filosofia do direito
2 pág.

filosofia do direito


DisciplinaIntrodução ao Direito I86.472 materiais502.090 seguidores
Pré-visualização1 página
1) Explique por que se pode dizer que é difícil definir o termo direito com precisão. Dê alguns exemplos do que se pode entender pelo termo direito.
 O termo Direito é difícil de definir, pois consiste em um grande numero de símbolos e ideias reciprocamente incompatíveis.
Pode-se entender por Direito segundo THURMAN: \u201ccorresponde a uma certa atitude, uma forma de pensar, uma maneira de referir-se às instituições humanas em termos ideais. Trata-se de uma exigência do senso comum, profundamente arraigada, no sentido de aqueles instituições de governo dos homens e de suas relações simbolizam um sonho, uma projeção, ideal, dentro de cujos limites funcionam certos princípios, com independência dos indivíduos.
 O Legue do significado do Direito é vastíssimo e pode ser usado de várias formas e sentidos. Direito pode significar o justo (consagrado pela justiça), ou o próprio aparelho da justiça como um todo. Pode significar também \u201co direito brasileiro\u201d ou \u201cdireito de alguém\u201d, além é claro do uso moral da expressão quando se diz: \u201c Eu tenho direito a algo\u201d.
2) Diferencie os enfoques zetético e dogmático. Para isso, mostre como se articulam, em cada um dos enfoques, os termos pergunta/resposta ou investigar/doutrinar. Por que o direito admite os dois enfoques? Qual o enfoque predominante nos cursos de direito?
 A zetética focaliza curiosidades explícitas geradoras de pesquisas que podem tomar um ramo muito amplo e até infinito. Já essa infinitude é barrada pela dogmática, cujo dogma, a lei positivada, serve de alicerce finito para pesquisas curiosas, não permitindo que fuja dela, que fuja da resposta explícita que ela propõe, mas que se trabalhe finitamente o seu conteúdo.
 Admitem-se no Direito os dois enfoques, pois o campo da investigação zetética e muito amplo e é formado por disciplinas gerais que o admitem como, por exemplo, a Filosofia do Direito, a Sociologia do Direito, a Criminologia a Medicina legal entre outros. No campo dogmático é formado pela Ciência do Direito Penal, Civil, Constitucional, Tributário, entre outros, se trata de uma disciplina definhada como dogmática quando considera certas premissas, em si e por si arbitrarias, como vinculantes para o estudo.
 O enfoque predominante no curso de Direito é o dogmático por servir com embasamento e orientar os estudos.
3) Analise a seguinte afirmação à luz dos conceitos de zetética e dogmática: "O jurista, assim, ao se obrigar aos dogmas, parte deles, mas dando-lhes um sentido, o que lhe permite uma certa manipulação."
 O citado exemplo estabelece que o principio básico da dogmática é da não negação do ponto de partida, porém isto não significa que a função dela consiste neste postulado, ou seja, a dogmática apenas depende desses principio mais não necessariamente se reduz a ele, exemplo disto é a Constituição quando diz que ninguém é obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa se não em virtude de lei, o jurista conhece essa norma, não a nega, porém o significado de lei pode ser restrita ou vasta para o jurista, ou seja, cria uma certo âmbito de disponibilidade significativa.