A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
21 pág.
TESTES DE CONHECIMENTO - HISTÓRIA DA FILOSOFIA ANTIGA

Pré-visualização | Página 5 de 6

por Platão. Encontra-se na obra intitulada A República (Livro VII), e pretende exemplificar como nós podemos libertar da condição de escuridão que nos aprisiona através da luz da verdade em que Platão discute sobre Teoria do Conhecimento, linguagem e educação na formação do Estado ideal.
AULA 8
		1
          Questão
	
	
	Acidente se diz daquilo que pertence a um ser e pode ser afirmado dele com verdade, mas não é nele nem necessário nem constante. (Metafísica). Esta afirmação de Aristóteles compõe uma das bases sua Teoria do Conhecimento. Nela, é comum que os conceitos apreçam em forma de oposição, para que se compreenda mais facilmente a relação entre eles. 
No contexto do fragmento acima, podemos dizer que a oposição que pode ser inferida é:
		
	
	Acidente x Forma
	
	Necessidade x Completude
	
	Ser x Ente
	
	Verdade x Falsidade
	 
	Substância x Acidente
	Respondido em 05/10/2021 12:08:42
	Explicação: Substância e Acidente são conceitos fundamentais na Teoria do Conhecimento aristotélico, pois enquanto a substância mar a essência do ser, o acidente não é nem necessário nem constante.
	
		2
          Questão
	
	
	Suponhamos que você seja o responsável pela árdua tarefa de verificar a qualidade do estoque de barras de chocolate. Tal estoque é composto de 30 caixas de 50 barras cada. Obviamente, você não poderá provar TODAS as barras! Deverá, então, aleatoriamente escolher algumas caixas, e algumas barras nestas caixas... E prova-las! Assim, se você as considerar com qualidade, poderá afirmar que o estoque inteiro é de boa qualidade.
 Portanto, nesta situação, no contexto das categorias aristotélicas, podemos afirmar que:
I.  Você utilizou o Raciocínio Dedutivo, já que apenas deduziu que todas as barras eram de qualidade.
II. Você utilizou o Raciocínio Indutivo, que embora permita esta generalização, não possa garantir que sua afirmação seja          
    plenamente verdadeira.
III.  A utilização de Raciocínio em situações como esta é impossível, já que não pode ter certeza da verdade nas afirmações.
Das afirmativas acima:
		
	
	Somente II é falsa.
	
	Todas são falsas.
	
	Somente I é falsa.
	 
	I e III são falsas.
 
	
	II e III são falsas.
	Respondido em 05/10/2021 12:09:17
	Explicação: O raciocínio utilizado (sim! Utilizou-se o raciocínio) foi o Indutivo (e não o Dedutivo), pois partiu de premissas particulares para inferir a premissa geral; ainda que não haja garantia de acerto na afirmação sobre determinado conhecimento novo.
 
	
		3
          Questão
	
	
	Conceitos como Substância e Acidente, Matéria e Forma são essenciais na Teoria do Conhecimento de Aristóteles. Porém, ele depara-se com uma questão que sempre trouxe problema à Filosofia, dos Pré-socráticos a Platão: o movimento (ou mudança dos seres). Para resolver isto, ele chega a outros conceitos: Ato e Potência. Sobre eles, podemos afirmar:
I.    Potência diz respeito às possibilidades presentes em determinado objeto dele ser transformado em outro.
II.   Ato é aquilo que o ser já é; é a realização de uma potência.
III. Tudo tende a passar de potência a ato; ou seja, tudo tende a se transformar em algo, a partir do movimento.
Das afirmativas acima:
		
	
	Somente I é falsa.
	 
	Somente III é falsa.
	
	Todas são verdadeiras.
	
	Todas são falsas.
	
	Somente II é falsa.
	Respondido em 05/10/2021 12:09:43
	Explicação: A FALSIDADE na afirmativa III está no fato de inverter o que seria a INFERÊNCIA CORRETA ACERCA DA MUDANÇA DOS SERES: ¿Tudo tende a passar de ato a potência; ou seja, tudo tende a se transformar em algo, a partir do movimento.
AULA 9
		1
          Questão
	
	
	O mais famoso dos filósofos do Cinismo, que viveu no século IV a.C. levou o cinismo ao extremo e algumas histórias contam que ele vivia em um barril, na mais absoluta pobreza. Quem é este Filosófo?
		
