A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
21 pág.
TESTES DE CONHECIMENTO - HISTÓRIA DA FILOSOFIA ANTIGA

Pré-visualização | Página 3 de 6

que algumas condições favoreceram o nascimento da Filosofia na Grécia. No contexto do fragmento acima, poderíamos afirmar que:
		
	
	Só há mitos em ambientes rurais.
	
	Embora o comercio tenha atrapalhado muito, a Filosofia nasceu neste ambiente urbano.
	
	O mito desapareceu completamente com o surgimento da Filosofia.
	 
	A Filosofia é filha da Pólis.
	
	Toda sociedade urbana produz bons filósofos.
	Respondido em 20/09/2021 11:12:41
	Explicação: A Pólis (e especialmente a Ágora), onde se dá o surgimento da moeda, da escrita, do desenvolvimento do comércio, possibilitou as condições materiais para o nascimento da Filosofia.
AULA 4
		1
          Questão
	
	
	Os períodos da Filosofia grega não correspondem exatamente aos períodos da história grega, mas está inserida em alguns períodos dessa história. Sobre a história da Filosofia Grega é FALSO afirmar:
		
	
	A Filosofia grega vai surgir aproximadamente no período histórico arcaico.
	
	A primeira corrente de pensamento, surgida na Grécia Antiga por volta do século VI a.C foi a Pré-Socrática.
	
	No período pré-socrático o principal campo de estudo era a gênese do mundo e as transformações naturais.
	 
	O apogeu da Filosofia não coincide com o apogeu grego e acontece durante o período Homérico.
 
	
	Os filósofos antes Sócrates se preocupavam muito com os fenômenos da natureza.
	Respondido em 20/09/2021 11:51:25
	Explicação: Os períodos da Filosofia grega não correspondem exatamente aos períodos da história grega, mas está inserida em alguns períodos dessa história. A Filosofia grega vai surgir aproximadamente no período histórico arcaico. Contudo o apogeu da Filosofia coincide com o apogeu grego, ou seja, durante o período clássico. 
 
	
		2
          Questão
	
	
	A percepção de períodos históricos, no contexto cronológico, é fundamental para compreendermos o contexto em que se deu a Filosofia no ambiente grego. Assim, assinale a sequência correta (Cronológica) dos Períodos Históricos da Grécia:
I .   PRÉ-HOMÉRICO
II.   HOMÉRICO
III.  ARCAICO
IV.  CLÁSSICO
V.   HELENÍSTICO
 
		
	
	I, III, IV, II, V
	
	V, III, I, II, IV
	
	III, I, II, V, IV
	
	I, IV, III, V, II
	 
	I, II, III, IV, V
	Respondido em 20/09/2021 11:52:23
	Explicação: Os Períodos Históricos Gregos apresentam-se exatamente na ordem definida no enunciado.
	
		3
          Questão
	
	
	Embora saibamos que a Filosofia grega tenha nascido no período Arcaico, foi no período Clássico que ele atingiu seu apogeu. Neste sentido, podemos afirmar:
I   -  No Período Arcaico, a preocupação filosófica estava centrada nas transformações naturais.
II - No Período Arcaico temos a presença dos Filósofos Pré-socráticos, e sua preocupação antropológica.
III -  No Período Clássico as preocupações filosóficas passas a ser cosmológicas, pois apresentam-se mais desenvolvidas.
Das afirmativas acima:
 
		
	
	Somente II é verdadeira.
	
	Todas são verdadeiras.
	 
	Todas são falsas, exceto I.
	
	Todas são falsas.
 
	
	Todas são verdadeiras, exceto II.
	Respondido em 20/09/2021 11:53:38
	Explicação: No Período A rcaico, a preocupação filosófica estava centrada nas transformações naturais.
AULA 5
		1
          Questão
	
	
	Os filósofos dessa escola acreditavam que não havia apenas um princípio, uma arché. Dessa forma, a arché pode ser formada por vários princípios que, combinados, formam a multiplicidade que deu origem a tudo. Daí nome da escola. Assinale a opção que apresenta os principais filósofos da escola pluralista:
 
		
	 
	Anaxágoras de Clazômena, Empédocles de Agrigento, Demócrito de Abdera.
	
	Parmênides de Eléia, Demócrito de Abdera, Filolau de Crotona.
	
	Tales de Mileto, Anaximandro de Mileto, Anaxímenes de Mileto.
	
	Xenófanes de Cólofon,  Parmênides de Eléia, Zenão de Eléia.
	
