Apostila UNIJUÍ - Planejamento Estratégico Local
146 pág.

Apostila UNIJUÍ - Planejamento Estratégico Local


DisciplinaAdministração Estratégica12.418 materiais87.518 seguidores
Pré-visualização40 páginas
si mesma é amplamente difusa (Siedenberg, 2003) e não possui um consenso único. Parte-se aqui,
porém, do pressuposto de que ele significa uma melhora na qualidade de vida de cada habitante, mas sem um prazo determinado para que
isso realmente aconteça.
EaD
51
GESTÃO PÚBLICA IV
Quadro 1: Definição de Objetivo, Meta e Indicador
Fonte: Elaboração do autor com base nos ODM.
Como se pode perceber, o Quadro 1 mostra que quando se intenta atingir dado Obje-
tivo, significa onde se deseja chegar. Em contrapartida, a Meta se define como a quantida-
de e os prazos para que o primeiro seja atingido. Como parte integrante desse conjunto
estão também os Indicadores, que por sua parte, podem ser considerados um termômetro,
ou seja, mostram se algo aumentou ou diminuiu.
Como forma de exemplificação deste conjunto de ações, pode-se citar o caso de uma
pessoa que contraiu uma gripe. Ora, seu objetivo é o de retornar ao seu estado anterior, ou
seja, são. Para isso, sua meta está em tomar a medicação indicada e seguir os cuidados
necessários para tanto. Como comprovante de sua melhora ou piora estão os instrumentos
técnicos para sua verificação, neste caso o termômetro \u2013 o indicador \u2013 que medirá sua febre,
considerado como a principal \u201cferramenta\u201d que comprova se se está ou não enfermo.
É bem verdade que todos os objetivos, uma vez estabelecidos, necessitam de suas res-
pectivas metas para que se possa verificar em quanto tempo e de que maneira se está ou não
avançando em termos de melhora na qualidade de vida de toda uma população. Nesse sen-
tido, vale lembrar que a ONU estabeleceu, além dos 8 objetivos, 13 metas (também expostas
no Quadro 2) e 60 indicadores, a fim de que seja acompanhada a condução3 de tais ações
pelos gestores municipais.
Consoante a isso, o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento \u2013 PNUD \u2013
entende que
os ODM representam uma grande evolução em relação a outros planos de desenvolvimento
mundial porque propõem uma agenda que engloba as dimensões econômica, social e ambiental.
Além disso, incentivam a participação conjunta de cidadãos, governos e sociedade para avançar
rumo ao desenvolvimento humano (SESI-DREP, 2009).
Ação Definição 
 
Objetivo 
 
 
É o que se deseja alcançar com a proposta em relação à situação atual 
 
 
Meta 
 
 
É o estabelecimento de quantidades e prazos para que o objetivo pretendido seja 
alcançado 
 
 
Indicador 
 
 
É o instrumento para monitorar e medir o alcance das metas e avaliar se os resultados 
desejados estão próximos de serem alcançados 
 
