A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Resumo Esmalte Dentário- Odontologia

Pré-visualização | Página 1 de 1

Esmalte 
Dentario 
• Recobre coroa dental 
• Tecido mais mineralizado do organismo (97%) 
• Extremamente Duro 
• Friável (suscetível a fratura) - dentina resiliente 
• Mineralização  natureza cristalina  
translucidez 
• Espessura delgada (de 1,5 a 2,5mm) 
 
• É diferente dos outros tecidos mineralizados: 
- + mineralizado 
- Origem ectodérmica 
- Acelular (após a erupção) 
 
• É permeável → trocas iônicas entre o esmalte 
e o ambiente oral (flúor) 
• Vulnerável à desmineralização por ácidos (carie) 
 
AMELOGÊNSE 
• Início: fase inicial de coroa 
• Pré-requisito à formação do esmalte é 
presença de dentina → exemplo de indução 
recíproca 
 
Etapas principais: 
1ª) Secreção: ameloblastos secretam 
matriz orgânica que se mineraliza parcialmente 
(30%) → esmalte parcialmente mineralizado 
2ª) Maturação: remoção de material 
orgânico e água + influxo de mineral → esmalte 
totalmente mineralizado 
 
FASES DA AMELOGENES 
1. Morfogenetica 
2. Diferenciação 
3. Secreção 
4. Maturação 
5. Proteção 
  
Ciclo vital dos ameloblastos 
 
 
3. Fase de secreção 
1ª Parte 
• Disposição das organelas 
• AM → superfície distal plana 
• Deposição da matriz orgânica do 
esmalte e sua parcial mineralização 
• Esmalte aprismático (desestruturada) 
Celula cilíndrica alta, polarizada e secreção de 
proteinas 
 
2ª Parte 
• AM desenvolvem uma projeção 
cônica 
 
Processo de Tomes 
 
Comanda orientação do esmalte em 
formação 
 
• Esmalte prismático: camada estruturada onde 
cristais de hidróxido de apatita começam a se 
arranjar em unidade características denominadas 
prismas 
• Diferenciação do esmalte prismático e 
aprismático se dá pela variação na orientação 
dos cristais 
 
4. Fase de maturação 
• Processo cíclico de degradação e remoção da 
matriz orgânica + influxo material 
inorgânico 
• Ocorre de modo centrífugo 
• AM – Cilíndricas baixas 
 
• 2 grupos de ameloblastos: 
- Borda lisa – remoção m.orgânico 
- Borda rugosa - influxo de íons 
 
5. Fase de proteção 
• Protege o esmalte formado até a erupção do 
dente 
• AM protetores - cúbicas 
• AM secretam material semelhante à lâmina 
basal (adesivo) 
 
 
• Am. Protetores + estrato intermediário + 
retículo estrelado + epítélio externo 
  
Epitélio reduzido do esmalte 
 
• Recobre o esmalte maduro até a erupção do 
dente 
• Contribuíra para a formação do epitélio 
juncional (fusão do epitélio reduzido com o 
epitélio oral) 
 
ESTRUTURA DO ESMALTE 
Estrutura prismática  mastigação 
 
Prismas 
• Unidades estruturais em forma de barras → 
Prismas 
• Junção esmalte-dentina até a superfície externa 
esmalte 
• Trajeto tortuoso 
• Zonas periféricas dessas barras → Regiões 
interprismáticas 
• Cada ameloblasto forma um prisma, o qual é 
formado apenas pela face plana do processo de 
Tomes 
• Prismas e Regiões interprismáticas são 
determinados pela variação orientação dos 
cristais 
 
• Nos prismas os cristais têm longos eixos 
paralelos ao eixo longitudinal do prisma 
• Nas Regiões interprismáticas os cristais têm 
longos eixos oblíquos, e mais inclinados conforme 
se aproximam da periferia de outro prisma 
• A inclinação dos cristais é máxima, na periferia 
do prisma, ou seja, no local de encontro prisma e 
região interpismática 
• Então o local de encontro prisma e região 
interpismática onde a inclinação dos cristais é 
máxima, na periferia do prisma, se denomina 
“bainha” no esmalte maduro (em cortes 
transversais) 
 
 
 
 
 
 
 
 
Aprismático 
• Camada mais ou menos homogênea na 
superfície de dentes decíduos e permanentes 
• Formado por Ameloblastos que não 
apresentam mais os P.Tomes 
 
• A carie resulta na destruição do esmalte 
através da desmineralização dos prismas 
• Condicionamento ácido do esmalte se baseia na 
dissolução diferencial dos prismas 
• O condicionamento ácido da superficie do 
esmalte é comumente utilizado para aumentar a 
adesão de materiais restauradores e selantes 
 
 
Estrias de Retzius 
• Formação esmalte segue um padrão 
incremental 
• Linhas incrementais de crescimento, que 
refletem períodos de repouso durante a 
amelogênese 
• Direção oblíqua 
• JAD à superfície do esmalte, exceto no vértice 
da cúspide

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.