Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
8 pág.
AVALIAÇÃO FINAL - ANATOMIA DENTAL - 2º ODONTO- 40,

Pré-visualização | Página 1 de 3

Prova final de ANATOMIA DENTAL 
11,
Os dentes anteriores permanentes incluem os incisivos e os caninos e sobre estes analise as afirmativas abaixo: I - Todos os dentes anteriores são compostos de quatro lobos de desenvolvimento: três lobos vestibulares denominados mesial, médio e distal, e um lobo lingual. II - Na face vestibular, três depressões de desenvolvimento verticais demarcam as separações entre os lobos de desenvolvimento, as depressões de desenvolvimento mesial e distal. III - A longa coroa de um dente anterior tem uma superfície incisal, que corresponde à sua superfície mastigatória. IV - O contorno da coroa é quadrangular se observado pelas faces proximais, com a base do triângulo na cervical e o ápice na margem incisal. V - As faces linguais de todos os dentes anteriores apresentam um cíngulo, uma saliência arredondada situada no terço cervical dessas faces em graus variados de proeminência ou desenvolvimento. Estão corretas apenas as afirmativas:Opção única. 
I, II, III e IV
III, IV e V
I, III e V
I, II, III e V
22,
“Os molares são os dentes mais complexos. Eles se localizam na parte posterior da mandíbula, ou seja, no fundo da boca. O ser humano possui oito dentes molares, sendo quatro na parte de cima e quatro na de baixo. O terceiro molar, que é o último a nascer, são os dentes siso. Os dentes molares são responsáveis por triturar e mastigar os alimentos, possuindo assim várias pontas em sua área de contato com a comida. Além disso, eles têm como função também determinar a chave de oclusão dentária, pois são os primeiros dentes permanentes a surgirem na arcada.” Sobre os molares, analise as sentenças abaixo: I – Os primeiros molares superiores são compostos por quatro lobos de desenvolvimento, sendo dois vestibulares e dois linguais. II - O tubérculo de Carabelli, quando presente no segundo molar superior, é uma pequena cúspide não funcional, associada a um sulco de mesmo nome. III - A coroa do segundo molar superior geralmente possui quatro cúspides semelhantes às quatro cúspides principais do primeiro molar superior, porém pode apresentar três cúspides. IV - O contorno da coroa do segundo molar superior é mais estreito no sentido mésio-distal que o do primeiro molar superior, mas apresenta aproximadamente a mesma dimensão vestíbulo-lingual. V - A coroa do primeiro molar inferior apresenta cinco cúspides: três vestibulares e duas linguais. VI – No segundo molar inferior, o padrão de sulcos em forma de “Y” é formado na face oclusal anatômica ao redor das cúspides pelo sulco mésio vestibular, sulco disto-vestibular e sulco lingual. VII – O segundo molar inferior possui quatro cúspides, duas vestibulares e duas linguais. É consideravelmente diferente da face oclusal do primeiro molar inferior, pois não possui uma cúspide distal e todas as cúspides têm o mesmo tamanho. Estão corretas as sentenças:Opção única. 
III, IV, V, VI e VII.
III, IV, V e VII.
II, III, IV, V e VII.
I, II, III, IV, V e VII.
33,
Os caninos permanentes são os quatro dentes anteriores localizados nas curvaturas dos quadrantes de cada arco dental, ou seja, correspondem terceiro dente a partir da linha mediana em cada quadrante, distal aos incisivos e mesial aos posteriores. Os caninos permanentes são sucedâneos e substituem os caninos decíduos do mesmo tipo. Sobre estes dentes analise as sentenças abaixo: I - Um termo antigo para esse dente é cuspidado, porque são os únicos dentes da dentição permanente com uma cúspide. Os caninos permanentes são os dentes mais longos da dentição. II - Os caninos superiores e inferiores são similares entre si. A coroa de cada um tem aproximadamente o mesmo tamanho e, quando observadas pelas faces proximais, são triangulares como todos os dentes anteriores. III - De modo semelhante aos outros dentes anteriores, cada canino apresenta uma margem incisal e, diferente dos incisivos, é o ápice da cúspide que está alinhado com o longo eixo da raiz. Devido à presença do ápice da cúspide, a margem incisal é dividida em quatro arestas ou declives da cúspide. IV- Os caninos têm uma crista vestibular vertical e centralizada, assim como os pré-molares. V - Os caninos têm uma crista lingual vertical e centralizada, que se estende do ápice da cúspide ao cíngulo. Essa crista forma entre ela e as cristas marginais dois sulcos linguais separadas e rasas, mais pronunciadas nos caninos superiores que nos inferiores. Estão corretas as sentenças:Opção única. 
