A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
26 pág.
SIMULADO ENADE 2021

Pré-visualização | Página 4 de 7

A qual missa, segundo meu parecer, foi ouvida por todos com muito prazer e devoção. Ali era com o Capitão a bandeira de Cristo, com que saiu de Belém, a qual esteve sempre levantada, da parte do Evangelho. Acabada a missa, desvestiu-se o padre e subiu a uma cadeira alta; e nós todos lançados por essa areia. E pregou uma solene e proveitosa pregação da história do Evangelho, ao fim da qual tratou da nossa vinda e do achamento desta terra, conformando-se com o sinal da Cruz, sob cuja obediência viemos, o que foi muito a propósito e fez muita devoção. Enquanto estivemos à missa e à pregação, seria na praia outra tanta gente, pouco mais ou menos como a de ontem, com seus arcos e setas, a qual andava folgando. E olhando-nos, sentaram-se. E, depois de acabada a missa, assentados nós à pregação, levantaram-se muitos deles, tangeram corno ou buzina, e começaram a saltar e dançar um pedaço."
Carta de Pero Vaz de Caminha ao El Rei de Portugal. 01 de maio de 1500. Disponível em: http://objdigital.bn.br/Acervo_Digital/livros_eletronicos/carta.pdf.
 
O documento acima é considerado por muitos como o primeiro registro sobre a terra recém-descoberta pelos portugueses e chamada Brasil. Nele, nota-se o olhar do colonizador sobre os nativos da terra, suas percepções e interpretações. Acerca do trecho destacado acima e de acordo com os conhecimentos sobre o período, é correto afirmar que:
		
	
	A posição dos indígenas retratada no documento transparece um conflito entre os nativos indígenas e religiosos católicos, em uma clara contestação aos ritos católicos.
	
	A aceitação dos ritos católicos por parte dos indígenas é reveladora dos processos de sincretismo religioso entre o catolicismo e as religiões nativas, fortemente apregoados pelos católicos.
	
	A negação dos ritos católicos foi algo presente ao longo de todo o processo de construção da sociedade colonial.
	 
	O documento transparece uma condição de subserviência e aceitação dos ritos católicos ao afirmar que a missa foi assistida com muito prazer por todos os presentes.  
	
	A aceitação da religião católica foi imediata pois já era do conhecimento dos nativos os ritos católicos em virtude da presença de navegantes portugueses na América antes de 1500.
		
	
	
		26
           Questão
	Acerto: 0,1  / 0,1   
	As reformas religiosas ocorridas na Europa no século XVI, a protestante e a católica, procuraram responder e apaziguar a angústia sentida pelos fiéis quanto à salvação da alma. Acerca daquilo que distinguia os dois movimentos reformadores a respeito da questão da salvação, pode-se afirmar que:
		
	
	o protestantismo formulou a teoria de que os fins justificam os meios e o catolicismo reafirmou a crença na pré-destinação do homem.
	 
	o protestantismo postulou o princípio da salvação pela fé na palavra divina e o catolicismo sustentou a eficácia de sacramentos como a confissão.
	
	o catolicismo reconheceu que o pecado não era empecilho à salvação e o protestantismo separou graça divina e acumulação de capital.
	
	o protestantismo pregou a necessidade da Igreja como intermediária entre o fiel e Deus, e o catolicismo adotou a livre interpretação da Bíblia.
	
	o catolicismo pregou a necessidade da vida monástica para o cristão e o protestantismo, a salvação pela mortificação do corpo. 
		
	
	
		27
           Questão
	Acerto: 0,1  / 0,1   
	"Cada uma das vinte repúblicas latino-americanas tem sua própria história nos anos imediatamente posteriores à Segunda Guerra Mundial. Não obstante, a despeito de diferenças de regime político, de níveis de desenvolvimento econômico e social, de força e composição tanto dos grupos dominantes quanto das forças populares, bem como nas relações com os Estados Unidos - "o poder hegemônico" da região -, há notórias semelhanças na experiência da maioria dessas repúblicas."
BETHEL, Leslie; ROXBOROUGH, Ian. "Introdução A conjuntura do pós guerra na América Latina". In: BETHEL, Leslie; ROXBOROUGH, Ian (Org.). A América Latina entre a Segunda Guerra Mundial e a Guerra Fria. São Paulo: Paz e Terra, 1996.
Como elemento comum à maioria das repúblicas latino-americanas no período imediatamente posterior ao fim da Segunda Guerra Mundial, podemos apontar:
		
	
	Ausência de pluralidade de partidos políticos nas disputas eleitorais para diferentes cargos do Legislativo
	
	O estabelecimento de governos de orientação autoritária em toda a região. 
	 
