A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
sistema respiratorio

Pré-visualização | Página 1 de 1

O sistema respiratório é composto pelo pulmão e pela parede torácica. 
A parede torácica é definida como todas as estruturas que se movem 
durante o ciclo respiratório, exceto o pulmão. O sistema respiratório é capaz de se expandir e retrair 
a cada ciclo respiratório, e diversos fatores, como tamanho do pulmão, padrão respiratório, idade, 
postura e doenças respiratórias, podem influenciar tal dinâmica. Os pulmões e a parede torácica 
são estruturas elásticas e, por isso, retornam à sua forma original depois da ação de uma 
determinada força. Assim, para que ocorra a variação do volume pulmonar, é necessária a ação 
dos músculos respiratórios, como diafragma, músculos intercostais paraesternais e escalenos. Os 
pulmões são revestidos pela pleura visceral e a parede torácica, pela pleura parietal; entre as 
pleuras visceral e parietal, há fluido similar ao plasma sanguíneo (20 a 30 mℓ), que permite que as 
pleuras deslizem uma sobre a outra. Uma vez compreendida a mecânica respiratória na situação 
basal, almeja-se o entendimento do impacto da ventilação mecânica (VM) sobre o parênquima 
pulmonar e as possíveis consequências fisiológicas. 
A VM é a terapia mais comum nas unidades de terapia intensiva. Entretanto, desde sua 
introdução na prática clínica, seu efeito deletério tem sido progressivamente reconhecido. Desta 
forma, o monitoramento da mecânica respiratória, seja na situação passiva, seja na ativa, passa a 
ter grande importância na interação paciente-ventilador.