 
3
 Todo e qualquer cidadão que esteja interessado em verificar o andamento dos ODM em seu município pode consultar o site: <http://
www.portalodm.com.br/>.
EaD Sérgio Luis Al lebrandt
52
Após esta breve exemplificação, parte-se agora para a explanação dos oito objetivos
propostos pela ONU para os municípios. Inicialmente, eles buscam reduzir a pobreza e al-
cançar o desenvolvimento sustentável até o ano de 2015. O texto-base dos ODM, no entan-
to, compôs o documento que acordou que todos os gestores municipais devem se compro-
meter com os objetivos e metas, descritos no Quadro 2. Como se pode observar, os oito
objetivos abrangem áreas voltadas para a o bem-estar social (objetivo 1), educação (objeti-
vo 2), isonomia no mercado de trabalho (objetivo 3), saúde (objetivos 4 ao 6), meio ambien-
te (objetivo 7) e um que busca englobar todas as perspectivas anteriores (objetivo 8). A
seguir buscar-se-á explicitar cada um destes objetivos, juntamente com suas respectivas
metas.
Seção 2.2
Os Objetivos do Desenvolvimento do Milênio (ODM):
caracterizações e sugestões
Como foi referido anteriormente, a melhora na qualidade de vida embasou a iniciativa
e consequente discussão acerca dos oito objetivos estabelecidos pela ONU. No plano naci-
onal, contudo, o Brasil ainda é um país com grandes desigualdades econômicas e sociais.
Para se ter uma idéia de tal constatação, enquanto os 10% mais pobres têm uma renda
familiar média per capita de R$ 66,52, os 10% mais ricos ganham R$ 2.830,51, segundo
dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios \u2013 Pnad (2007), realizada pelo Insti-
tuto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
Objetivos Metas 
1a \u2013 Reduzir pela metade, até 2015, a proporção da população com renda 
inferior a um dólar por dia 
1b \u2013 Alcançar emprego integral produtivo e trabalho decente para todos, 
incluindo mulheres e jovens 
1. Erradicar a extrema 
pobreza e a fome 
1c \u2013 Reduzir pela metade, até 2015, a proporção da população que sofre 
de fome 
2. Atingir o ensino básico 
universal 
2a \u2013 Garantir que, até 2015, todas as crianças, de ambos os sexos, 
terminem um ciclo completo do ensino básico 
3. Promover a igualdade 
entre os sexos e a 
autonomia das mulheres 
3a \u2013 Eliminar a disparidade entre os sexos nos ensinos primário e 
secundário até 2015 
4. Reduzir a mortalidade 
infantil 
4a \u2013 Reduzir em dois terços, até 2015, a mortalidade de crianças menores 
de 5 anos 
5a \u2013 Reduzir em três quartos, até 2015, a taxa de mortalidade materna 5. Melhorar a saúde 
materna 5b \u2013 Garantir, até 2015, acesso universal à saúde reprodutiva 
6a \u2013 Até 2015, ter detido e começado a reverter a propagação do 
EaD
53
GESTÃO PÚBLICA IV
Quadro 2: Objetivos e Metas Estabelecidas pela PNUD para os Municípios
Fonte: Elaboração do autor com base nos ODM.
Atualmente, os ODM são considerados um importante instrumento para enfrentar a
pobreza estrutural e a vulnerabilidade social do país, mas, tanto objetivos como metas e
indicadores, por vezes, são passíveis de ajustes. Nesse sentido, observa-se que dada a imen-
sa extensão territorial do Brasil, isto pode gerar diferentes resultados obtidos nos 5.565
municípios brasileiros, sejam eles causados pela escassa ou ineficiente mobilização dos
gestores públicos ou pelo simples desinteresse ou desconhecimento por parte dos munícipes
no que se refere à busca pela melhoria de sua qualidade de vida.
Nesse sentido, notícias veiculadas pelo site do PNUD dão conta de que o Brasil possui
municípios com grande melhoria de suas condições básicas de vida, ao passo que outros
apresentam um considerável retrocesso no que tange à execução dos ODM propostos pela
ONU. Em linhas gerais, existem municípios que reduziram sua pobreza em mais de 75% e
outros onde ela aumentou mais de 150%.
6a \u2013 Até 2015, ter detido e começado a reverter a propagação do 
HIV/AIDS 
6b \u2013 Garantir, até 2015, acesso ao tratamento para HIV/Aids para todos 
os que precisam 
6. Combater o HIV/Aids, 
a malária e outras doenças 
6c \u2013 Até 2015, ter detido e começado a reverter a propagação da malária 
e de outras doenças 
7a \u2013 Integrar os princípios do desenvolvimento sustentável nas políticas e 
programas nacionais e reverter a perda de recursos ambientais até 2015 
7b \u2013 Até 2010, reduzir significativamente a perda da biodiversidade 
7c \u2013 Reduzir pela metade, até 2015, a proporção da população sem 
acesso sustentável à água potável segura 
7. Garantir a 
sustentabilidade 
ambiental 
7d \u2013 Até 2020, alcançar uma melhora significativa na vida de pelo menos 
100 milhões de habitantes de bairros degradados 
8a \u2013 Avançar no desenvolvimento de um sistema comercial e financeiro 
aberto, baseado em regras, previsível e não discriminatório 
8b \u2013 Atender às necessidades especiais dos países menos desenvolvidos. 
Inclui: um regime isento de direitos e não sujeito a cotas para as 
exportações dos países menos desenvolvidos; um programa reforçado de 
redução da dívida dos países pobres muito endividados (PPME) e 
anulação da dívida bilateral oficial; e uma ajuda pública mais generosa 
para o desenvolvimento dos países empenhados na luta contra a pobreza 
8c \u2013 Atender às necessidades especiais dos países sem acesso ao mar e 
dos pequenos Estados insulares em desenvolvimento (mediante o 
Programa de Ação para o Desenvolvimento Sustentável dos Pequenos 
Estados Insulares em Desenvolvimento e as conclusões da vigésima 
segunda sessão extraordinária da