IED - semana 9_revisada

IED - semana 9_revisada


DisciplinaIntrodução ao Direito I86.611 materiais502.621 seguidores
Pré-visualização2 páginas
do legislador. Se fosse admitida a retroatividade como princípio absoluto, a segurança do indivíduo não ficaria preservada.
A eficácia retroativa das leis é, portanto, excepcional; não se presume, devendo provir de texto expresso.
*
*
*
Assim, por retroatividade da lei entende-se que a lei nova pode atingir situações abrangidas por leis anteriores.
Ao contrário, nos casos de irretroatividade das leis, a lei nova não pode atingir situações reguladas pela lei anterior.
Pode-se dizer, ainda, que: o princípio da irretroatividade encontra respaldo em nosso ordenamento jurídico tendo em vista a necessidade de segurança e estabilidade necessários à vida em sociedade. 
*
*
*
A nossa Constituição Federal, na verdade, não proíbe a retroatividade da lei, a não ser da lei penal que não beneficia o réu (art. 5º, XL, CF), e resguardados sempre o direito adquirido, o ato jurídico perfeito e a coisa julgada (art. 5º, XXXVI, CF). 
*
*
*
*
*
*
*
Leitura para a próxima aula
Nome do livro: Introdução ao estudo do direito.
Nome do autor: NADER, Paulo.
Editora: Rio de Janeiro:Forense
Ano: 2008.
Edição: 30. ed. rev. e ampl.
Nome do capítulo: Capítulo XXIV \u2013 A eficácia da lei no tempo e no espaço
36