permanece
e) os habitantes=esperam
26. Resposta: Letra A.
Seguem as alternativas corrigidas:
b) Os investimentos modificaram 
c) Várias empresas que se instalaram 
d) Para todos aqueles que vivem na região 
e) O desenvolvimento resultou.
27. Resposta: Letra C.
As formas corretas são:
a) foram
b) observam
c) correta
d) garantam
e) tendem
28. Resposta: Letra C.
O verbo haver pode ter plural. Isso dependerá da sua 
pessoalidade ou impessoalidade. Quando temos uma 
locução verbal com haver impessoal, o verbo que fica 
no singular é o que o acompanha.
29. Resposta: Errado.
Verbo haver no sentido de existir é impessoal, e sendo 
assim, não há concordância com o sujeito, haja visto 
que o mesmo não existe.
30. Resposta: Errado.
Haveria apenas mudança do tempo verbal de futuro 
do subjuntivo para o presente do indicativo.
31. Resposta: Errado. 
A concordância que se estabelece com sujeitos em 
forma de numeral segue o significado da quantida-
de expressa: 1,9 bilhão (1 bilhão e 900 milhões) pede 
plural (“são oferecidos”) e 4 bilhões pede singular (“é 
quanto custa”).
32. Resposta: Certo.
Quando o verbo tem acento agudo é singular. Quan-
do for circunflexo, plural.
33. Resposta: Errado.
O “É” não combina com psicologia, e sim com neuro-
economia.
34. Resposta: Certo.
Tu - 2º pessoa singular (Pessoalidade)
Você - Conjuga-se na 3º (impessoal)
Trata-se de um texto injuntivo, onde através de uma 
linguagem apelativa, tem como objetivo persuadir o 
leitor a realizar uma ação ou a adotar determinado 
comportamento.
35. Resposta: Errado.
Ao fazer a alteração, o correto seria “cada criança” – 
singular.
36. Resposta: Errado.
O correto é “tendem a ficar pior”. O verbo “ficar” não 
flexiona.
37. Resposta: Errado.
A forma singular da palavra “vaga” (L.3) é exigência da 
concordância com “demanda popular” (L.2).
Sujeito partitivo + Determinante Plural
Uma (suj. partitivo) das novas tendências brasileiras 
(Det. Plural) é a demanda popular por vaga nas uni-
versidades.
38. Resposta: Errado.
“Recebe” concorda com a palavra “banco”.
39. Resposta: Letra C.
Aqueles verbos que são VTD não exigem preposição. 
O verbo “ recomendar” é VTDI nessa oração, pois 
quem recomenda, recomenda algo ou recomenda a 
alguém.
40. Resposta: Letra B.
A forma correta das alternativas é a seguinte
a) nocivo a / danoso para, a
c) hábil em / habilidade em, de, para
d) compatível com / incompatível com
e) loucura por / louco por
41. Resposta: Letra B.
O verbo “Preciso” é transitivo indireto e rege a prepo-
sição “de”.
29
BA
N
CO
 D
O
 B
RA
SI
L
42. Resposta: Letra B.
As formas corretas são: Com o inchaço populacional 
decorrente do fluxo migratório em direção às cidades 
(em direção a + as cidades = às cidades), surgiram 
problemas na oferta de serviços à população (serviços 
a + a população = à população), que muitas vezes não 
consegue acesso a recursos (não há crase diante de 
palavras masculinas tampouco pluralizadas) essenciais.
43. Resposta: Letra A.
Trata-se de verbo transitivo direto cujo complemen-
to é um objeto direto. A regência do verbo “registrar” 
não tem preposição com seu complemento.
44. Resposta: Letra C.
“... mudam (VTD) a cara do Nordeste (OD)”: o mesmo 
tipo de complemento vê-se em “... que movimenta 
(VTD) milhões de reais (OD)...
45. Resposta: Letra A.
Ambos os verbos são transitivos diretos: BUSCAM e 
PERCORRE.
46. Resposta: Letra E.
a) ... a sobrevivência de nossas sociedades depende 
(VTI) da atualização do potencial tecnológico ... (OI)
b) ... que não advém (VTI) do saber oficial nem da con-
duta privada ... (OI)
c) ... que as éticas tradicionais [...] não estavam (VI) à 
altura das consequências danosas do progresso tec-
nológico ... (adj adv de modo)
d) ... para degenerar (VI) de maneira desmesurada ... 
(adj adv de modo)
47. Resposta: Certo.
Os termos “responsabilidade de dirigir” e “para comu-
nidade como um todo” estão relacionados com “pre-
ço”.
48. Resposta: Certo.
Só e possível o emprego porque o artigo é facultativo 
antes dos pronomes possessivos.
 
49. Resposta: Certo.
na linguagem: dentro da linguagem.
pela linguagem: através da linguagem.
Sim, a troca muda o sentido, conforme descrito acima.
50. Resposta: Certo.
Há um aposto separando a palavra de seu comple-
mento logo após este aposto findar com o travessão 
aparece a preposição COM do verbo CONBINAR.
51. Resposta: Certo.
A preposição “em” indica uma relação de lugar entre

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.