	Heráclito de Éfeso, Pitágoras de Samos, Filolau de Crotona.
	Respondido em 22/09/2021 11:44:31
	Explicação: A escola pluralista  é uma  escola de filosofia composta por Anaxágoras, Empédocles e Demócrito. O denominador comum nas posturas filosóficas, desses pensadores consiste em admitir que não há um princípio único que explique todo o universo. Existem vários princípios que, misturando-se, formam a multiplicidade das coisas existentes, daí a denominação "pluralista". Empédocles: terra. água, fogo e ar; Anaxágoras: partículas minúsculas; Leucipo: elaborou teoria dos átomos ou atomismo; Demócrito: átomos.
	
		2
          Questão
	
	
	Segundo Tales de Mileto, a substância que deu origem ao mundo natural é:
 
		
	 
	A água
	
	A terra
	
	O ar
	
	O fogo
	
	O apéiron
 
	Respondido em 22/09/2021 11:45:42
	Explicação: Para esse filósofo a arché era a água, ou seja, a água seria o princípio de todas as coisas. Considerado o fundador da escola jônica, viveu provavelmente entre 624-546 a.C. e não deixou nada escrito. Os poucos relatos que temos sobre esse pensador indicam que, além de filosofar, ele também atuava na política, buscando unir as cidades da Jônia. Ele também tinha habilidade como engenheiro, com projetos que visavam mudar o curso de rios a fim de favorecer a irrigação e a navegação. Era também astrônomo e previu um eclipse solar que aconteceu em 585 a.C. 
	
		3
          Questão
	
	
	Os filósofos pré-socráticos são identificados por suas cidades de origem: Tales, da cidade de Mileto; Pitágoras, da cidade de Samos; Demócrito, da cidade de Abdera, e assim sucessivamente. Esses filósofos são também chamados de filósofo da natureza porque essa primeira fase da investigação filosófica se desenvolve a partir de questões da natureza, do mundo exterior. Por isso que essa fase da filosofia é conhecida como filosofia:
		
	
	Racionalista
	
	Empirista
	
	Futurista
	 
	Naturalista
	
	Animista
	Respondido em 22/09/2021 11:46:24
	Explicação: Os filósofos pré-socráticos também chamados de filósofo da natureza porque essa primeira fase da investigação filosófica se desenvolve a partir de questões da natureza, do mundo exterior. Por isso que essa fase da filosofia é conhecida como filosofia naturalista. Os pensadores desse período acreditavam que era possível encontrar na natureza o elemento primordial que está presente em todos os seres vivos, ou seja, algo que seja comum a todos. Eles estão a procura da arché. O principal instrumento do filósofo desse período era a observação. Eles observavam constantemente as transformações que ocorriam na natureza, a fim de encontrar uma explicação racional para aqueles eventos. Eles não queriam apenas explicações para raios, trovões, terremotos, sol, lua. Eles estavam atrás de princípios eternos, da causa primeira, da origem de tudo. A partir desse pensamento e dessa curiosidade desses primeiros pensadores é que, futuramente, teremos as áreas de conhecimento que temos hoje, como a biologia, a astronomia, a física, etc.
AULA 6
		1
          Questão
	
	
	Os sofistas tinhas um importante ponto em comum com os filósofos da natureza: eles criticavam a mitologia tradicional. Mas ao mesmo tempo rejeitavam tudo que consideravam especulação filosófica desnecessária...(GAARDER, J. O Mundo de Sofia. São Paulo: Cia Letras, 2012, p.77). Um dos pontos-chave deste período foi exatamente o confronto entre os Sofistas e Sócrates. Enquanto este Filósofo defendia embora o conhecimento pessoal pudesse ser relativo, mas a Sabedoria era universal; os Sofistas afirmavam que:
		
	
	Todo homem, por natureza, aspira conhecer.
	
	Também a opinião é universal.
	
	Não é possível chegar a conhecer alguma coisa verdadeiramente.
	 
	O homem é a medida de todas as coisas.
	
	A Filosofia é a medida da verdade.
	Respondido em 05/10/2021 10:27:47
	Explicação: A frase é atribuída a Protágoras e marca a essência do pensamento sofista, que relativiza o conhecimento, estando este a serviço da circunstância. 
	
		2
          Questão
	
	
	O período socrático, por investigar questões relacionadas à natureza humana ficou conhecido como período:
		
	
	Gregário
	
	Humanístico