HDB - Anotação (5)
38 pág.

HDB - Anotação (5)


DisciplinaHistória do Direito Brasileiro10.363 materiais253.098 seguidores
Pré-visualização7 páginas
Art. 191, CF/88 (usucapião especial de imóvel rural). 
Fundamento legal Art. 941 e ss., CPC. 
Fatos 
Descrever a situação fática apresentada no problema, a posse mansa, 
pacífica, contínua, se há justo título ou boa-fé, o tempo em que se está 
na posse do bem. 
Descrever minuciosamente o bem usucapiendo, juntando planta do 
imóvel. 
Juntar certidão de registro imobiliário. 
l-i 
Fundamentação 
jurídica 
Demonstrar os requisitos previstos no art. 1.238, caput ou parágrafo 
único, CC, no caso de usucapião extraordinário, ou, no caso do ordinário, 
os requisitos do art. 1.242, caput ou parágrafo único, CC. 
Em se tratando de usucapião especial de imóvel urbano, demonstrar os 
requisitos dos arts. 183, CF/88 e 1.240, CC. 
Em se tratando de usucapião especial de imóvel rural, demonstrar os 
requisitos dos arts. 191, CF/88 e 1.239, CC. 
 OAB 2ª Fase 2011.2 
 DIREITO CIVIL \u2013 CRISTIANO SOBRAL 
Complexo de Ensino Renato Saraiva | www.renatosaraiva.com.br | (81) 3035 0105 
 
26 
 
j' 
Pedido 
, 
a) citação, por oficial de justiça, daquele em cujo nome estiver registrado 
o imóvel usucapiendo, bem como dos confinantes e seus cônjuges, se 
casados forem; 
b) citação, por edital, dos réus que estiverem em local incerto e dos 
eventuais interessados; 
c) intimação, via postal, para que manifestem interesse na causa, os 
representantes da Fazenda Pública da União, dos Estados, do Distrito 
Federal, dos Territórios e dos Municípios em que se encontra o imóvel 
usucapiendo, nos termos do art. 943, CPC; 
d) intimação do representante do Ministério Público; 
e) procedência da ação para ser declarado judicialmente o usucapião do 
imóvel pelos autores, expedindo-se o competente mandado de 
averbação junto ao Cartório de Registro de Imóveis. 
Provas 
Protestar por provas que poderão demonstrar a veracidade dos fatos 
alegados. 
Valor da causa Valor do imóvel pretendido. 
 
ESTRUTURA BÁSICA DE INVENTÁRIO 
 
 
Requisitos 
Arts. 282 e 982 e ss., CPC. 
Arrolamento sumário: art. 1.031, CPC. 
Competência Último domicílio do autor da herança (art. 96, CPC). 
Partes Tratamento: inventariante e inventariado. 
Hipóteses de cabimento Art. 1.784 e ss., CC. 
Fundamento legal 
Art. 1.784 e ss., CC; art. 982 e ss., CPC. 
Quando se tratar de arrolamento sumário: art. 1.031, 
CPC. 
Fatos e fundamentação 
jurídica 
Art. 1.784 e ss., CC. 
Qualificar o inventariado, herdeiros e cônjuge 
sobrevivente. 
Descrever os bens a partilhar, monte-mor partilhável, 
plano de partilha. 
Informar se de cujus deixou dívidas. 
Pedido 
a) nomeação do inventariante; 
b) homologação da partilha apresentada, para os devidos 
fins e efeitos de direto. 
Valor da causa Valor do monte-mor partilhável. 
 
 OAB 2ª Fase 2011.2 
 DIREITO CIVIL \u2013 CRISTIANO SOBRAL 
Complexo de Ensino Renato Saraiva | www.renatosaraiva.com.br | (81) 3035 0105 
 
27 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
ESTRUTURA BÁSICA DOS EMBARGOS DE TERCEIRO 
 
 
 Requisitos Art. 282 e ss., CPC. 
 Competência 
Juízo da causa principal 
Obs.: Os embargos devem ser distribuídos por 
dependência; porém, não são apensados - correm 
distintamente (art. 1.049, CPC). 
Partes 
Tratamento: embargante/embargado. 
Obs.: No pólo passivo dos embargos forma-se um 
litisconsórcio passivo necessário entre autor e réu dos 
autos principais. 
Fundamento legal Art. 1.046 e ss., CPC. 
Fatos 
Narrativa do ocorrido nos autos principais, com a 
demonstração da condição de terceiro interessado 
naquela demanda, mediante a constrição do bem. 
 OAB 2ª Fase 2011.2 
 DIREITO CIVIL \u2013 CRISTIANO SOBRAL 
Complexo de Ensino Renato Saraiva | www.renatosaraiva.com.br | (81) 3035 0105 
 