(3 Pontos)
I, II, III e IV
I, II e III
I, II
I, II, III e V
44,
Os dentes posteriores permanentes incluem os pré-molares e molares. A coroa de cada dente posterior possui uma face oclusal como sua superfície mastigatória, delimitada por duas elevações denominadas cristas marginais, localizadas em ambas as faces mesial e distal. A face oclusal também apresenta duas ou mais cúspides, que, segundo alguns anatomistas, assemelham-se a uma pirâmide gótica. Os pré-molares são os dentes posteriores situados mais anteriormente na dentição permanente. Cada arco dental apresenta quatro pré-molares, sendo dois em cada quadrante. Acerca dos pré-molares inferiores, analise as sentenças abaixo: I - O primeiro pré-molar inferior é bem maior que o segundo, assim como ocorre com os pré-molares superiores. II - O contorno vestibular da coroa evidencia uma acentuada inclinação lingual. III - Tanto as cúspides como a crista transversal do primeiro pré-molar inferior encontram-se deslocadas para mesial, deixando a parte distal do dente maior. IV - Existem duas formas de segundos pré-molares inferiores: com três cúspides (forma tricuspidada) e com duas cúspides (forma bicuspidada). V - Os segundos pré-molares inferiores possuem mais sulcos secundários que os primeiros pré-molares do mesmo arco, diferentemente do que é observado com os pré-molares superiores. VI - No segundo pré-molar tricuspidado, as cúspides estão separadas por dois sulcos de desenvolvimento, um sulco central em forma de “V” e um sulco lingual linear. Estão corretas apenas as sentenças:Opção única. 
(3 Pontos)
I, II, III, IV e VI.
II, III, IV e VI.
I, II, III, IV e V.
II, III, IV, V e VI
55,
"O cirurgião-dentista necessita, diariamente, dos conhecimentos sobre a anatomia dos elementos dentários, diante da necessidade de reestruturar os dentes, restabelecendo assim, sua forma e função. Cada elemento dentário possui sua anatomia singular, a qual é eficiente para garantir a função adequada daquele dente. O restabelecimento da função e da estética do sorriso envolve diversas técnicas, além da habilidade profissional, destreza manual e o domínio dos materiais restauradores utilizados. Com isso, é viável reproduzir os detalhes anatômicos do dente a fim de deixá-lo o mais natural possível." Quais características anatômicas podem nos ajudar na diferenciação entre os pré-molares inferiores?Texto Multilinha. 
(5 Pontos)
Resposta:
-Primeiro pre-molar inferior: irrompe entre 10 e 12 anos e a raiz ocorre entre 12 e 13 anos
-face vestibular maior; 
-coroa em forma de losango, com incisura na mesial pelo sulco mésio-lingual
-lóbulos de desenvolvimento mesial e distal mais baixo; 
- face oclusal, mais inclinada para lingual; 2 cúspides (lingual e vestibular); cúspide vestibular longa e pontiaguda; cúspides e crista transversal deslocadas para mesial, com parte distal menor; sulco mésio-distal mais curvo e inclinado para lingual; presença de ponte de esmalte; cristas marginais mesial e distal mais inclinadas; 
- raiz achatada mésio-distal; menor e mais curta
Segundo pré-molar inferior: irrompem entre 11 e 12 anos e as raízes ocorrem entre 13 e 14 anos;
- aparecem com 2 ou 3 cúspides ( tricúspide é a maioria); Todos dois tipos possuem mais sulcos secundários que os primeiro pré-molares inferiores; o trivuspidado mais angulado e o bicuspidado mais arredondado; cúspides vestibulares menores que o primeiro pré, se visto pela vestibular e mais arredondada
- face vestibular menor
- lóbulos de desenvolvimento mesial e distal altos;
-face oclusal, de forma geral, a forma é de um quadrado; menos inclinado para lingual; geralmente
Página123