Apostila UNIJUÍ - Planejamento organizacional
126 pág.

Apostila UNIJUÍ - Planejamento organizacional


DisciplinaAdministração Estratégica11.597 materiais79.081 seguidores
Pré-visualização29 páginas
Revista
Brasileira de Administração Pública, Rio de Janeiro, 22(10), p. 102-122, mar. 1988.
CAVALCANTI, Marly (Org.). Gestão social, estratégias e parcerias: redescobrindo a essência
da administração brasileira de comunidades para o terceiro setor. São Paulo: Saraiva, 2006.
CERTO, Samuel C.; PETER, J. Paul. Administração estratégica: planejamento e implanta-
ção da estratégia. São Paulo: Makron Books, 1993.
COSTA, Eliezer Arantes da. Gestão estratégica: da empresa que temos para a empresa que
queremos. São Paulo: Editora Saraiva. 2. ed. 2007.
COSTA, Eliezer Arantes da. Gestão estratégica. São Paulo: Saraiva, 2002.
EaD Adelar Francisco Baggio \u2013 Amauri Luis Lampert
124
DOTTO, Dalva Maria Righi. Redes de pequenas e médias empresas \u2013 uma análise regional.
In: VERSCHOORE, Jorge Renato (Org.). Redes de cooperação: uma nova organização de
pequenas e médias empresas no RS. Porto Alegre: FEE; Secretaria do Desenvolvimento e
Assuntos Internacionais, 2004.
GALERANI, Jair; BASTIANI, Ivoneti C. A intercooperação como opção estratégica para a
manutenção e crescimento dos negócios cooperativos. In: Revista Perspectiva Econômica, n.
119, vol. 37, p. 39-64, jul./set. 2002. (Série Cooperativismo, n. 52).
GAY, Luiz. Administração estratégica. São Paulo: Ed. Ática: 1987
GRISON, Antônio José; TEIXEIRA Enise Barth; DREWS, Gustavo Arno (Coord.). Estágio
supervisionado em Administração II: orientações gerais. 2º sem./2001: Ijuí: Ed. Unijuí. (Co-
leção cursos de Graduação).
HITT, Michael A. e outros. Administração estratégica: competitividade e globalização. São
Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2005.
INSTITUTO Brasileiro da Qualidade Nuclear, Sistemas de gestão da qualidade. Riod e Ja-
neiro, 1993.
JUNQUEIRA, Luciano A. Prates. Intersetorialidade, transetorialidade e redes sociais na saúde.
RAP, Rio de Janeiro, v. 34. p. 35-45. nov./dez. 2000.
KAPLAN, Robert S.; NORTON, David P. A estratégia em ação: Balanced Scorecard. Rio de
Janeiro: Campus, 1997.
KAPLAN, Robert S.; NORTON, David P. Balanced Scorecard: convertendo ativos intangí-
veis em resultados tangíveis. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004.
KELM, Martinho Luís. Indicadores de performance em instituições universitárias autogeridas:
uma contribuição à gestão por resultados. 2003. Tese (Doutorado em Engenharia da Produ-
ção) \u2013 Programa de Pós-Graduação em Engenharia da Produção. Universidade Federal de
Santa Catarina. Florianópolis, 2003.
LOBATO, David Menezes e outros. Estratégias de empresas. 2. ed. Rio de Janeiro: Editora
FGV, 2003.
LOPES, Fernando Dias. Elementos para um modelo integrado de planejamento e avaliação
institucional na universidade. 1994. Dissertação (Mestrado) \u2013 UFSC, Florianópolis, 1994.
MAXIMIANO, Antonio Cesar A. Introdução a administração. 3. ed. São Paulo: Editora Atlas,
1992.
MAXIMIANO, Antonio Cesar Amaru. Introdução à Administração. 5. ed. São Paulo: Atlas,
2000.
EaD
125
PLANEJAMENTO ORGANIZAC IONAL
MINTZBERG, Henry; QUINN, James Brian. O processo da estratégia. 3. ed. Porto Alegre:
Bookmann, 2001.
MINTZBERG, Henry. Criando organizações eficazes: estruturas em cinco configurações. 2.
ed. São Paulo: Atlas, 2003.
MORAES, Anna Maris Pereira de. Iniciação ao estudo da Administração. 2. ed. São Paulo:
Makron Books, 2001.
OLIVEIRA, Djalma de Pinho Rebouças de. Excelência na administração estratégica: a
competitividade para administrar o futuro das empresas \u2013 com depoimentos de executivos.
São Paulo: Atlas, 1997.
OLIVEIRA, Djalma de Pinho Rebouças de. Manual de gestão das cooperativas: uma aborda-
gem prática. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2006.
OLIVEIRA, Djalma de Pinho Rebouças de. Planejamento estratégico: conceitos, metodologia
e práticas. São Paulo: Atlas, 2004.
OLIVEIRA, Djalma de Pinho Rebouças de. Planejamento estratégico: conceitos, metodologia
e práticas. 26. ed.São Paulo: Atlas, 2009.
PAGNONCELLI, Dernizo; VASCONCELLOS FILHO, Paulo. Sucesso empresarial planejado.
Rio de Janeiro: Qualitymark Ed., 1992.
PEREIRA, Giancarlo da Silva Rego. Gestão estratégica: revelando alta performance às em-
presas. São Paulo: Saraiva, 2005.
PINTO, Eder Paschoal (Org.). Gestão empresarial: casos e conceitos de evolução
organizacional. São Paulo: Saraiva, 2007.
SANVICENTE, Antônio Zoratto; SANTOS, Celso da Costa. Orçamento na Administração
de Empresas. São Paulo: Atlas. 1983.
SIMON, Tiago Chanan. Apresentação. In: VERSCHOORE, Jorge Renato (Org.). Redes de
cooperação: uma nova organização de pequenas e médias empresas no RS. Porto Alegre:
FEE; Secretaria do Desenvolvimento e Assuntos Internacionais, 2004.
STEINER, George A.; MINER, John B. Política e estratégia administrativa. São Paulo: Ed.
Interciência. 1981.
TAVARES, Mauro Calixta. Gestão estratégica. São Paulo: Atlas, 2000.
VASCONCELLOS FILHO, Paulo de. Afinal, o que é planejamento estratégico? Revista de
Administração de Empresas FGV, vol. 18, n. 2, p. 11, abr./jun. 1978.
VASCONCELLOS Filho, Paulo de; PAGNONCELLI, Dernizo. Construindo estratégias para
competir no século XXI. Rio de Janeiro: Campus, 2001.
EaD Adelar Francisco Baggio \u2013 Amauri Luis Lampert
126
VERSCHOORE, Jorge Renato S. (Org.). Redes de cooperação: uma nova organização de
pequenas e médias empresas no Rio Grande do Sul. Secretaria do Desenvolvimento e As-
suntos Internacionais. Porto Alegre: FEE, 2004.
WEILL, Pierre. Organização e tecnologias para o terceiro milênio: a nova cultura
organizacional holística. 2. ed. Rio de Janeiro: Rosa dos Tempos, 1991.
WESTPHAL, Márcia Faria; MENDES, Rosilda. Cidade saudável: uma experiência de
interdisciplinaridade e intersetorialidade. RAP, Rio de Janeiro, v. 34. p. 47-61, nov./dez. 2000.