28 
 
Fundamentação jurídica 
a) desenvolver o fundamento com base no art. 1.050, 
CPC - comprovar a qualidade de terceiro, estranho 
àquele processo, e fazer prova sumária da posse do bem; 
b) da liminar (art. 1.051, CPC) - prestada a caução, 
requerer, liminarmente, expedição de mandado de 
manutenção ou reintegração de posse; 
c) desenvolver tópico acerca da suspensão do processo 
principal (art. 1.052, CPC), até o julgamento final dos 
embargos. 
Pedido 
a) liminar; 
b) citação para resposta em 10 dias; 
c) procedência para desconstituição da constrição; 
d) sucumbência. 
Provas 
Protestar por provas que poderão demonstrar a 
veracidade dos fatos alegados. 
Valor da causa Valor do bem. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
ORGANOGRAMA GERAL DOS PROCEDIMENTOS 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Procedimentos 
Comum 
CPC, art. 272 
Especial 
Ordinário \u2013 CPC, arts. 282-475-R 
Sumário \u2013 CPC, arts. 275-281 
Jurisdição contenciosa 
CPC, arts. 890-1.102 \u2013 1.211-1.218 
Jurisdição voluntária 
CPC, arts. 1.103-1.210 \u2013 1.211-1.218 
Leis 
Especiais 
Para Entrega de Coisa Certa e Incerta 
 OAB 2ª Fase 2011.2 
 DIREITO CIVIL \u2013 CRISTIANO SOBRAL 
Complexo de Ensino Renato Saraiva | www.renatosaraiva.com.br | (81) 3035 0105 
 
29 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
PROCEDIMENTO ORDINÁRIO 
 
 
Fases processuais 
 
 
 
Juízo Singular de Primeira Instância Tribunais 
 OAB 2ª Fase 2011.2 
 DIREITO CIVIL \u2013 CRISTIANO SOBRAL 
Complexo de Ensino Renato Saraiva | www.renatosaraiva.com.br | (81) 3035 0105 
 
30 
 
1ª Fase 
Postulatória 
2ª Fase 
Saneadora 
3ª Fase 
Probatória 
4ª Fase Decisória Fase Recursal 
Petição Inicial 
Citação do réu 
Resposta do réu: 
(Exceção, 
Contestação, 
Reconvenção) 
Impugnação/autor 
Intervenção de 
terceiros 
Revelia etc. 
Providências 
preliminares e 
julgamento, 
conforme o 
estado do 
processo - 
Conciliação 
Audiência de 
Instrução e 
Julgamento 
Provas 
Depoimentos 
Sentença: 
Constitutiva 
Declaratória 
Condenatória 
Mandamental 
 
 
CPC, arts. 475-A a 
475-R 
 
 
Recursos 2º grau 
de jurisdição 
 
 
CPC, 
art. 496 Do indeferimento da petição inicial \u2013 
cabe apelação (art. 296). 
Das decisões interlocutórias \u2013 cabe 
agravo retido ou de instrumento 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
ORGANOGRAMA DO PROCEDIMENTO COMUM ORDINÁRIO 
 
 
 
 
PROCESSO DE CONHECIMENTO 
PROCEDIMENTO COMUM ORDINÁRIO 
Petição Inicial 
Emenda Sentença 
CPC, art. 285-A 
Indeferimento 
 OAB 2ª Fase 2011.2 
 DIREITO CIVIL \u2013 CRISTIANO SOBRAL 
Complexo de Ensino Renato Saraiva | www.renatosaraiva.com.br | (81) 3035 0105 
 
31 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
ESBOÇO DA PETIÇÃO INICIAL 
 OAB 2ª Fase 2011.2 
 DIREITO CIVIL \u2013 CRISTIANO SOBRAL 
Complexo de Ensino Renato Saraiva | www.renatosaraiva.com.br | (81) 3035 0105 
 
32 
 
 
 
 
 
 
 Deixar de 12 a 15 espaços duplos 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Endereçamento \u2013 Competência CPC, art. 282, inc. I 
Qualificação completa e individualizada do autor e do réu CPC, art. 282, inc. II 
Os fatos e os fundamentos jurídicos do pedido CPC, art. 282, inc. III 
Pedido com suas especificações CPC, art. 282, inc. IV 
Requerimento de provas e documentos indispensáveis CPC, art. 282, inc. VI e 283 
Requerimento para a citação do réu CPC, art. 282, inc. VII 
Valor da causa CPC, art. 282, inc. V 
Desfecho final exemplos \u2013 Nestes Termos
 Pede deferimento 
Local, data e assinatura do advogado OAB/.................. n. .......................... 
Termos em que 
Espera deferimento 
 OAB 2ª Fase 2011.2 
 DIREITO CIVIL \u2013 CRISTIANO SOBRAL 
Complexo de Ensino Renato Saraiva | www.renatosaraiva.com.br | (81) 3035 0105 
 
33 
 
 
 
 
COMPETÊNCIA NO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Absoluta