Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Notas sobre morfologia - Estruturas morfológicas do português

Pré-visualização | Página 1 de 1

[X](a) > [[X]Y](b)
RFPs e RAEs
Estruturas morfológicas do português, de Luiz Carlos de Assis Rocha
DEFINIÇÕES
RFPs são regras de formação de palavras, e RAEs são regras de análise
estrutural. Para cada elemento capaz de gerar palavras novas, evoca-se
uma RFP.
Uma RAE faz exatamente o oposto. Para interpretar uma palavra
gerada por uma RFP, o falante aciona uma RAE que a divida. Por
exemplo, para compreender cantável, o falante quebra essa palavra
por meio de uma RAE:
VOCÁBULO X, QUE
PERTENCE À CLASSE A
VOCÁBULO XY, QUE
PERTENCE À CLASSE B
Por exemplo, o sufixo -vel transforma verbos em adjetivos, logo ele
evoca a seguinte regra:
[X](v) > [[X](v)-vel](a)
[cantável](a) < [[cantar](v)-vel]
TIPOS DE AFIXO
Os afixos são classificados quanto à produtividade na língua. Existem
afixos produtivos e improdutivos. Os afixos produtivos são aqueles
que evocam uma RFP, ou seja, geram palavras novas na nossa língua.
Por exemplo, o prefixo [anti] é produtivo no português
contemporâneo, porque gera palavra nova: antirracista, antipetismo,
antibolsonarismo. No entanto, o prefixo [hipo] já não é produtivo,
porque não gera palavras novas; as palavras que contêm esse prefixo
são antigas na língua: hipotermia, hipotensão.
Do mesmo modo, o sufixo [eiro] é produtivo na língua: fazendeiro,
doleiro. Mas [âneo] não o é: subterrâneo, conterrâneo, momentâneo.
AFIXOS IMPRODUTIVOS
Os afixos produtivos evocam RFPs e RAEs, ou seja, eles podem gerar
palavras novas, e essas podem ser interpretadas por um falante da
língua. Portanto, o sufixo [vel], por ser produtivo, gera uma RFP e uma
RAE.
[X](v) > [[X](v)-vel](a)
[X-vel](a) < [[X](v)-vel](a)
RFP
RAE
Os afixos improdutivos, porém, não geram palavras novas, mas as
palavras em que eles aparecem podem ser interpretadas pelos falantes.
Portanto, afixos improdutivos não geram RFPs, mas evocam RAEs. O
prefixo [hipo], por exemplo, significa "pouco"; ele gera apenas RAE.
[hipo-X](n) < [hipo-[X]](n)
Um prefixo improdutivo é identificado pela habilidade do falante de
comparar vocábulos. Por exemplo, o falante reconhece o prefixo [hipo],
mesmo improdutivo, indica "pouco", porque as palavras que contém
esse elemento carregam esse sentido.
hipotensão = baixa tensão
hipotermia = baixa temperatura