	
	Habermas
	
	Maquiavel
	 
	Diógenes
	
	Descartes
	
	Nietzsche
	Respondido em 07/10/2021 10:31:13
	Explicação: Defendia que o homem devia viver de acordo com a virtude e com a natureza. Abrir mão das normas sociais e viver apenas com o suficiente para o atendimento às necessidades vitais, como a alimentação, por exemplo. Todas as necessidades que não fossem extremamente vitais deviam ser desprezadas. O mais famoso dos filósofos dessa corrente foi Diógenes, que viveu no século IV a.C.
	
		2
          Questão
	
	
	O Cinismo se espalhou pelo Império Romano e perdurou até o final do século V d.C., quando desapareceu. Sobre essa corrente da Filosofia é correto dizer, EXCETO:
		
	
	O objetivo do homem deve ser a busca da felicidade através das virtudes. Esse deveria ser o objetivo de vida do homem.
	
	A felicidade depende da autossuficiência humana e da indiferença para com as adversidades da vida.
	
	A felicidade não depende de nada que está fora do homem, isto é, de coisa materiais, preocupações, reconhecimento.
	 
	O bem maior não está na ação, mas exclusivamente no pensamento. Somente pelo pensamento o homem adquire a felicidade plena.
	
	As práticas contemplativas auxiliam o homem a se libertar de influências desse mundo que não tem valor, tais como a riqueza, a fama e o poder.
	Respondido em 07/10/2021 10:31:48
	Explicação: O termo cinismo vem do grego kynos, que significa cão, e designa a corrente dos filósofos que se pro¬puseram a viver como os cães da cidade, sem qualquer propriedade ou conforto. Levavam ao extremo a filosofia de Sócrates, segundo a qual o homem deve procurar conhecer a si mesmo e desprezar todos os bens materiais. Por isso Diógenes, o pensador mais destacado dessa escola, é conhecido como o Sócrates demente, ou o Sócrates louco, pois questionava os valores e as tradições sociais e procurava viver estritamente conforme os princípios que considerava moralmente corretos. Sãos inúmeras as histórias e acontecimentos na vida desse filósofo que o tornaram uma figura instigante da história da filosofia.
	
		3
          Questão
	
	
	Com o crescimento do Império Romano, houve uma ampliação do comércio e o contato com povos e culturas orientais foram inevitáveis. Dessa forma, os filósofos dessa época estabeleceram contato com pensadores ligados à essas culturas e religiões, advindo daí o desenvolvimento de novas correntes de pensamento. Essas correntes vão influenciar o Cristianismo que viria logo a seguir. São elas
		
	
	Cientificismo, Ceticismo, Estoicismo, Romantismo
	
	Cinismo, Pragmatismo, Estoicismo, Cientificismo
	 
	Cinismo, Ceticismo, Estoicismo, Epicurismo
 
	
	Romantismo, Ceticismo, Prgamatismo, Epicurismo
	
	Cinismo, Romantismo, Estoicismo, Apologismo
	Respondido em 07/10/2021 10:32:32
	Explicação: Com o crescimento do Império Romano, houve uma ampliação do comércio e o contato com povos e culturas orientais foram inevitáveis. Dessa forma, os filósofos dessa época estabeleceram contato com pensadores ligados à essas culturas e religiões, advindo daí o desenvolvimento de novas correntes de pensamento. As principais correntes filosóficas desse período vão tratar da intimidade, e da vida interior do ser humano. A perda da importância política individual fez muitos se dedicarem cada vez mais à busca da felicidade pessoal através da religião, da magia ou da Filosofia. Essas correntes vão influenciar o cristianismo que viria logo a seguir. São elas o cinismo, o ceticismo, o estoicismo e o epicurismo.
	
		4
          Questão
	
	
	Intelectual e espiritualmente, de fato, a época de Alexandre assinala na Grécia uma mudança decisiva, que afetou especialmente as minorias cultas. No novo mundo dos grandes impérios, quando a civilização grega havia se espalhado por todo o Oriente Próximo...(ARMSTRONG apud CHALITA, Vivendo a Filosofia). Este fragmento diz respeito a um período da História Grega, denominado Helenismo. Este período é caracterizado por:
I. Expansão da cultura grega no mundo civilizado;
II. Último período da Filosofia antiga;
III. As polis perdem sua autonomia e sua importância como centro político, uma vez

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.