A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
Lesões ósseas pseudotumorais parte 4

Pré-visualização | Página 1 de 1

Ocasionalmente, a reabsorção dentária também é 
observada. 
Osteoma 
Lesão óssea 
benigna 
incomum 
Compostos 
de osso 
maduro 
compacto ou esponjoso 
Crescimento constante 
Histologicamente normal 
Assintomático 
Sexo masculino 
Após 4ª década 
Adultos jovens 
Corpo mandíbula 
Seios paranasais podem ser acometidos 
Síndrome de Gardne é uma condição autossômica 
dominante caracterizada pela ocorrência de osteomas 
múltiplos 
Radiopacidade intensa, circunscrita e ovalada 
 
Lesões ósseas tumorais 
malignas. 
Osteossarcoma 
Tumor ósseo 
maligno de 
origem 
mesenquimal 
mais comum. 
Produz osso 
imaturo ou 
osteoide 
Incidência rara na região de cabeça e pescoço 
3ª e 4ª década 
MAXILA: Processo alveolar 
MANDIBULA: Região posterior de corpo 
CARACTERÍSTICAS CLÍNICAS: 
 Aumento de volume 
 Dor 
 Mobilidade dentária 
 Parestesia (lábio inferior) 
 Obstrução nasal 
 
Características radiográficas: 
 DEPENDE DA MATURAÇÃO DA LESÃO 
 Misto de lesões radiolúcidas e radiopacas 
 Margens mal definidas, difusas 
 Bordas irregulares 
 Alargamento acentuado do espaço do 
ligamento periodontal em torno de um ou 
mais dentes 
 Reabsorção dentária em cunha (reabsorção 
radicular em pico) 
 Estreitamento pontiagudo da raiz 
 Padrão de raios de sol 
 Proliferação Ostéofítica pelas células 
neoplásicas na superfície do tumor (contígua 
aos tecidos moles) 
 Produção de Osso Osteofítico na Superfície do 
Tumor 
 Observado melhor através da radiografia 
oclusal

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.