	Aproximação com os Estados Unidos, consolidada na continuidade da política de boa vizinhança.
	
	Fechamento para o capital internacional através da não aceitação de empréstimos e do não estabelecimento de multinacionais nos países da América Latina.
	
	Política de não alinhamento com a URSS, consolidada no afastamento no campo das relações diplomáticas e comerciais.
		
	
	
		28
           Questão
	Acerto: 0,1  / 0,1   
	"E é Praeira! Segura bem forte a mão. E é Praeira! Vou lembrando a Revolução ..." [A Praeira - Chico Science] Sobre a Revolução Praeira ocorrida em Pernambuco, em 1848, podemos afirmar: I- Foi influenciada por grupos conservadores insatisfeitos com o apoio que o governo dava à produção do açúcar. II- Foi liderada por homens livres sem acesso à terra devido à grande concentração fundiária. III- Foi fundamentada nas ideias liberais que dominavam a Europa, onde no mesmo ano acontecia a Primavera dos Povos.
		
	 
	As afirmativas II e III estão corretas
	
	As afirmativas I e III estão corretas.
	
	As afirmativas I, II e III estão incorretas
	
	As afirmativas I e II estão corretas
	
	Apenas a afirmativa I está correta
		
	
	
		29
           Questão
	Acerto: 0,1  / 0,1   
	O historiador Jean Delumeau, em sua obra A Civilização do Renascimento, afirma que muitos historiadores de América Pré-Colombiana se debruçam ainda hoje sobre como foi possível, em tão breve espaço de tempo, tão poucos homens terem rapidamente dizimado impérios tão fortes, como os Incas, Maias e Astecas. A Vitória espanhola pode ser vista de vários ângulos mas, para o autor, um fator foi determinante: "certos grupos viram na chegada dos espanhóis uma oportunidade para libertar-se de uma dominação opressiva". DELUMEAU, J. A Civilização do Renascimento Vol 1. Lisboa: Estampa, 1984. 
Diante do exposto podemos afirmar que:
		
	 
	a vitória se deu pelo fato de muitos índios terem se aliado aos espanhóis devido à opressão no trabalho e às altas taxas tributárias impostas pelos imperadores. 
	
	os espanhóis rapidamente conquistaram os territórios Maias, Incas e Astecas devido ao fato de estarem em maior número. 
	
	os espanhóis conseguiram formar alianças com todas as sociedades indígenas 
	
	a vitória se deu devido à superioridade bélica dos espanhóis. 
	
	a falta de religiosidade cristã, aliada à falta de material bélico, tornou esses impérios vulneráveis à conquista.
		
	
	
		30
           Questão
	Acerto: 0,1  / 0,1   
	"Para os Guaranis, o nome da pessoa representa seu caráter e sua função na sociedade e, portanto, no momento em que os padres convenciam os Guarani a adotarem o nome cristão pela prática do batismo, estariam destruindo a essência do indivíduo. Ao batismo cristão foi atribuído todo o sofrimento e toda a violência. Sendo assim, os líderes religiosos Guarani realizaram o "desbatismo" caracterizado pela retirada no nome cristão imposto pelos padres. Com entonações de cânticos e rezas, os líderes religiosos faziam uso de todo o seu poder espiritual para voltar às antigas origens."
BRIGHENTI, Clóvis. Conselho indígena missionário: o desenvolvimento versus os povos indígenas. In: CIMI. Relatório: violência contra os povos indígenas no Brasil. Brasília, 2016.
Clovis Brighenti analisou o movimento de desbatismo, descrito acima, que tinha registros nos séculos XVI e XVII e que constituía um rechaço do catolicismo, como religião imposta pelo colonizador. Assim como as ações institucionais se multiplicaram de variados formatos para lidar de modo genocida com as populações indígenas, as análises

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.